Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Sem timoneiro o barco fica à deriva

Acho que todo mundo aqui sabe que sempre fui um grande crítico de Doc Rivers.

Pra mim, Rivers é um treinador extremamente limitado em suas ações dentro de quadra e que tinha como maior ponto positivo a sua suposta capacidade de unir e agregar o grupo, teoria que foi por água abaixo com o enorme numero de brigas internas nos últimos anos, como Wafer e Delonte se esmurrando em treino, as desavenças constantes entre Ray e Rondo, e até mesmo o recorrente caso de jogadores declarando que gostariam de sair por não se sentirem prestigiados pelo comandante.

Como já disse em outras oportunidades, Doc River, no entanto é um cara de sorte, pois se ele não tem atitude para fazer algumas mudanças, o destino se encarrega de fazê-las por ele.

Foi assim quando Ray se machucou no ano passado e Bradley teve finalmente a oportunidade de jogar em sua posição de origem, a de ala armador, e se tornar fundamental para arrancada da equipe na ultima temporada.

Foi por obra do destino que Rondo se machucou e o Celtics teve que mudar seu esquema ofensivo defasado, aplicado no inicio da temporada.

Por obra do destino também, lesões com KG e Pierce deram mais minutos de quadra para Jeff Green, que até então era um jogador sub-utilizado e candidato a fiasco do ano, para a equipe.

Mas não é a sorte que vai dar a vitória para o Celtics nesse confronto contra o Knicks.

Eu postei em minha analise no artigo de palpites, que o Knicks era favorito para esse confronto, e é, mas isso não tira da minha cabeça que se o Celtics jogasse da maneira correta, taticamente falando, poderia até mesmo varrer o time de New York.

Entretanto, nunca esperei que Doc River fosse postar a equipe em quadra dessa tal “maneira perfeita”, mas também não esperava que ele articulasse um esquema tático e uma formação tão errada, como vem fazendo.

Eu tenho minha opinião formada sobre as duas derrotas recentes no playoff, e nessa minha opinião, Doc Rivers é o grande, se não o único, responsável por elas.

Vou abaixo citar alguns erros graves que estão sendo cometidos:

 

Quinto inicial alto e lento, para uma equipe que simplesmente não foca seu ataque no garrafão

Isso é de longe uma das coisas mais bisonhas nessa formação inicial que vem sendo praticada por Rivers.
Com Garnett, Bass, Green e Pierce em quadra, você tem uma equipe de estatura considerável, o que seria um trunfo enorme se o Celtics baseasse seu jogo próximo ao garrafão.

Mas como sabemos, KG e Bass não são pivôs, são alas, e baseiam seus jogos em jump shots de média distancia, mantendo-se variavelmente afastados do garrafão.

Pierce e Green então, são jogadores que jogam mais afastados ainda, recebendo a bola quase que sempre na linha de 3 pontos, para tentar um arremesso de média e longa distancia ou buscar uma infiltração em brechas da marcação.

Então se você tem na equipe apenas jogadores que arremessam de média ou longa distancia, de que importa a estatura deles?

Nem no campo defensivo essa estatura vem gerando pontos positivos, pois o Knicks vem jogando com 4 jogadores ágeis bem abertos, deixando Chandler sozinho no garrafão e este, visivelmente longe de suas condições físicas ideais se limita apenas a buscar rebotes e fazer um ou outro corta luz para seus companheiros.

Dessa forma, os altos, porém lentos, jogadores celtas são batidos com facilidade pelos velozes adversários, resultando em cestas fáceis, bolas de 3pts sem marcação e faltas, muitas faltas.

 

De titular a relegado

7 de Janeiro de 2013, 2 dias após a lesão que tiraria Rondo de toda a temporada, o Celtics enfrentava o Knicks no território inimigo.

Contando com atuações defensivas espetaculares da dupla Courtney Lee e Avery Bradley, o Celtics se impõem em quadra e arranca uma vitória de certa forma até tranquila sobre o adversário.

Começava ali a “dupla pitbulls” como sugeria Kevin Garnett em entrevista.

A dupla inclusive foi o grande Fator-X para a arrancada que o Celtics deu após a lesão de Rondo, rumo a classificação para os playoffs.

Nos dois jogos seguintes contra o Knicks na regular, no entanto, duas derrotas. Em uma o Celtics não contava com Lee machucado e em outra Doc Rivers o colocou no banco, já testando essa formação “alta e lenta”.
Diga-se de passagem, o Celtics perdeu por 20 pontos essa partida de “teste”.

