Rivalidade além das quadras: Celtics disputa contratação de Anthony Davis com o Lakers

Maiores campeões da história da NBA e protagonistas de uma rivalidade que já dura mais de 70 anos, Boston Celtics e Los Angeles Lakers travam uma guerra fora das quadras em busca da contratação do ala-pivô Anthony Davis, do New Orleans Pelicans. Em seu perfil no Twitter, o jornalista Adrian Wojnarowski, da ESPN, relatou que o maior campeão da história da liga e o rival californiano articulam propostas junto ao vice-presidente de operações do Pelicans, David Griffin, que luta para fechar um acordo antes da próxima quinta-feira (20), quando será realizado o 2019 NBA Draft.

De acordo com Adrian Wojnarowski, o Boston Celtics não está medindo esforços para contratar Anthony Davis, mesmo depois de sofrer críticas do pai do atleta e uma ameaça pública do agente do camisa 23, Rich Paul. Responsável pela carreira do ala LeBron James, astro do Lakers, e entusiasta da transferência de Davis para Los Angeles, Paul disse que o ala-pivô só fica em Boston por uma temporada, caso a troca com o Pelicans seja realizada.

Sonho antigo da diretoria do Boston Celtics, Anthony Davis é visto como o maior trunfo do Alviverde para convencer o armador Kyrie Irving a renovar contrato com a franquia. Dada como incerta nos últimos dias, a permanência de Irving no Celtics ganhou força com a grave lesão sofrida pelo ala Kevin Durant, do Golden State Warriors, durante as Finais da NBA: o armador celta pretendia se juntar a Durant no Brooklyn Nets ou no New York Knicks, mas o problema no calcanhar de aquiles do ala mudou os planos da dupla.

O Los Angeles Lakers, por sua vez, ainda sofre para fechar um pacote que agrade o New Orleans Pelicans, mesmo com o incentivo de Rich Paul. A franquia californiana quer enviar o armador Lonzo Ball, o ala Brandon Ingram e a quarta escolha do 2019 NBA Draft por Anthony Davis, mas o Pelicans ainda está achando pouco, e o Lakers faz jogo duro para incluir o ala-pivô Kyle Kuzma nas negociações. Esse jogo duro de New Orleans, inclusive, já descartou duas franquias que estudaram propostas por Davis: Brooklyn Nets e Los Angeles Clippers.

Recrutado na primeira escolha do 2012 NBA Draft, Anthony Davis tem 26 anos e é um dos jogadores de garrafão mais dominantes da liga, nos dois lados da quadra. Seis vezes escolhido para o All-Star Game e três vezes incluído na seleção ideal da temporada, Davis disputou 56 partidas pelo Pelicans em 2018/2019, com médias de 25,9 pontos, 12,0 rebotes, 3,9 assistências e 2,4 tocos em 33 minutos por partida, além de 51,7% de aproveitamento nos arremessos.

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 27 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

19 Comments

  1. Paulo André Machado Kulsar disse:

    Não vale a pena abrir mão de jogadores jovens, que podem conquistar títulos no futuro, para ter AD por apenas um ano.

    18

    1
    • Teobaldo disse:

      Tô de saco cheio desse tal de futuro, Paulo. Eu quero montar um time forte hoje para ganhar hoje. Se for possível manter o time campeão por alguns anos, melhor, mas essa historinha pra boi dormir de “fazer os caras evoluírem para criar uma dinastia” já torrou o saco (o meu, pelo menos). Desculpe o desabafo. Abraços!

      3

      11
      • Marco Ferreira disse:

        Eu te entendo Teobaldo, sei que esse processo é um saco, mas quando pararam nosso rebuild para criar o tal “time campeão”, pegamos o Kyrie e o Hayward e não conseguimos nada…

        Chegamos em um jogo sete da final do Leste no ano passado sem os dois. Vamos imaginar se tivéssemos esse espaço no CAP neste momento, um contrato máximo e um valor agregado.

        Admiro muito a coragem do Toronto, foi uma loucura para ter o Leonard, e deu certo. As vezes fico pensando se tivéssemos trocado o Kyrie pelo Leonardo se não estaríamos no lugar deles nesse momento.

        Agora é ser realista, não acredito que vamos conseguir uma mudança grande para sermos campeões. Investir um monte de coisa no Davis nos deixaria em ponto de ser Campeão?

        Desfazer de ativos e de jovens jogadores para ter um jogador por um ano tem que ser igual o Toronto, para chegar. Eles já tinham uma base e nos perderíamos a nossa para ter o Davis.

