Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Prévia – Boston Celtics (12-14) x Detroit Pistons (12-14)

Na noite desta 4ª feira, o Boston Celtics realiza seu quarto jogo consecutivo em seus domínios, ao receber o embalado Detroit Pistons. No primeiro jogo entre as franquias, vitória do time de Michigan por 87×77, no The Palace of Auburn Hills. Esse jogo marcou a menor pontuação celta, até a presente data, na temporada.

O time adversário vem de uma grande vitória, ao derrotar o poderoso Indiana Pacers, por 101×96, em Indiana. O Pistons foi o primeiro time, nesta temporada, a conseguir tal feito (o Pacers estava 11-0, em casa, até então).

Josh Smith, que chegou a experimentar o banco de reservas em Detroit, vem de duas ótimas partidas, tendo marcado 30 ou mais pontos em ambas. Contudo, a maior força do time de Michigan reside em seu garrafão. Greg Monroe & Andre Drummond formam uma das (se não a melhor) melhores duplas de garrafão da NBA.

O Celtics, por sua vez, vem de duas vitórias consecutivas (sobre Knicks e Timberwolves), liderando a decepcionante Divisão do Atlântico. Jared Sullinger e Jordan Crawford vem jogando acima das expectativas, conduzindo a franquia de Boston, principalmente na parte decisiva dos jogos, às vitórias.

É importante que o Celtics evite os rotineiros apagões, em algum dos quartos, neste jogo. O time de Detroit venceu 5 dos seus últimos 6 jogos fora de casa (sendo que a única derrota nesses 6 jogos veio apenas no overtime). Entretanto, é bom que o adversário também saiba o que está por enfrentar. O Celtics também venceu 5 dos seus últimos 6 duelos no TD Garden.

Por fim, as duas franquias ostentam a mesma campanha em 26 jogos. Quem vencer, ficará a frente, na briga por uma boa colocação para os Playoffs.

Ficha Técnica

Local: TD Garden (Boston, Massachusetts)

Horário: 22h30 (Horário de Brasília)

Transmissão: @Celtics_Brasil

Boston Celtics: Jordan Crawford, Avery Bradley, Jeff Green, Brandon Bass e Jared Sullinger. Treinador: Brad Stevens.

Detroit Pistons: Brandon Jennings, Kentavious Caldwell-Pope, Josh Smith, Greg Monroe e Andre Drummond. Treinador: Maurice Cheeks.

Author avatar
Rômulo Portugal
Rômulo é carioca, advogado, e fã de futebol, NBA e NFL. Acompanha o Celtics desde 2003. Seu fanatismo pelo maior campeão da NBA o fez torcer para os demais times de Boston. Como bom carioca, é Vascaíno. Tem Paul Pierce como primeiro e grande ídolo na NBA.

22 comentários

  1. Danilo Jeolás

    Nosso garrafão evoluiu bastante desde o jogo em Detroit, mas embaixo da cesta contra Drummond e Monroe é complicado. Jogo duro, mas espero que Crawford e Green façam a diferença fora do garrafão. Creio em vitória apertada, sem que nenhum dos times faça 90 pontos.

  2. Marcos Adriano Gonçalves

    Parada dura!!!

  3. João Pedro

    Jogo mais difícil do ano, temos q tentar impedi-los ao maximo de pontuarem dentro do garrafão e torcer para q o nosso perimetro meta todas as bolas possíveis

  4. Dia dos pivôs que chutam do perímetro em Boston! Sully fazendo miséria, e uma ou duas cestinhas do Fav e do KO, anotem!

  5. Fernando C S

    Vejo como possibilidade onjogo de perímetro. Melhor não tentar ganhar pelo garrafão, mas dificultar as tentativas do adversário.

  6. PQP, e isso mesmo que to vendo no box Score? 42 PONTOS NO PRIMEIRO periodo o.O

  7. Danilo Jeolás

    Que primeiro quarto foi esse… Crawford e Bradley combinaram para 20 pontos!!

  8. Marcos

    O Bass cag*** td na ultima jogada… Terceiro quarto horroroso como de costume, e AB estava mais perdido que o A Mineiro em Marrakech na marcação do Jennings (quando RR9 voltar qd ver se ele mete 28 pts no TD)…

    Pena pelo Green n ter conseguido o clutch e Jared Sullinger jogando em nível All Star … Bola que segue, agora pensar bem nas possíveis trades (sem comprometer pra trazer nego meia boca que nesse time já tem mts) e pensar nos Wizards….

    []s verdes,

  9. Igor Jordan

    gastou todo o arsenal no primeiro quarto

  10. Fernando C S

    O jogo foi bem parelho no final. Novamente tivemos muitos altos e baixos. Jennings e Drummond fizeram a diferença. Mas nosso time cada vez melhor. Quem diria ni início da season que poderíamos encarar aquele garrafão?

  11. Marcos

    Consigo ver algumas coisas boas claramente agora que temos mais de 20 partidos:

    1) Temos um técnico de verdade. Sim, o técnico que é mais novo que mts jogadores já está se convertendo de promessa a realidade. E quando vemos o Dumb D’Antoni no rival e Jason Kidd é de abrir um sorriso ver Stevens no nosso banco. Quando os comentaristas dizem que Rivers é talvez o melhor técnico em atividade podemos dar mais gargalhadas.