Então vieram os playoffs e inexplicavelmente, Doc River resolveu manter a formação de maior estatura, com Pierce jogando como SG no lugar de Lee.

Lee foi para o banco e NUNCA teve a chance de repetir a “dupla pitbull” com Bradley.

No primeiro jogo o ala atuou por apenas 20 minutos, sendo que em 18 deles, Bradley estava sentado no banco.

No segundo jogo, Lee nem se quer entrou em quadra enquanto a partida vaia alguma coisa. Foi colocado em quadra por River faltando 4 minutos, junto com todos os demais reservas, somente para levarem o jogo já perdido, até o fim.

Eu já tinha deixado expresso em minha analise, que o fato do Knicks ter muitos condutores de bola e eles serem todos muito ágeis, a defesa de Bradley poderia sofrer uma queda sensível. Sem Lee pra auxiliar então, o perímetro do Celtics é presa fácil e jogadores como JR. Smith, Felton, Carmelo, e pasmem, até o Prigioni vem sendo pouco incomodados na condução de bola.

 

Sem descanso, não tem perna que aguente

Ontem no fatídico terceiro quarto o Knicks já tinha colocado em quadra e com minutos consideráveis, 9 jogadores.

Já o Celtics, que tinha Garnett e Jeff Green constantemente pendurados em falta, apenas dois jogadores do banco tinham tido minutos, Terry e Crawford.

Esse erro já tinha ocorrido na partida anterior e foi simplesmente potencializado nessa partida.

Tivesse o Celtics próximo do placar no ultimo quarto, e vocês teriam presenciado Pierce, Bass, Green e Bradley, todos com mais de 40 minutos de quadra, e um banco com apenas 3 jogadores entrando em quadra, dos quais apenas dois teriam jogado alguns minutos prestáveis.

Mantendo esse ritmo, sempre vai faltar perna nos minutos finais, e se algum jogo da série acabar por ir para uma prorrogação, podem esquecer um resultado positivo para a equipe de Boston.

 

Bradley não é armador

Doc Rivers é realmente incrível.

Bradley era um jogador até certo ponto, odiado pela torcida celta em seu ano de calouro.

Jogando improvisado na posição 1, como reserva de Rondo, Bradley sempre que entrava em quadra cometia erros tolos, se enrolava na condução da bola e prejudicava sensivelmente a equipe.

Veio o destino pra dar aquele empurrãozinho pra Rivers, como já dito, a Bradley finalmente pode assumir a sua posição original, onde se destacou como um dos melhores defensores de toda a liga e peça chave para o sucesso do elenco.

Com a lesão de Rondo, temia-se que Bradley se tornasse o responsável pela armação mais uma vez, coisa que de inicio não aconteceu.

O Celtics passou a ser o time mais coletivo da NBA, com quase todos os jogadores conduzindo e distribuindo a bola e isso também foi fator preponderante para a subida de produção e classificação para os playoffs.

Mas eis que o playoff começam e pasmem, lá está Avery Bradley atuando de armador para uma equipe alta e lenta, levando a bola para o ataque conduzindo apenas com o braço direito, em eminente perigo de ser desarmado e se limitando a dar passe “balãozinho” para qualquer jogador que levante o braço e solicite a bola.

Como resultado do desaparecimento do jogo coletivo, o Celtics vem sendo a quarta equipe a mais cometer Turnover nos playoffs, mas se você levar em consideração o numero de TO por posse de bola, verá que o Celtics comete 1 desperdício de bola a cada 2,5 jogadas de ataque, um numero monstruosamente terrível.

Author avatar
Daniel Emiliano
Daniel é publicitário, web designer e ilustrador residente em Campinas/SP. Em 2008 uniu paixão e profissão e deu vida a um Blog de notícias e opiniões sobre o Boston Celtics. Com ajuda de outros apaixonados o Blog foi tomando proporções inimagináveis e hoje é este Celtics Brasil, o maior site sobre uma equipe da NBA no Brasil.

26 comentários

  1. Renan Allysson

    Concordo plenamente!

  2. Wanderson Gomes

    Realmente… tudo que eu li e realmente verdade, muitos jogadores no bancos e só dois praticamente entram, KG e Pierce são velhos já, e não aguentam muito tempo de jogo, e o Técnico parece que não ver isso… realmente ele está levando o Celtics a um ponto estranho…

  3. Marcio Urawa

    Só li verdades
    Artigo genial!

    Se o Daniel fosse treinador do Celtics, estaríamos em posição muito mais cômoda nesse campeonato.