        Let’s Go Celtics…

        12

        0
      • Marcos disse:

        Não adianta Teobaldo.
        Os caras gostam é de torcer pra Bradley e Olynyk.

        Se existe a possibilidade de pegar estrelas e ser campeão quando fez o AInge em 07, o GM tem a obrigação de tentar.

        Ah, e avisa aí que o Kawhi chegou e levou o Raptors para o título em cima do GSW.
        Isso mesmo, técnico de 1o ano, um PG chamado Lowry e o LEONARD ganhou tudo por um time do Canadá.
        Temos que ir com tudo para cima do Davis.

        Abs verdes

        3

        7
        • Teobaldo disse:

          É isso aí, Marcos. De que adianta ganhar “no futuro” seu eu (ou qualquer um de nós) não estivermos vivos para ver? Carpe Diem, meus amigo!!! Temos de viver “o hoje”!

          0

          4
          • Teobaldo disse:

            Assassinei a Língua Portuguesa, mas a culpa é do teclado (e do chefe que não sai da cola; o cara só pensa em trabalhar, pô!!!! KKKKK!!!!

            1

            0
  2. Erondi Nunes disse:

    Por favor Boston, largue mão desse cara, recado mais claro do q foi passado pelo empresário é impossível.

    Acho q ele vai pra NY.

    20

    1
  3. Renato disse:

    Isso ai, esta na hora de correr riscos “Quem nao arrisca nao ve Deus”. Se a chegada de Davis ja for motivo para renovaçao do Irving ja seria otimo, alem do mais isso força o Lakers a dar todos os ativos possiveis e se nao der, serve de argumento pro Celtics renovar com o Davis e falar “Nos demos tudo por vc, Eles (Lakers) Nao”. Davis quer ser campeao e o Celtics e o encaixe perfeito pra ele e pra nos tambem.

    3

    11
  4. Marcos Vinícius Witzke disse:

    Sou fã do Tatum. Porém acho que se conseguirmos convencer Davis e Kyrie que juntos em Boston vão ser campeões, o Tatum roda fácil. O Brown encaixaria muito melhor nesse time. IRVING (não defende), SMART (cobre a defesa do IRVING e ainda arma bem), BROWN (se conseguir manter uma consistência, é muito bom em ambos os lados da quadra), HORFORD (nosso lider) DAVIS (Celtics é oq ele precisa pra finalmente ser o MVP e ganhar um título) Sinceramente eu acho muito bom esse quinteto, indo Tatum pra New Orleans com muito pesar no coração. Time muito bom defensivamente. E com 2 foras de série e 3 muito bons jogadores. Agora qual a possibilidade do Durant? Visto que com a lesão dele o preço vai cair e muito na FA.

    2

    2
    • Shandyego Nunes disse:

      Eu ainda fico com um pé atrás em relação ao Rich Paul, qual a influência dele no Davis, se ele realmente ficar só uma temporada, é um risco que não poderíamos sofrer, além do mais, ele terá motivação pra jogar em Boston?
      Penso que voltar a ser um time promissor é viável, depois da decepção que foi o Irving.
      Sobre Durant, Knicks pretende oferecer o máximo por ele mesmo assim…Lembrando que apenas 1 jogador na história que teve essa lesão conseguiu voltar melhor, Dominique Wilkins, de resto, todos voltaram pior e jogaram no máximo 2 temporadas…

      1

      0
    • Wendel Correia disse:

      Perfeito.

      0

      0
  5. Marchall disse:

    Todo mundo quer Davis e Irving continuando nos Celtics. São craques!

    Mas isso não vai acontecer meus amigos. Realidade é Rozier e Capela + picks horríveis que pegamos.

    Nem playoffs vamos pegar na temporada que vem!

    1

    10
  6. Celso Cachali JR disse:

    Ainge pela amor de deus… esquece o sobrancelha de vidro… foca em capela, monta um elenco jovem em torno de BRown e Tatum…. RUSSEL, CONLey e RUBIO como boas opções..
    Esquece tb o Terra plana… deixa ir embora

    10

    1
  7. Chiovato disse:

    Russel, qual situação dele no Nets?

    Seria bom, mas tentaria Kemba, Conley ou Russel nessa sequência se Irving sair. Só ficaria com Irving na certeza de Davis vir e renovar!!!!!!!

    Caso contrário montaria um time com um desses 3 PG, Brown, Tatum, Hoford, Capela.