    2) Jogadores com culhões: Jared Sully acabou de dar uma entrevista ao Boston Herald dizendo claramente: “Quem acha que vamos tankear beija o meu traseiro”. Sully, Green, Crawford são grandes prospectos de um time futuro contender.

    3) Inteligência tática: O time tem evoluído muito. Veja a regra de Bill Russel “no easy baskets” parece estar sendo aplicada. Com um garrafão mais poderoso como o jogo de ontem. Põe os caras no lance-livre. SEM CESTA FÁCIL. Nesse quesito temos melhorado. Outra coisa a se destacar os bons rebotes de AB que tem permitido a ele sair de quadra sem ter os piores %’s da Liga, fundamental já que ele é incapaz de dar uma assitência.

    4) Rondo voltando em nível, considerem-se nos playoffs. Se os Nets não demitirem Kidd não vão conseguir nos passar. Knicks é um time ridículo, Raptors meia bomba e Phila-Carter-Willians não vai conseguir devido a lesões que assombram o elenco.

    5) Gostem OU NÃO, Ainge é o melhor GM que passou pelos C’s nos últimos 20 anos. É a realidade. Ele mountou o BIG 3 versão 2.0. Perder KG e Pierce foi duro, mas temos de confiar no cara, ainda mais agora que o técnico parece ter mais competência em escolher jogadores e vai ajudar MUITO principalmente nas escolhas do draft. Poxa, será que é muito pedir um folêgo para o Danny? Só eu que acho que o cara tem muito crédito ainda pra queimar?

    Go C’s,

  12. Danilo Jeolás

    A derrota de ontem foi doída, mas concordo que só perderemos a Atlântico se os Nets arrumarem um treinador de verdade e logo. Mantendo-se Kidd, eles ficarão atrás da gente.

    O elenco do Raptors melhorou com a megatrade com Sacramento, mas até os atletas se adaptarem no Canadá demora um pouco, também não os vejo na nossa frente. Os Knicks tentarão Parker ou Wiggins (e tudo que a NBA quer é o canadense nos Knicks ou nos Lakers) e os Sixers mal conseguem ter jogadores para preencher o banco, já que grande parte do plantel é de vidro.

    O trabalho de Stevens é notável até aqui e tudo isso sem um pivô ao menos razoável e com o All-Star da equipe no estaleiro.

    • Marcos

      No final da história acho que o Sacramento tb se deu bem com essa trade. Cousins + Rudy G é uma combinação egoísta mas mt forte. Os Nets estão desapontando mesmo, ou demitem logo o Kidd ou vai passar a ser um vexame histórico.

      Também acho que o Wiggins vai acabar “pela mão do destino” indo parar nos Lakers ou nos Knicks. Mas não estou nem aí.

      Os Celtics sempre foram uma EQUIPE e ainda que o talento individual valha muito quem ganha o anel é a EQUIPE (vide Srs. D-Wade e Judas Allen escudeiros fiéis do LeBrica – sem eles nenhum anel para o traidor de Cleveland).

      Por esse mesmo motivo quero Carmelo bem longe de Boston. Ainda que aparente ser boa figura acho difícil que ele aprenda essa idéia de jogo coletivo com uma idade avançada.

      Vamos atrás de um Center – TOP e acreditar nas indicações do Stevens para o draft. Quantos primeira ronda viraram umas amebas? Nada melhor que um técnico que conheço os dois lados para poder indicar futuras estrelas, que sobretudo joguem por e para a FRANQUIA.

      []’s verdes

  13. Jean

    To de cara com a evolução do Celtics! Belo jogo contra o Detroit, que ta uma equipe foda esse ano por sinal… não sei se é simplesmente um trabalho de bastidores que o Brad ta fazendo mas ta muito bom! Um time antes desacreditado vem mostrando que bate de frente com qualquer outra equipe, e o melhor, a tendência é evoluir ainda mais com o retorno do Rondo. Só espero que as transferências que podem acontecer nos próximos meses não interrompam essa excelente sequencia.

  14. Shandyego Nunes

    Belo jogo, estamos encarando de frente adversários com uma boa sequência, estou gostando do trabalho do Brad, agora torcer que as trades não caguem o elenco…

    Sully está virando um belo all-star hein.

  15. PHABIO PASSOS

    time começou bem o jogo tivemos 19 ponto na frente no primeiro quarto, depois desceu uma ladeira sem freio,so no ultimo voltou a entra em quadra.. tem ago errado na rotaçao….tem dar uma melhorada nissso

  16. Se pude notar algo nesta partida foi o balanço de nossa equipe, teve hora em que tinhamos os startes com praticamente a mesma pontuação pra todo mundo, estamos jogando em equipe e isso apenas ficara melhor fom a volta de Rondo.

  17. Fernando C S

    Pessoalmente sinto satisfação em ter como técnico da equipe uma pessoa voltada para o trabalho e para o estudo. São estas as noticias que sempre vemos veiculadas sobre o Stevens e até o momento nada ao contrário foi dito, nem mesmo a título de boato ou intriga. Nenhuma saudade do Pai Joel Rivers, a quem agradeço os serviços prestados (como diz a minha esposa, vá com Deus e leve as pulgas). Da equipe, o único que decepciona com D é o G-Wall. Basta não termos ansiedade e não fazermos trades afoitas, que certamente teremos o que comemorar em breve.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.