Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Jogo 2 – Cavaliers 99 x 91 Celtics

Em seu segundo duelo no primeiro round dos playoffs da Conferência Leste, disputado na noite de terça-feira (21), na Quicken Loans Arena, o Boston Celtics sofreu com os mesmos problemas apresentados na abertura da série contra o Cleveland Cavaliers: mesmo jogando bem e dificultando a vida dos anfitriões, faltou tranquilidade e experiência ao Alviverde, que lutou até o final, mas não evitou a segunda derrota no confronto, desta vez por 99 a 91.

Líder e principal destaque do Cavaliers, o ala LeBron James teve uma partida tímida até o último período, quando anotou 15 pontos e encerrou qualquer possibilidade de reação do Boston Celtics, que chegou a estar perdendo por apenas dois pontos no Q4. No fim das contas, ‘King’ James terminou o confronto com 30 pontos e a um rebote do duplo-duplo. Destaque no primeiro jogo, Kyrie Irving sofreu com a marcação de Avery Bradley, mas também foi bem: 26 pontos e seis assistências. No garrafão, o russo Timofey Mozgov travou um duelo acirrado com Tyler Zeller e sofreu com as infiltrações do Alviverde, mas conseguiu se destacar com 16 pontos, sete rebotes e cinco tocos. Mesmo deixando o jogo sem pontos, Tristan Thompson foi fundamental no triunfo do Cavaliers graças aos 11 rebotes que pegou, sendo cinco deles de ataque.

Pelo Celtics, o grande nome voltou a ser o armador Isaiah Thomas, que saiu do banco de reservas para anotar 22 pontos e distribuir sete assistências. Apesar da alta pontuação, Thomas não teve um bom desempenho nos arremessos de longa distância, um de seus pontos fortes: nenhum acerto em três tentativas. Ainda entre os reservas, Jared Sullinger fez 14 pontos, mas deixou uma impressão negativa pela péssima forma e displicência em alguns lances. Jae Crowder, com 10 pontos, agradou pela raça e por travar um duelo forte com LeBron James. Entre os titulares, Tyler Zeller (11 pontos e seis rebotes) e Evan Turner (nove pontos e 12 rebotes) conseguiram se sair bem, mas o desempenho de Brandon Bass preocupou (nenhum ponto em 15 minutos).

Franco favorito na série e com o objetivo de voltar a disputar uma final da NBA, o Cleveland Cavaliers aproveitou bem o fator casa e vai para Boston com boas chances de fechar a série. Se vencer os dois duelos fora de casa, o time de Ohio avança para enfrentar Chicago Bulls ou Milwaukee Bucks nas semifinais do Leste. O Boston Celtics, por sua vez, conta com o apoio da torcida para manter as remotas esperanças de classificação ou mesmo evitar uma ‘varrida’ na série. O terceiro jogo da série entre Celtics e Cavaliers será disputado na noite desta quinta-feira (23), às 20h, no TD Garden.

Destaques do Cavaliers

LeBron James (30 pontos, nove rebotes e sete assistências)

Kyrie Irving (26 pontos, seis assistências e cinco rebotes)

Timofey Mozgov (16 pontos, sete rebotes e cinco tocos)

Destaques do Celtics

Isaiah Thomas (22 pontos e sete assistências)

Jared Sullinger (14 pontos e cinco rebotes)

Tyler Zeller (11 pontos e seis rebotes)

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

29 comentários

  1. Renato

    Jogo bom, com o Celtics mantendo o equilibrio em todos os quartos.

    Assunto do momento e a lesao do Rondo. Tava no jumper brasil e os caras lembraram algo importante, como o Ainge tem a capacidade de fazer transaçoes sensacionais.

    Wolves – Perdeu o Garnett

    Nets – foi estuprado, jogou seu futuro em nossas maos e nos darao suas escolhas ate 2018.

    Suns – Perdeu o Thomas.

    Mavs – Perdeu o Crowder + first pick + second pick + jogador que virou first pick por um cara bichado que tende a jogar por outra franquia.

    Imagina o que vem por ai na FA…

    • Barry

      Foi eu que escrevi esse coment hahahahaha.
      Mas la no jump eu uso o nome de ” Rondonildo “.
      Eu comento pouco lá, só pra trollar mesmo, lá tem uns torcedores dos Mavs e dos Bulls que são chatos pakas

  2. Luiz eduardo

    Esses rebotes do Thompson foram decisivos, aliado a isso a nossa falta de experiência, mas só em esta fazendo jogos bem decentes com um time estrelado, já me satisfaz.

