Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Magic 88 X 92 Celtics

O Boston Celtics, venceu o Orlando Magic fora de casa, na Amaway Arena, por 92 a 88. Com a vitória, a equipe Celta passou a ter a vantagem de decidir a série em casa, isso se vencermos todos os nossos jogos no TD Garden.

http://www.youtube.com/watch?v=Y_hifKNq5gg

O Jogo começou com uma bola de três de Paul Pierce. Enquanto a partida estava 7-1, Perkins já mostrou que seria um ótimo jogo, com um belo toco no Super Man. As bolas não caiam, enquanto o jogo estava 9-5 para o Celtics, ate Rondo dar uma bela assistência e Ray Allen deixar o seu ponto. Após isso, Howard finalmente conseguiu seu primeiro ponto em arremesso, já que Perkins estava bem defensivamente até então. Pierce comandava a equipe até a primeira parada, faltando 5:40 minutos, com 7 dos 13 pontos do Boston, enquanto a arbitragem estava meio tendenciosa, marcando faltas de ataque e de defesa, sempre questionáveis. Faltando 4 minutos, e com 7 pontos de diferença, Doc Rivers poupou Paul Pierce que já tinha 2 faltas e Perkins, entrando a força e altura de Rasheed para marcar D12 e a vontade e boa marcação de Tony Allen.

Glen Davis entrou logo depois e já deixou o seu ponto. No lance seguinte, a maior arma do Orlando, o seu pivô, deu uma cotovelada para se livrar de Big Baby e depois sofreu a falta para marcar mais 2 pontos para o Orlando. Ray Allen ajudando e Paul Pierce com seus 7 pontos, contribuíram para o Boston fechar em 22 a 14, com uma bela atuação defensiva. Howard tinha apenas 1-5 chutes de quadra acertados. Até então, Rondo e Kevin Garnett estavam zerados.

Segundo Quarto

Pra começar o segundo quarto de maneira sensacional, Rondo já deu uma linda assistência para Tony Allen fazer a ponte aérea. O Orlando estava a 4 minutos sem fazer uma cesta de quadra. Big Baby cometeu sua 3 falta no inicio do terceiro quarto, e antes mesmo do Orlando fazer alguma cesta, Sheed colocou uma de 3 e abriu a diferença para 29 a 14. O banco havia feito 12 pontos, contra 2 do Orlando. Orlando havia cometido 4 turnovers e um arremesso errado no quarto em 4 minutos, até Carter fazer o primeiro ponto no quarto. O Boston começou a errar, três lances seguidos, e deixou o Orlando encostar, 31 a 22. Garnett não acertada, e o Orlando chegava. Nelson foi invadir o garrafão e tomou aquele toco para Perkins. A diferença caiu principalmente porque o time diminuiu a marcação no garrafão com a saída do D12. O reserva, Gortat, fez a festa. Em 6 minutos, o Orlando fez os mesmos pontos que nos outros 16 minutos do jogo. Ray Allen voava em quadra, e tinha, até 1 minuto para o fim do primeiro tempo, tinha 12 pontos. O ultimo ataque foi do Orlando, já que Perkins andou, e cometeu seu 4 turnover, deixando a diferença em 9, 41 a 32 para o Boston.

No fim do primeiro tempo, Paul Pierce tinha 7 pontos, 4 rebotes, 3 turnovers, Kevin Garnett 7 rebotes e 4 pontos, Perkins 2 pontos e 1 rebotes, Ray Allen 12 pontos e 5 rebotes, Rajon Rondo 2 pontos, 5 assistências. No banco, Tony Allen e Sheed contribuíam com 12 pontos, 6 para cada. Vince Carter possui 10 pontos e o SuperMan 6 pontos e 6 rebotes. Curiosamente, o Orlando não tinha acertado uma bola de 3 no jogo, uma das suas maiores armas.

