Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Havlicek critica troca, mas deseja sucesso a Pierce: ‘um dos maiores’

Mesmo depois de dois meses, a confirmação da negociação com o Brooklyn Nets e que resultou nas saídas de Paul Pierce e Kevin Garnett ainda repercute entre os torcedores e fãs do Boston Celtics. E, desta vez, quem resolveu se pronunciar a respeito da polêmica troca foi uma lenda viva da história da franquia: John Havlicek.

Hondo, hoje com 74 anos, concedeu entrevista a Gary Washburn, do Boston Globe, e não conseguiu esconder seu desapontamento com o fato de Pierce não ter terminado sua carreira defendendo apenas a camisa do Celtics, o que é cada vez mais difícil de ver na atual NBA. “Nós nunca fizemos um comércio em dez anos e todo o povo permaneceu o mesmo”, disse o ex-jogador, fazendo referência ao time da década de 60. “É muito diferente de hoje, mas o desejo bem. Acho que ele queria ficar, mas as circunstâncias mudaram e ele quis se dar outra chance (de ser campeão), de modo que você não pode culpá-lo por isso”, ressaltou.

Apesar das queixas, Havlicek torce pelo sucesso de Pierce no Brooklyn. “Espero que conquiste outro anel. Ele é um dos melhores de todos os tempos e sempre me impressionei com sua habilidade no mano-a-mano, sendo o maior da história do Celtics nesse aspecto”, elogiou.

Draftado pelo Alviverde em 1962, Havlicek é considerado um dos maiores jogadores da história da franquia e da própria NBA. Em 16 temporadas pelo Celtics, único time que defendeu na carreira e do qual é o maior cestinha de todos os tempos, com 26.395 pontos, Hondo conquistou oito títulos da liga, foi eleito MVP das Finais de 1974 e ainda foi convocado 13 vezes para o All-Star Game. Pelos longos serviços prestados, o ex-jogador tem a sua camisa 17 aposentada no TD Garden.

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

2 comentários

  1. William de Oliveira

    Uma lenda falando de outro mito da historia do nosso Celtics nao vi jogar mais pelo o que vi sabia das coisas.

  2. Snowball

    O mestre falou, só nos resta ouvir e concordar.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.