  4. Thiago Matos

    Acredito que o Lee foi sacado por causa do ótimo momento do Green, MAS O QUE DIABOS O BASS FAZ ENQUADRA PRA CONTINUAR LÁ!!!!!! O LEE JUNTO COM O BRADLEY QUERIA VER O CARMELO FAZER +30 PTS POR JOGO!

    • Pedro

      Bass ta marcando o Melo extremamente bem… Tem jogado bem e nao tem comprometido a equipe nao

    • Marcio Urawa

      Melo fez 36 pontos em um jogo e 34 no outro.
      Como assim marcando EXTREMAMENTE BEM???

      Ontem por varias vezes ele abandonou o Melo pra que este recebesse a bola sozinho.

      Sem contar que o problema não é a marcação no Melo, e sim num geral.

      Com Bass, Pierce e Green no mesmo time, as coisas ficam desequilibradas e os baixinhos velozes daquela bosta de NY, fazem a festa.

      Doc nunca poderia ter tirado o lee.

      Quer colocar o Green? tire o Pierce ou o Bass, mas nunca o Lee, fazendo o Pierce jogar na 2, onde ele não tem condições físicas de marcar ninguém.

      • Carlos Henrique

        O Bass está marcando o Melo bem sim!
        o FGA x FGM do Carmelo não está alto, a diferença é que ele é um pontuador nato e vai forçar o jogo até umas horas…

        O nosso maior problema é a falta de armador! Nosso ataque anda bem previsível. Parece que não temos jogadas trabalhadas, tá parecendo pelada mesmo.

        Agora a culpa não se resume só na mão de um ou de outro, todos nós e inclusive eles sabem as limitações da equipe… Nos resta jogar um basquete aplicado e dispensar rótulos.

        Cabe ao Doc utilizar o elenco e cabe a quem entrar aproveitar a oportunidade e a nós torcermos. Eu espero que em Boston seja outra história e que a pressão dessa série vá para o time do Spike Lee

  5. Rafael

    Wilcox também tinha entrado desde o Q1. Só uma pequena ressalva, mas que não desmerece de forma alguma a análise, exatamente o que eu estava pensando qdo desliguei a TV ontem…

  6. Lucas

    Perfeito!!!
    Doc parece cada vez mais teimoso e atrasado

  7. Renato Lgb

    Me desculpem, mas eu não concordo!!!

    Para muitos, pouco tempo atrás nós tínhamos encontrado o quinteto ideal, mas agora não serve!!!

    Sou torcedor Celta mais não sou cego, temos menos bola do que NYK nesse momento!!! Na minha opinião para engrossarmos contra eles PP34 e KG vão ter que jogarem muito tanto na defesa quanto no ataque…
    Podemos ganhar, claro que podemos, isso é o esporte mas esta complicado, é o ano mais difícil em relação a tudo depois que KG chegou a Boston!!!

    Mas sou do tipo de cara que gosto de saber das opiniões de todos, esse excelente site na minha opinião é pra isso!, para nós trocarmos informações e opiniões do nosso tão querido time ..

    Abs á todos!!!.

    • Marcio Urawa

      Pra que muitos, que tínhamos encontrado o time ideal?

      Até onde eu sei, todo mundo queria o Green de titular, mas Nunca no lugar do Lee e sim do Bass.

      Esse time cheio de jogadores lentos e com Bradley armando, nunca que foi uma opção plausível.

      Lee e Bradley são os motivos de estarmos aí jogando contra o Knicks e o Doc do nada, acabou com isso.

      Na minha opinião, o Daniel está mais do que correto. Não só nisso, mas em tudo que escreveu.

  8. Jaca Paladium

    Doc Rivers pediu as contas!

  9. Marco

    Sempre fui um critico do Bass mas ele está jogando bem nesses offs, Carmelo faz 3x pontos? faz mais metade ontem foi de lance livre e os FGs sempre baixos na maioria das vezes e alguns arremessos feitos com grande dificuldade pela boa defesa porém ele acerta pela sua qualidade.

    Enquanto ao Doc não acho que o problema é só dele , o time depende muito de Rondo , KG e PP ainda, acredito que eles devam se aposentar no fim desta temporada e o time trazer bons jogadores na off season.

  10. Lucas

    Algumas rotações que se eu fosse o Doc Rivers tentaria fazer.. seria:

    Terrence improvisado na 1= Pq como dito Bradley não tem habilidade pra levar a bola e PP na 2 está sendo lastimável. Terrence tem habilidade pra levar a bola? não muita, mas é o que tem disponivel junto com o Lee/Terry/Bradley e dando alguns minutos a mais pra ele( Terrence) poderia estar se soltando mais no time e arriscando mais, potencial ele tem, sem contar o perfil dele de soltar assistencias. Descansando PP e arrisco colocar ele como responsável para encher o saco do JR Smith na defesa.