Terceiro quarto

No inicio do terceira quarto, finalmente o Orlando fez sua primeira bola de 3. Boston errava, cometeu alguns turnovers e deixou a diferença cair pra 3, com duas bolas de 3 de Nelson. Mas, Paul Pierce foi lá e marcou de longe, 48 a 42. Pierce forçou um tiro de 3, e conseguiu a falta, acertando os 3 tiros livres, 55 a 44. Enquanto Garnett lutava e pagava muitos rebotes, o time correspondia, e com mais uma bola de 3 de Ray Allen, a vantagem foi 16, 60 a 44, para a maior vantagem do jogo. Em 3 minutos, Boston fazia 12-0. Rasheed parava e irritava Howard. A vantagem estava então em 18 pontos, faltando 3 minutos. Doc Rivers fazia um ótimo trabalhando, mudando o time, parando nas melhores horas, ou seja, tudo o que não fez na temporada regular. Quando o Orlando parecia reagir, com uma bola de três de J. Ridick, Paul Pierce marcou 2 pontos e sofreu a falta, convertendo-a, colocando uma ducha de água fria em Orlando. Rondo marcou na última bola do terceiro, e o jogo ficou em 74 a 58.

Quarto período

No começo do último quarto, o jogo foi ponto-a-ponto. Até que Rasheed colocou uma bola de 3. Faltando 9 minutos, a diferença estava em 14, com Rondo ligadíssimo no jogo. Após mais um turnover, o Orlando colocou 2 bolas de 3, deixando a diferença em 10. Até que, no lance seguinte, Paul Pierce deu uma linda assistência para Glen Davis que marcou o seu e sofreu a falta, não convertida. A diferença era de 14 pro Boston, restando 6 minutos. Apesar de em nenhum momento do jogo o Orlando esteve na frente, o jogo ainda estava muito aberto. Orlando fez 4 pontos, deixando a diferença em 10. Ate que Ray Allen colocou uma de 3 para esfriar a reação. Após mais 4 pontos do Magic, a diferença foi para 9 faltando pouco mais de 3 minutos. Após varias jogadas bisonhas, Ray Allen forçando o tiro, Perkins errando tiros livres, a diferença passou a ser de 5 com 1 minuto e 40 seg para o fim do jogo. Ray Allen saiu em contra-ataque, a bola pegou no pé do atleta de Orlando e após uma confusão o juiz deu bola presa. Com Rondo pulando, a bola foi para o time de Orlando.

No lance seguinte, Rondo roubou a bola, que bateu em Garnett e saiu. Faltando 49 segundos. Após uma jogada confusa, Howard pegou um rebote e deixou a diferença em 3 faltando 14 seg. Orlando fez a falta, e Paul Pierce converteu as duas bolas, deixando a diferença em 5 faltando 13 segundos, 90 a 85. A jogada do Orlando foi armada para Nelson, que sofreu a falta e converteu a primeira bola, e após uma jogada armada, o time de Orlando pegou o rebote e fez o ponto, diferença para 2. A bola saiu e parou em Ray Allen, que também fez os dois lances livres. Posse do Orlando, faltando 6 segundos. A jogada do Magic foi para 3 com Lewis, que errou. Garnett pegou o rebote e o Celtics quebrou o mando de quadra do Orlando!

Destaques da Partida

Boston Celtics

Ray Allen – 25 pontos, 7 rebotes, 3 assistências
Paul Pierce – 22 pontos, 9 rebotes, 5 assistências
Rasheed Wallace – 13 pontos, 3 rebotes
Kevin Garnett – 8 pontos, 11 rebotes, 5 assistências
Rajon Rondo – 8 pontos, 4 rebotes, 8 assistências
Kendrick Perkins – 4 pontos, 2 rebotes
Tony Allen – 6 pontos

Orlando Magic

Jameer Nelson – 20 pontes, 9 rebotes
Vince Carter – 23 pontos
Dwight Howard – 13 pontos, 12 rebotes, 5 tocos

Por: Guilherme Camillozzi

Author avatar
Redação Celtics Brasil

7 comentários

  1. Guilherme Camillozzi

    o diferencial do Tom Thibodeau apareceu novamente

  2. Leonardo Barbosa

    Mais que nunca vamos precisar de uma boa defesa e hoje o time mostrou isso. Allen querendo jogo também foi muito bom. KG mostrando experiência. Pierce mandando ver e segurando a onda de Vince Carter.

  3. António Lemos Soares.

    Com uma defesa desta qualidade; com a atitude e o orgulho que demonstram em cada combate; os Celtics de Boston têm todas as condições para se sagrarem, pela 18.ª vez, campeões do mundo da NBA!

  4. THIAGO

    tomara que os proximos jogos da serie sejam assim ou melhor!!!

  5. H.Gomes

    Tá cheirando a título ou é só impressão minha?

  6. Willian

    Putz , to emocionado!!!!!

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.