Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Prévia – Toronto Raptors (24-11) x Boston Celtics (12-22)

Em meio a mais uma negociação que visa a reformulação da franquia e com os atletas desgastados, após um jogo duríssimo contra o Indiana Pacers, o Boston Celtics volta a atuar pela temporada 2014/2015 da NBA na noite deste sábado (10). Ainda com chances de subir na tabela da Conferência Leste, apesar da reconstrução, o maior campeão da história da NBA visita o Toronto Raptors, no Air Canada Centre.

Depois de voltar aos playoffs da Conferência Leste na última temporada e vender caro a classificação do veterano time do Brooklyn Nets, o Toronto Raptors mostra, em 2014/2015, que a sua evolução continua. Com uma campanha irresistível e um time sem grandes estrelas, treinado por Dwane Casey, os canadenses estão entre as melhores campanhas do Leste e, rodada após rodada, encaminham a presença em mais uma edição da pós-temporada, desta vez como candidatos ao título.

Apesar do bom momento, o Raptors volta para casa com o sinal de alerta ligado, já que vem de quatro derrotas seguidas, sendo três delas para equipes do Oeste, como visitante. Ultrapassado pelo Washington Wizards e com o Atlanta Hawks colecionando vitórias na liderança, a franquia de Toronto terá que aproveitar a série de jogos diante de sua torcida para voltar a se impor na Conferência. Diante do Celtics, o único titular que não estará em quadra é DeMar DeRozan.

O Celtics chega ao Canadá em meio a uma turbulenta negociação, que deve envolver a saída de Jeff Green e resultar na chegada do experiente Tayshaun Prince. Sem Green, a franquia verde e branca joga a toalha para a temporada e apostará, mais uma vez, no NBA Draft para acelerar o seu processo de reconstrução. Portanto, o torcedor celta não deve esperar muita coisa da equipe em Toronto e nas próximas partidas.

Na partida em terras canadenses, Brad Stevens pode surpreender na escalação. Mesmo tendo escalado Jae Crowder diante do Pacers, como substituto de Green, o treinador do Celtics cogita escalar o calouro Marcus Smart na armação e avançar Evan Turner para a posição 3. Entre os demais titulares, a aposta é Avery Bradley, autor de 21 pontos contra o Pacers.

Ficha Técnica

Local: Air Canada Centre (Toronto, ON)

Horário: 22h30 (horário de Brasília)

Toronto Raptors: Kyle Lowry, Terrence Ross, Landry Fields, Amir Johnson e Jonas Valanciunas. T: Dwane Casey

Boston Celtics: Evan Turner, Avery Bradley, Jae Crowder (Marcus Smart), Jared Sullinger e Tyler Zeller. T: Brad Stevens

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

5 comentários

  1. Barry

    Tão falando q o filho do Doc Rivens vem na negociação tbm. Armador de 22 anos. Se encaixa na rebuild.
    Apostaria no Smart titular, e ele vindo do Banco. Focaria em SF no draft e C e PF na FA. Lembrando q teremos espaço no CAP e algumas e algumas exeções tbm.
    Acho q estamos no caminho certo. HJ é torcer pela derrota. Ano q vem voltamos aos playoffs.

  2. Fernando C S

    Com tantas opções, eu não ficarei surpreso se o DA montar um time contender do dia para a noite. Por enquanto só é complicado convencer alguém na FA.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *