Hornets 91 x 102 Celtics

Com o desgaste elevado pela maratona de jogos na temporada 2017/2018 da NBA, sofrendo com alguns desfalques e atuando com uma rotação curta, o Boston Celtics sofreu, mas conquistou uma importante vitória na noite desta quarta-feira (27). Mesmo atuando fora de casa, contra o Charlotte Hornets, no Spectrum Center, o time verde e branco de Massachusetts mostrou a sua força, empolgou a torcida em alguns momentos da partida, principalmente no primeiro e no último quartos, e derrotou a franquia da Carolina do Norte por 102 a 91. Foi o segundo triunfo celta sobre o Hornets nesta edição da liga.

Mais uma vez, o armador Kyrie Irving e o pivô Al Horford chamaram a responsabilidade e foram os destaques da vitória do Boston Celtics. Enquanto Irving, com 21 pontos, foi o cestinha do Alviverde, Horford anotou um duplo-duplo, com 20 pontos e 11 rebotes. Cada vez mais à vontade na quadra de ataque, o ala calouro Jayson Tatum fez 18 pontos e pegou cinco rebotes em 35 minutos. Na rotação, dois armadores se destacaram: Terry Rozier, com 15 pontos, e Shane Larkin, que fez 11 pontos.

Pelo lado do Charlotte Hornets, o armador Kemba Walker deu trabalho aos marcadores celtas e fez 24 pontos, melhor marca da partida, mas não impediu a derrota da franquia da Carolina do Norte no Spectrum Center. Os principais auxiliares de Walker foram o ala Michael Kidd-Gilchrist e o ala-pivô Marvin Williams, que anotaram 13 pontos cada um. O pivô Dwight Howard, por sua vez, registrou mais um duplo-duplo na carreira, com 12 pontos e 17 rebotes.

Com a vitória fora de casa, o Boston Celtics permanece na liderança da Conferência Leste, com 28 vitórias em 38 partidas, 73,7% de aproveitamento e dois jogos de distância para o vice-líder Toronto Raptors. Já o Charlotte Hornets, com 22 derrotas em 34 compromissos e 35,3% de aproveitamento, está na 12ª colocação do Leste, com seis triunfos a menos que o oitavo colocado Miami Heat.

Depois de vencer o Charlotte Hornets, a equipe do Boston Celtics continua com sua agenda corrida. Já na noite desta quinta-feira (28), o time verde e branco encara o Houston Rockets, vice-líder da Conferência Oeste, em partida que começa às 23h (horário de Brasília) e será disputada no TD Garden. Enquanto isso, o Hornets encara o Golden State Warriors nesta sexta-feira (29), na ORACLE Arena.

Destaques do Hornets

Kemba Walker (24 pontos e cinco assistências)

Marvin Williams (13 pontos e nove rebotes)

Michael Kidd-Gilchrist (13 pontos e quatro rebotes)

Dwight Howard (12 pontos e 17 rebotes / duplo-duplo)

Destaques do Celtics

Kyrie Irving (21 pontos e oito assistências)

Al Horford (20 pontos e 11 rebotes / duplo-duplo)

Jayson Tatum (18 pontos e cinco rebotes)

Terry Rozier (15 pontos, quatro rebotes e quatro assistências)

Boxscore

Melhores Momentos

Publicidade

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 26 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

3 Comentários

  1. Publicidade

  2. Marco Ferreira disse:

    Fizemos um bom jogo, mudamos alguns padrões, no inicio da temporada saiamos perdendo o jogo e recuperávamos no terceiro quarto para vencer, eu até brincava que era a mágica do Stevens. Agora jogamos muito bem os dois primeiros quartos e no terceiro tomamos uma surra…

    Jogo difícil de avaliar devido nossos desfalques, muitos alas no Departamento Médico e isso não é bom.

    Analisando o jogo de ontem, temos que admitir que a formação com 3 armadores funcionou. Antes que alguém interprete que estou elogiando essa maneira maluca de jogar e escreva aqui que eu disse que o Brad é o melhor técnico do mundo por causa dessa formação, estou apenas constatando que no segundo quarto e no último tivemos nossos melhores momentos com 3 armadores em quadra e no segundo quarto foi com Larkin, Smart e Rozier. Ainda não gosto desta formação.

    Yabussele mais uma vez foi bem, está nitidamente fora de peso e não consegue ficar muito tempo em quadra, mas tem potencial para ser explorado e com uma boa nutricionista pode ser muito mais útil na temporada que vem…

    Lets Go Celtics…

    1

    0
  3. Fernando Silva disse:

    O Stevens continua adaptando a formação com 3 pg. As vezes por necessidade dadas as lesões. Eu gosto de inovações mas já entregamos jogos com esta linha.

    2

    0

Deixe um comentário