Heptacampeão pelo Celtics e primeiro “sexto homem” da NBA, Frank Ramsey morre aos 86 anos

ramsey

Dono da camisa 23 aposentada pelo Boston Celtics, onde conquistou sete títulos da NBA, o ex-jogador Frank Ramsey morreu na noite de domingo (8), aos 86 anos, na cidade norte-americana de Madisonville, de causas naturais. Em seu site oficial, o time verde e branco de Massachusetts emitiu uma nota de pesar e ressaltou a importância de Ramsey na história da franquia.

Leia também: Craques do Passado – Frank Vernon Ramsey Jr

“Sete vezes campeão da NBA e original “Sixth Man”, Frank Ramsey ajudou a criar um legado de excelência e abnegação, que foi adiante por gerações e continua sendo parte do espírito do Boston Celtics até hoje. Verdadeiro cavalheiro, conhecido por sua elegância e consideração, ele permaneceu como membro leal e ativo da família Celtics ao longo de seus dias. Nós nos juntamos aos que comemoram sua vida e lamentam sua morte”, diz a nota do Celtics.

Em seu perfil no Twitter, o lendário ex-pivô celta Bill Russell também lamentou a morte de Frank Ramsey. “Estou em estado de choque e profundamente triste por saber que o meu amigo de longa data e colega de equipe Frank Ramsey morreu. Tive o grande prazer de conversar com ele muitas vezes. Ele era um grande homem e pai. Eu vou sentir falta dele!”, afirmou Russell.

Capaz de jogar nas posições de ala-armador e ala, Frank Ramsey foi selecionado pelo Boston Celtics na quinta escolha geral do NBA Draft de 1952, após disputar quatro temporadas do basquete universitário dos Estados Unidos (NCAA) pelo tradicional Kentucky Wildcats, onde conquistou um título nacional em 1951 e teve sua camisa 30 pendurada nas vigas da Rupp Arena. Ramsey defendeu o Boston Celtics por nove temporadas entre 1954 e 1964, com pausa de um ano para servir ao exército, e conquistou sete títulos da NBA (1957, 1959, 1960, 1961, 1962, 1963 e 1964). O ala disputou 623 jogos de temporada regular pelo Alviverde, com médias de 13,4 pontos e 5,5 rebotes em 24,6 minutos.

Um dos principais legados de Frank Ramsey para o basquete foi o seu desempenho como reserva na dinastia do Boston Celtics nos anos 60, sendo considerado o primeiro “sexto homem” da história da NBA. O camisa 23 era um dos melhores jogadores do Celtics, mas se sentia mais confortável saindo do banco, e o técnico Red Auerbach, por sua vez, viu nisso a oportunidade de manter o ala revigorado para os últimos minutos das partidas. Dessa forma, Ramsey foi o primeiro de uma linhagem de reservas de destaque do Celtics, que conta ainda com nomes como John Havlicek, Paul Silas, Kevin McHale, Bill Walton e James Posey.

Depois do título da NBA em 1964, Frank Ramsey se aposentou do basquete, aos 33 anos. Após a temporada 1965/1966, Red Auerbach convidou o ex-ala para ser técnico do Boston Celtics, mas Ramsey não aceitou o convite por questões familiares e só voltaria rapidamente ao esporte em 1970/1971, para comandar o Kentucky Colonels na American Basketball Association (ABA). O ex-atleta também foi selecionado para o Hall da Fama do Basquete em 1981.

Publicidade

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 26 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

2 Comentários

  1. Publicidade

  2. Celso Cachali Jr disse:

    Não o conheço muito… Eu sei que ganhou muitos títulos… Mas seu números foram baixos até. Mas belíssima matéria.

    0

    0
  3. JailtonSV disse:

    Descanse em paz. Que Deus conforte a família.

    0

    0

Deixe um comentário