  3. Barry

    http ://extratime.uol.com.br/brad-stevens-mostra-cada-vez-mais-que-e-um-dos-melhores-tecnicos-da-atualidade/

    • Barry

      Eu dei uma espaçada entre o htpp e os dois pontos para o comentário não ir para a moderação.
      É so copiar e colar, mas não esquecer de tirar o espaçamento.
      Matéria sobre o Stevens, que é exatamente o que muitos dizem aqui.

  4. Barry

    Hj vou tentar ver Spurs e Clippers.
    Tentar né, pq o jogo e tarde pakas.

    • Marcos

      O Tim Duncan mete 28 pontos + uma cacetada de rebotes e nos highlights só aparece o macaco albino do Griffin dando cravadas, sem comentários…

      Ah, e o CP3 amarelou de novo, incrível como ainda acham ele o melhor PG da Liga..

      No Oeste o grito é Go Spurs, go!

  5. Fernando C S

    Parece que o problema do Rondo não foi contusão, não. Teve algum problema com o coach.

  6. Fernando C S

    Ele já tinha brigado com o Carlisle no jogo contra o Raptors. Parece que o coach não quer ver o cara nem pintado a ouro…

  7. Odranoel

    Pessoal, sou torcedor do Lakers, mas estou aqui com o maior respeito, sem tretas. rsss

    É o seguinte, segundo o Woj é grande a possibilidade do Rondo pintar em LA.Não vinha acompanhando a fundo ele no Celtics, mas em Dallas é claro que ele tá jogando ridicularmente mal e fez o Mavs piorar muito.Queria saber de vocês, que obviamente acompanham mais que eu, cada jogo, o dia-a-dia, etc, da franquia: Rondo é uma boa? Tava jogando bem aqui? Porque o que eu vejo é que ele já não tava bem aqui e, apesar de ter entrado boas peças com a troca dele, o time melhorou bastante depois que ele saiu (se não me engano passou de um aproveitamento de 36% pra mais de 50%).Ele tem todo o problema de cabeça também, é todo maluco.Enfim…A minha visão é de que ele não joga bem há tempos, que definitivamente não seria uma boa em LA por precisar de todo um esquema voltado pra ele, precisa muito da bola pra render.Ainda tem o relacionamento com o Kobe, onde dizem que eles se gostam, mas não vejo como eles possam se dar bem já que, dentro da quadra, Kobe praticamente exige ter a bola pra fazer o que quiser e, fora dela, são duas personalidades muito complicadas.Mas queria saber de vocês, que realmente acompanham a fundo a franquia, o que pensam.

    Repito, falo com o maior respeito.Só queria uma opinião mais bem formada, de quem realmente acompanha o time, pra saber como ele tava jogando aqui e o que acham que ele pode fazer em LA.Só não vou desejar boa sorte pra vocês nos offs porque aí é demais, né? rsss

    Abs!!!

    • Daniel Carvalho

      Cara o Rajon Rondo é muito bom jogador, porém ele não parece estar a fim de jogar basquete. No Celtics ele jogava pela obrigação, pelo bafo na nuca do TD Garden. Não defendia, só queria bola não mão pra caçar estatísticas(e por isso foi trocado). Enfim se ele for pra LA vai precisar achar algo que o motive a jogar… e não é o título, pois no Dallas ele tinha chance.

      • drakes

        No mavs, ele não marcou mal, tanto que a taxa de pontos do adversário caia com ele em quadra, o problema que a taxa de pontos do time do Dallas também ocorria o mesmo, por que Rondo apesar da visão fora do comum prende muito a bola, levando a time não roda-la e assim fica depende de um jogador para encontrar o ponto fraco da defesa adversária.

        Ontem, no jogo do Spurs x Clippers nos dois times o jogador que deu maior número de assistência foi um point-foward no esquema. Hoje, em dia, diferente do que o Rondo quer, os esquemas precisam ser mais rígidos dando menos liberdade ao armador, é um “problema” causado pelas mudanças mesmo sutis de regras e interpretação de arbitragem (os juízes na NBA é um caso a parte), leva a alguns esquemas são mais eficientes que outros.

