Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Prévia – Atlanta Hawks (39-38) x Boston Celtics (50-28)

Depois de ser derrotado em casa pelo Cleveland Cavaliers no confronto direto pela liderança da Conferência Leste, o Boston Celtics disputa, na noite desta quinta-feira (6), às 21h (horário de Brasília), o seu penúltimo jogo como visitante na temporada regular 2016/2017 da NBA e encerra mais um back-to-back. Desta vez, o oponente celta será o Atlanta Hawks, que está na sexta colocação da Conferência Leste e joga diante de sua torcida, na Philips Arena. Será o terceiro duelo entre a equipe de Massachusetts e a franquia da Geórgia nesta edição da liga: no dia 13 de janeiro, o Celtics venceu por 103 a 101 em Atlanta, enquanto o Hawks deu o troco no dia 27 de fevereiro, derrotando Boston por 114 a 98 no TD Garden.

Osso duro de roer no início da temporada, o Atlanta Hawks caiu de produção com o passar do tempo. Com nove derrotas nas últimas 11 partidas, a franquia da Geórgia saiu da briga pelas quatro primeiras posições da Conferência Leste e ainda não confirmou a sua classificação para os playoffs. Para não se complicar ainda mais, já que ainda terá dois jogos contra o atual campeão Cleveland Cavaliers, e encaminhar sua presença na pós-temporada pela décima vez seguida, o Hawks precisa de uma vitória sobre o Celtics, e conta com o apoio da torcida para isso.

Recuperados de lesões no joelho, o ala Kent Bazemore e o ala-pivô Paul Millsap devem reforçar o Atlanta Hawks contra o Boston Celtics, mas fora do quinteto titular e com restrição de minutos. Dessa forma, o técnico Mike Budenholzer deve escalar o jovem Taurean Prince na posição 3 e o turco Ersan Ilyasova no garrafão, ao lado de Dwight Howard. A única baixa do Hawks é o ala-armador Thabo Sefolosha, que está com um problema na virilha.

Para o Boston Celtics, o confronto diante do Atlanta Hawks é importante, mas o maior campeão da NBA já está com a cabeça nos playoffs, pois a batalha principal na Conferência Leste está quase perdida. Com a derrota para o Cleveland Cavaliers no TD Garden, a equipe celta depende agora de tropeços do rival para encerrar a fase de classificação na primeira posição. Como a missão ficou muito difícil, o Alviverde pensa agora em garantir logo o segundo lugar, e precisa de duas vitórias em quatro partidas para isso. Bater o Hawks, além de encaminhar essa posição, será uma maneira de curar as feridas e seguir em frente.

Diante do Atlanta Hawks, o Boston Celtics tem apenas uma dúvida no quinteto titular. O ala Jae Crowder, que ainda sente dores no cotovelo e jogou no sacrifício contra o Cleveland Cavaliers, pode ser poupado pela comissão técnica. Dessa forma, o calouro Jaylen Brown pode ser utilizado desde o início de jogo. O pivô Tyler Zeller, que não atuou diante do Cavaliers por questões familiares, também não tem presença garantida em Atlanta.

FICHA TÉCNICA

Local: Philips Arena (Atlanta, GA)

Horário (de Brasília): 21h

Transmissão: NBA League Pass

Atlanta Hawks: Dennis Schroder, Tim Hardaway Jr, Taurean Prince, Ersan Ilyasova e Dwight Howard. T: Mike Budenholzer

Boston Celtics: Isaiah Thomas, Avery Bradley, Jae Crowder (Jaylen Brown), Amir Johnson e Al Horford. T: Brad Stevens

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

13 comentários

  1. Agora é descansar, único jogo que precisamos mesmo ganhar é dos Nets.

    []s verdes

  2. SERGIO

    CELTICS 113 X 110 HAWKS

  3. Lucas

    É jogo pra poupar o Crowder, a gente precisa dele inteiro nos playoffs, agora que meio que já tá definido as posições.

  4. PHABIO PASSOS

    E QUANTAS ESCOLHAS TEMOS ESSE ANO NO DRAFT, E QUE POSIÇOES DE ESCOLHAS TEMOS//??

    • Phabio temos as escolhas 1, 38, 53, 57 (sem o sorteio que pode rebaixar a 1 para 4).
      Adidionalmente temos James Young, Dmetrius Jackson, Nader, Mickey Mouse, Yabu e Zizic já draftados.
      Já dispensamos RJ Hunter, Benti e M. Thornton que simplesmente draftamos porque quisemos manter as picks ao invés de trocarmos por veteranos de contratos curtos (Leandrinho-like, Perkins-like).

      Em resumo muitas picks onde temos o péssimo costume de deixar passar Antetokoumpos e Goberts para ficarmos com Olynyks.
      Por outro lado, nas duas últimas trades vieram Thomas e Crowder.

      []s verdes

      • Caso Pacers ou Bulls não queiram negociar, poderíamos até fazer coisas do tipo:

        – Trocar Jhonson, Zeller, Rozier, Young, Mickey + picks 38, 53 e 57 para o Knicks por Melo (2 anos restantes de contrato e que ainda vai produzir em bom nível, principalmente nos rebotes e ataque).
        – Oferecer 15 pratas para Monroe ou Ibaka (ou oferecer max para qq free agent).
        – Draftar Fultz

        Ainda sobram:
        Flexibilidade ~15k para contratar outro FA (renovar com Thomas e Bradley).
        Pick Nets ’18, picks Grizz, pick T’wolves, além das nossas próprias picks.
        Flexibilidade mais tardes (Jbko 5k, Crowder 6, Smart 3).

        Thomas-Bradley-Melo-Horford-Ibaka
        Fultz-Smart-Crowder-KO-Zizic
        Nader-Green-Brown-Jbko-Yabu

        []s verdes

        • Sander

          Marcos, não acha que o Karnowski seria uma boa escolha de segunda rodada?? O cara tem um físico monstro para brigar no garrafão, sabe arremessar, bom de lance livre…

          Acho que seria mais útil que o Zeller.

      • Lucas

        Existem tantas saídas laterais pra essas picks nossas (menos a supostamente 1ª escolha, que pode ser entre 1 à 4), trocar pra uma escolha top 3-5 da segunda rodada, ou tentar arriscar na primeira rodada e draftar um stash, igual o Zizic e o Yabu, ou fazer trocas para os próximos anos, só pra ter um plano C ou D pra quando a fonte secar por assim dizer (Se o Nets quiser mandar mais escolhas pra gente, tamô ai kkkkkkkkk).

  5. Lucas Oliveira

    Concordo em descansar o Thomas e Horford, o resto tem que jogar, especialmente o Bradley que com tantas idas e vindas não é sobra do jogador que era no começo dá temporada. Precisa jogar, recuperar a confiança e ganhar ritmo.
    Crowder volta zuado toda a vez que para ou se machuca, tem que continuar também, mesmo que limitado em minutos.
    Daria um descanso ao Smart também, ele vem jogando minutagem de titular desde o começo dá temporada sem descanso. Podia aproveitar e treinar arremesso, já que vêm em uma sequência terrível.

  6. Sander

    Horford com 4 pontos e Amor com 2, não tem como ganhar né???

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.