Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Raptors 115 x 109 Celtics

Dois dias depois da derrota para o Dallas Mavericks, o Boston Celtics e sua torcida tiveram uma sensação de filme repetido na noite de quarta-feira (20), no Air Canada Centre, diante do Toronto Raptors: depois de um início ruim, o Alviverde reagiu e conseguiu virar o placar, mas não teve força e competência para manter o resultado no último período. Alheio aos problemas celtas, os canadenses aproveitaram o fator casa e a irregularidade adversária, vencendo o jogo por 115 a 109.

Destaque do Toronto Raptors na temporada, o ala-armador DeMar DeRozan teve um aproveitamento de arremessos superior a 50% e encerrou o jogo como cestinha, com 34 pontos. No garrafão, o lituano Jonas Valanciunas aproveitou a fragilidade defensiva dos gigantes celtas e anotou um duplo-duplo: 19 pontos e 12 rebotes. O ala-pivô argentino Luis Scola também fez boa partida na área pintada, com 18 pontos e cinco rebotes.

Pelo Boston Celtics, o armador Isaiah Thomas não teve uma noite muito feliz nos arremessos, mas foi o cestinha da franquia de Massachusetts, com 21 pontos, e ainda contribuiu com 10 assistências. O ala-armador Avery Bradley, com 19 pontos, e o ala Jae Crowder, com 17, foram os outros dois titulares que marcaram mais de 10 pontos. Entre os reservas, destaque para mais uma atuação sólida de Kelly Olynyk, autor de 18 pontos, que encerrou o jogo com plus minus de 11.

Invicto há seis jogos, o Toronto Raptors conquistou 27 vitórias em 42 jogos na temporada 2015/2016 da NBA e está consolidado na vice-liderança da Conferência Leste, atrás apenas do Cleveland Cavaliers. Já o Boston Celtics, que tem aproveitamento de 51,2%, segue no G-8 da Conferência Leste, mas está ameaçado por três equipes: Washington Wizards, New York Knicks e Orlando Magic.

Toronto Raptors e Boston Celtics voltam a jogar pela temporada regular na noite desta sexta-feira (22), diante de suas respectivas torcidas. Enquanto os canadenses recebem o Miami Heat no Air Canada Centre, o Alviverde encara o Chicago Bulls, no TD Garden. Raptors e Celtics ainda se enfrentarão mais duas vezes nesta temporada, nos dias 18 e 23 de março.

Destaques do Raptors

DeMar DeRozan (34 pontos e seis assistências)

Jonas Valanciunas (19 pontos e 12 rebotes / duplo-duplo)

Luis Scola (18 pontos e cinco rebotes)

Destaques do Celtics

Isaiah Thomas (21 pontos e 10 assistências / duplo-duplo)

Avery Bradley (19 pontos e dois rebotes)

Kelly Olynyk (18 pontos, quatro rebotes e quatro assistências)

https://www.youtube.com/watch?v=IyALRKuTfqs

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

1 comentário

  1. Maurício Green

    Não da p ganhar quando seus bits titulares combinam p 5 pontos. Fomos massacrados no garrafão no primeiro quarto. Depois o Brad aplicou o smalball e nos botou no jogo novamente. Mas o Raptos se adaptou e voltou a nos penalizar na área pintada. Fora o DeMar que estava impossível, nem AB nem Crowder conseguiram segurar.

    Se não arrumarmos o garrafão…..

    Por outro lado foi um jogo em alto nível. Temos e que aprender a fechar os jogos e principalmente a bater nos times mais fracos, pq estamos endurecendo com os melhores times da liga.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.