        Mas, o Lakers como o Byron Scott não é adepto nem de analytics ou bola de 3, o Randle não é um passador nem médio (eu assisti os jogos de Kentucky, se aparecer esse fundamento parabéns para equipe de apoio do Lakers – considero ele o titular na próxima temporada), o Kobe aceitar diminuir a % do tempo de bola nas mãos e mudar o estilo para algo mais Ray Allen para se poupar um pouco, aumentar os P&R (acho que o Scott adoraria), e o salário do R9 ser por volta de 10 milhões, acredito que daria boas chances de dar certo.

        Claro estou pensando que nenhum deles tenha problemas de lesão, e seu físico esteja ok pelo que mostraram na carreira. Mesmo com rookie top dificilmente seria um time para sonhar com playoffs, a não ser que alguém mite.

    • Marcos

      Tomara que ele vá por um max contract e deixe os Lakers por mais anos na seca de playoffs, com o maior respeito, é o que gostaria que acontecesse…

      Rondo é craque, um dos mais habilidosos da Liga, mas o cara simplesmente não sabe arremessar, nem de 3, nem de dentro, nem floatter nem lance-livre, simplesmente nulo no ataque.
      A defesa era boa, mas parece que depois da contusão também enfraqueceu muito…

      []s verdes

    • Barry

      Rondo e Ellis não dão certo juntos cara, imagine Rondo e Kobe. Não tem como dividir a bola. Kobe tem uma personalidade forte e o Rondo é encrenqueiro.
      Se o Rondo tivesse jogando a bola que ele jogou na época em que não tinha responsabilidade de ser FP e Líder, como na época de Garnett e Pierce, valeria pena o risco, pois em LA ele não teria essa responsabilidade. Só que em Dallas ele tbm não tem esse peso todo nas costas e msm assim não funcionou.
      Aco que as chances de Rondo não da certo em LA são grandes. Se eu fosse um Laker agora estaria sonhando com o Mudiay ou Russell, esses sim tem grande chance de darem certo. Claro que não de imediato.

  8. The Real Jay

    Totalmente fora da matéria sobre o jogo, mas parabenizar Tim Duncan pela partida contra o Clippers, o cara com 38 anos e jogar 44min, parabéns Duncan! Vc é uma lenda, espero q nosso time encontre um cara como vc, nos próximos anos!

  9. Bruno Ferronato

    Rondo é um jogador extremamente talentoso, tem visão de jogo surpreendente e ótima defesa, porém péssimo nos arremessos (se não melhorou até agora não melhora nunca mais).
    Mas apesar desse ponto fraco vejo sendo um jogador que mais contribui do que atrapalha DESDE QUE ESTEJA MOTIVADO. Aí que entra o problema.
    No Celtics além da lesão, anteriormente ele perdeu o principal amigo que era o Perkins que fora trocado.
    Fora isso ainda brigou com Allen. Sem contar o fato da personalidade difícil (dava trabalho ao Doc Rivers).
    Mas mesmo com tudo isso víamos ele rendendo ainda porque tinham jogadores respeitados no elenco que cobravam isso dele mesmo que indiretamente (Pierce e KG), depois que estes se foram aí a motivação do menino foi junto de uma vez e não voltou mais e nem sei se pode voltar um dia (novo Deron?).

    Quanto ao jogo do Spurs, Duncan e Popovich mitos demais! Parker mal, joga o Mills. Lá ninguém joga só por nome, é assim que um treinador tem que ser.

    • The Real Jay

      Cara, é bem assim, o Rondo q eu virei fã de carteirinha, um dos maiores PG q já vi, dava gosto de assistir. Mas esse Rondo atual, tá decepcionante! O motivo, tenho certeza q é a treta com o coach.

      • drakes

        Verdade seja dita, o Rondo é genioso, só que o Rick Carlisle também, esse ano não foi só ele (R9) regrediu, Parsons e Felton também. Impressão que tenho, assisti poucos jogos é verdade, é que Carlisle pegou as novas peças (jogadores) e exigiu que entrassem dentro do esquema sem mudança alguma.

  10. Odranoel

    Obrigado à todos pelas respostas.

    Abs!!!

  11. Fernando C S

    Torço muito para o Rondo ser contratado pelo Lakers. Contrato máximo de 4 temporadas. O cara arrumou briga com o Coach K, dava trabalho ao Doc, duas confusões no Dallas, brigou com Ray. Certeza que ele vai inventar uma “treta nervosa” com o Kobe. A torcida do Lakers vai começar a chama-lo de infiltrado. Kakaka.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.