Razões para se animar (ou não) com o novo Boston Celtics