Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Pacers 94 x 83 Celtics

Depois de cinco partidas como mandante, o Boston Celtics voltou a sentir o peso de uma torcida adversária na noite desta terça-feira (11), em Indianapolis, no Bankers Life Fieldhouse. Além do peso de atuar fora de casa, o time verde e branco teve que encarar o Indiana Pacers, líder da conferência Leste e dono de uma das melhores campanhas da NBA e acabou sendo derrotado por 94 a 86, com alguns apagões fazendo a diferença apesar da atuação até regular dos celtas.

Entre os mandantes, o grande destaque foi o veterano ala-pivô David West, que teve um aproveitamento quase perfeito de arremessos (apenas dois erros em 13 tentativas) e terminou o jogo com 24 pontos. Outro ponto a ser ressaltado no Pacers foi a estreia do pivô Andrew Bynum, que atuou por pouco mais de 15 minutos e teve números razoáveis: oito pontos e 10 rebotes. No Celtics, o armador Rajon Rondo esteve em uma noite pouco inspirada e teve números tímidos: oito pontos e oito assistências. Jared Sullinger, com 17 pontos, foi o cestinha celta.

A vitória diante de sua torcida foi de grande importância para o Pacers, que interrompeu uma série negativa de quatro jogos sem triunfos e voltou a abrir uma diferença para o vice-líder Miami Heat. No momento, a franquia de Indiana está com um aproveitamento de 73,4%. Enquanto isso, o Celtics somou a sua 42ª derrota em 64 partidas e permanece na 12ª colocação da conferência Leste, tendo remotas chances de chegar aos playoffs.

Depois do revés em Indianapolis, o time celta volta a atuar em Boston já na noite desta quarta-feira (12), quando fará o tradicional clássico contra o New York Knicks. Já o Pacers não terá esse problema, tendo dois dias de preparação até o duelo contra o Philadelphia 76ers, na noite de sexta-feira (14), em partida que será realizada no Wells Fargo Center.

Destaques do Pacers

David West (24 pontos e cinco rebotes)

George Hill (12 pontos e quatro assistências)

Paul George (12 pontos e quatro assistências)

Destaques do Celtics

Jared Sullinger (17 pontos e nove rebotes)

Kris Humphries (15 pontos e nove rebotes)

Chris Johnson (14 pontos e três rebotes)

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

8 comentários

  1. Renato

    Apesar da derrota, jogamos bem contra o Pacers.

    Chegamos a estar perdendo por apenas 1 pontos no último quarto.

    Mais um grande jogo do Humpries, desculpe Bass, mas chegou a hora de te negociar.

    Rondo genial como sempre, fez uma bandeja com para e reversão que até agora o Bynum está procurando ele.

    Sullinger continua mostrando ser um potencial All Star mesmo.

    Olynyk decepcionou, depois de ótimos jogos ofensivos, praticamente não pontuou.

  2. Rodrigo

    Projeto TANK mais idiota da história. Time faz uma força monstruosa pra vencer (as vezes consegue). Aí você olha a classificação e vê que o time já ta sendo ultrapassado pelos últimos da costa oeste também. Éramos a pick #04, agora estamos empatados com mais três times. mais uma vitória e caímos para oitava escolha.

    Escolha de meio de draft não vale nada. Todo esse fiasco esse ano pra chegar no Draft e escolher mais um E’Twaun Moore da vida.

    • rafael taborda

      Então… o Celtics não está fazendo nem uma nem outra coisa… nem perdendo pra tankar ou ganhando pra classificação…

      Talvez (como grande parte dos negócios celtas) isso tudo seja uma tremenda MIGUÉ de todos lá… ” vamos jogar duro para não ficarmos taxados como Perdedores de Propósito…'”

  3. Renato

    Rodrigo e Rafael,

    O “Tank” é um projeto da franquia, em nada se relaciona aos jogadores.

    Rodrigo,

    O projeto desse ano é bem acima da média em relação aos anteriores.

    Existem entre as 10 primeiras escolhas, alguns jogadores com muito potencial, segue meus favoritos:

    Embid
    Parker
    Wiggins
    Smart
    Exum
    Vonleh
    KJ MacDaniels

    Ou seja, vale o risco do “tank”, sem necessariamente ser um TOP 3 escolha, é lógico que quanto mais chances de escolher na frente melhor, mas ainda assim ficando no TOP 10 de escolha poderemos encontrar um grande jogador

  4. […] mais de 24h após uma derrota até certo ponto esperada diante do líder Indiana Pacers, o Boston Celtics já volta a atuar na noite desta quarta-feira (12), diante de sua apaixonada […]

  5. […] tarde de terça-feira (11), poucas horas antes da partida contra o Indiana Pacers, vencida pela franquia de Indianapolis por 94 a 83, o Boston Celtics emitiu uma nota em seu site oficial comunicando a renovação de contrato do […]

  6. Fernando C S

    A mim está claro que a decisão de tankar é da administração. O time tenta ganhar e não consegue. Falta qualidade, principalmente depois das negociações.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.