    Hayward vindo mais forte do banco somado à Willians e 1 ou 2 picks desse draft e um veterano. Óbvio que gostaria de uma adição na PF trocado por Horford, mas é improvável. Vejo o quinteto que citei sendo forte de garrafão ofensivo e defensivo, tendo pg bom e 2 jovens com médias acima de 15pt no mínimo. Vejo time forte pra chegar em final de conferência…depende tudo do PG, manter 1 dos 2 jovens e garrafão forte.

    7

    2
  8. gabriel neubert disse:

    Boston é o time que pode oferecer o maior contrato a irving. Se ele quer sair, podia assinar com boston primeiro pelo max e depois ser trocado com brooklyn ou numa troca com 3 equipes pra trazer ativos ao celtics e assim usarmos esses ativos no davis.

    2

    0
  9. Erondi Nunes disse:

    Fazer all in como o Toronto é um risco muito grande, eles deram sorte do Durant tá machucado e depois o Klay Thompson.

    Imagine se trazerem o Davis e ele se machuca e não joga os offs.

    Nāo se esqueçam q a sorte nunca sorri pra nós.

    Anthony Davis q jogar com LeBron, não adianta negar isso, ele até tirou o Clippers da jogada, resta torcer pra NOLA trocá-lo com outra franquia.

    Se fazer all in e fracassar (há grandes chances) voltaremos a estaca zero.

    Deveríamos tentar fazer um time como San Antonio anos atrás, se não me engano Tony Parker, Tim Duncan e Ginobli todos vieram de draft.

    Rich Paul quer colocar Davis e James juntos, está muito claro isso.

    1

    0
  10. Marchall disse:

    Nosso cenário é o pior possível!

    Esse bost4 do Irving só sugou o Celtics, é um fracassado que não tem a mínima noção do que é jogar aqui. Vai pra outra franquia ou provavelmente pro Lakers para ser putinh4 do James. É pra isso que ele serve!

    Agora é tentar manter o Horford, um dos JJ e o Marcus Morris. São os únicos que merecem ficar aqui. O resto pode ser negociado pra ver se da pra pegar alguma coisa perto da decência pelo menos.

    Talvez Rozier + Brown + Smart + Picks dê um Drummond. É o que restou para nós na temporada que vem!

    Minha sinceridade incomodadas vocês, mas é a verdade. Sem ilusão! Abraço

    2

    2
  11. Renato Rissi disse:

    celtics tem boa parte de torcida besta…
    tão nessa de rebuilding e ganhamos 1 titulo nos ultimos 30 anos.
    Piada esse time e diretoria,

    1

    1
  12. Jailtonsv disse:

    Sobre o Irving, vamos pensar com mais calma.

    Quando KI chegou, Hayward se machucou e emendamos umas 16 vitórias seguidas, com o cara sendo importantíssimo.

    Sendo ele, inegavelmente o jogador mais talentoso do elenco, pareceu óbvio que havia ocorrido um upgrade em relação a Thomas (embora, eu discorde nesse ponto). Não passava pela cabeça de ninguém (ou pelo menos não era manifesta a ideia) de que o time era melhor sem ele.

    Neste período não havia essa conversa de “ele polui o vestiário”, “não é líder” e outros conceitos vagos que buscam explicações superficiais em conceitos ambíguos para justificar a falta de resultados. Quando tudo estava bem, “poluição” e “falta de liderança” não pareciam importar.

    Após ele se machucar, o Celtics conseguiu estabelecer um basquete de alto nível? Sim. Foi bem nos Playoffs? Sim. Mas, ponderemos, pegamos um Bucks desarrumado, sem treinador. E um 76ers inexperiente. E finalmente, perdemos para LeBron e Amigos, em uma série que faltou um pontuador acostumado a pressão, principalmente no jogo 7.

    KI exceto pelo primeiro jogo não fez uma série boa contra os Bucks, entretanto, não podemos esquecer todas as outras séries que ele fez com a camisa dos Cavs, quantas vezes ele já decidiu partidas e destruiu séries (inclusive contra a gente). Ele pode até sair, todavia, necessitamos de estrelas que desequilibram, assim como KI fazia nos CAVS.

    No mais, prefiro optar pela prudência, Stevens é excelente e vai conseguir um estilo de jogo que explore o melhor dos jogadores. Exceto pela última temporada, ele sempre conseguiu.

    Sobre as conversas, sou a favor de esforços pelo Davis, não acho que Capela agregaria muito. A ausência de arremesso de 3, e seu arsenal ofensivo faz dele uma opção muito similar a do Robert Williams, que já não é muito utilizado pelo Steves. Conley já mostrou MUITO mais na liga do que Rozier.

    Obs: O Celtics já teve sorte até demais nesses últimos anos. Acho que não podemos reclamar disso não.

    1

    1

Deixe um comentário