Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Prévia – Boston Celtics (18-7) x Detroit Pistons (11-17)

Depois de derrotar o Dallas Mavericks fora de casa e recuperar a vice-liderança da Conferência Leste, o Boston Celtics volta a jogar diante de seu torcedor na noite desta sexta-feira (20), no TD Garden, em partida válida pela temporada 2019/2020 da NBA. Dono de uma das melhores campanhas da liga como mandante, o time verde e branco de Massachusetts recebe o Detroit Pistons, que luta para se consolidar na zona de classificação para os playoffs. A partida começa às 21h30 (horário de Brasília) e será transmitida no NBA League Pass.

Com uma grande campanha nos primeiros meses da temporada, o Boston Celtics ligou o sinal de alerta na última semana, após sofrer com lesões de atletas importantes e ser derrotado por Indiana Pacers e Philadelphia 76ers, rivais na briga pelas primeiras posições da Conferência Leste. A preocupação, entretanto, foi embora com uma vitória convincente diante do Dallas Mavericks, que garantiu ao Alviverde uma pequena vantagem na acirrada disputa pelo segundo lugar do Leste. Dono de uma das melhores campanhas como mandante nesta edição da liga e com quatro dos próximos cinco jogos em Boston, o Celtics conta com o fator casa para ampliar essa folga na vice-liderança e encostar no primeiro colocado Milwaukee Bucks.

Diante do Detroit Pistons, o Boston Celtics tem quatro desfalques confirmados: o combo guard Marcus Smart, com uma infecção no olho, o ala Gordon Hayward, que se recupera de uma lesão no pé esquerdo, e os pivôs reservas Vincent Poirier (fratura do dedo mindinho da mão direita) e Robert Williams (dores no músculo do quadril). Além disso, o armador Brad Wanamaker, com uma entorse no tornozelo esquerdo, pode desfalcar o Alviverde no TD Garden. Com essas baixas, a tendência é que Brad Stevens mantenha o ala Semi Ojeleye no quinteto titular do Celtics.

Figura cativa no meio da tabela da Conferência Leste nos últimos 10 anos, o Detroit Pistons encontra dificuldades para brigar por uma vaga nos playoffs. Com uma campanha irregular, incluindo três derrotas nos últimos quatro jogos, a franquia de Michigan ocupa uma modesta 10ª colocação do Leste, mas ainda sonha com a entrada no G8 por causa da fragilidade de seus oponentes. Contando com um dos melhores garrafões da liga, com Blake Griffin e Andre Drummond, além do armador Derrick Rose na rotação, o Pistons quer surpreender o Celtics em Boston e mostrar que ainda pode ser competitivo na competição.

Assim como o Boston Celtics, a equipe do Detroit Pistons sofre com várias lesões em seu elenco. A principal baixa é o armador Reggie Jackson, que está com um problema na coluna. O ala-armador Khyri Thomas se recupera de uma cirurgia no pé direito, e o ala-pivô Christian Wood sofreu uma contusão no osso do joelho esquerdo. O ala-pivô Blake Griffin, por sua vez, não está 100% e se queixa de dores no joelho esquerdo, mas deve enfrentar o Celtics.

FICHA TÉCNICA

Local: TD Garden (Boston, MA)

Horário (de Brasília): 21h30

Transmissão: NBA League Pass

BOSTON CELTICS: Kemba Walker, Jaylen Brown, Semi Ojeleye, Jayson Tatum e Daniel Theis. Treinador: Brad Stevens

DETROIT PISTONS: Bruce Brown, Luke Kennard, Tony Snell, Blake Griffin e Andre Drummond. Treinador: Dwane Casey

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

4 comentários

  1. Fernando Silva

    Bom jogo até aqui. Drummond com DD.

  2. Joao

    Pessoal, eu nao sou especialista no assunto, mas n vejo o que o kanter faz melhor que o tacko ate agora. Nem o RW tb. O theis da pra perceber q joga melhor mesmo. Go tacko!!!

  3. Fernando Silva

    Kanter bem nos rebotes.

    Boa vitória.

  4. Raphael Ferraz

    Boa vitória mesmo. Algumas observações. Jaylen Brown e Tatum são o nosso futuro. G Williams não e tão ruim como muitos pensavam (inclusive eu) e Romeo Langford pode ser um jogador interessante no futuro. Podemos sobreviver sem o Hayward/ Smart.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.