    Jordan Crawford: se mostrou pontuador, fazendo o trabalho que Terry era para fazer, porém ele as vezes se mostra perdido em quadra e não tem muita a postura defensiva para fazer frente com os jogadores de perimetro do NYK. Então prefiro Terry ou Lee cuidando da parte defensiva e ele (Crawford)nos momentos de muito sussego ou muito desespero na ofensiva.

    Shavlik Randolph: Poderia muito bem testar no lugar do Bass. E com isso ajudaria no descanso do KG. Digo isso pq a partir do momento que Randolph pegar ritmo de jogo ajudaria e muito na rotação. Ele é outro jogador que se mostrou com potencial de tomar a vaga de Bass.

    Green e PP: O dois juntos em quadra é bom? Sim, em termos como já foi dito PP parece estar cansado, mas ele contribui muito para o time. Green se mostrou na temporada uma grande evolução na parte defesiva fazendo frente ao L.James e na parte ofensiva impecável. Mas quando você coloca o Green (3) e PP(2), com certeza vai ter muitos TO pelo simples fato que PP (2) não rende ofensivamente, ele ate consegue dropar pontos mas o sacrificio é enorme e Green (3) de perimetro tentar 3PT até a bola chegar nele com chances boas de arremesso, já se perdeu no meio do caminho. Mesmo assim o garrafão do NYK é mais reboteiro e Carmelo pode até sair pra marca Green, mas vai esperar ele (Green) infiltrar e ter ajuda no garrafão para ajudar defende-lo. Então pra mim o ideal seria colocar Green(4) frente ao Carmelo (4) e PP(3) quando Carmelo (3) K. Martin(4) continuaria o mesmo.

    NYK explora demasiadamente 3PT pelo simples fato que eles tem muito mais jogadores de perimetro. Então a saida do Celtics seria anular esse jogo colocando PP(3) ou (4) e deixar Terrence (3) ou (1) Lee(2) e Bradley (1) ou (2)..

    O Meu quinteto inicial seria:

    Bradley (1)
    Lee(2)
    PP ouTerrence(3)
    Green ou PP (4)
    Garnett (5)

    É dificil de dizer mas PP terá muitas dificuldades na marcação com esse time do NYK explorando a velocidade do Trio de armadores e ala-armadores no perimetro. PP (4) voces vão achar loucura, mas isso não seria novidade para ele e tambem poderia ele ter uma folga do defensor imediato da (4).

    Mas isso tudo, é o meu humilde ponto de vista.. aceito criticas construtivas.

  11. Felipe Peres

    Jerry Sloan era o meu sonho de ver treinar o celtics

  12. Pedro

    Doc rivers é um técnico ruim ? sério mesmo ? aposto que te dessem esse mesmo elenco que a gente tem hj em dia com KG machucado , um paul pierce tbm baleado , sem rondo , sem sullinger , primeira opção de bigman no banco sendo wilcox e randolph e jason terry jogando lixosamente , realmente queria ver se quem critica tanto o doc faria um melhor trabalho que o mesmo.

    • Marcio Urawa

      Entre Rivers e o Daniel, eu preferia o Daniel de treinador.

      Doc é um lixo

      • Pedro

        Nego quer achar o culpado de todas as formas , o culpado é o elenco que é uma merda + lesao do rondo e sullinger , podia ate colocar o auerbach de coach que ele nao ia fazer milagre nenhum com esse elenco limitadissimo !

      • Daniel Emiliano

        Elenco é uma merda?

        Mavs perdeu Dirk = Fora dos playoffs
        Wolves perdeu Love = fora dos Playoffs
        Sixers perdeu Bynum = Fora dos Playoffs
        Lakers, tivesse perdido Kobe UMA SEMNA antes, e tava fora do playoff
        E por aí vai ….

        Celtics só ta nos playoffs porque foi montado um elenco muito forte, pois no meio do caminho ficaram Rondo, Sullinger, Barbosa, Darko, e mesmo assim nos classificamos.

        Time que perder o Franchise Player, só vai pra off se tiver um elenco muito bom que segure a barra, e esse foi nosso caso e do Bulls.
        Dois ótimos elencos.

  13. joao guama cabano

    so li mentiras

  14. Guilherme

    O que me da raiva é ver o time devagar no ataque sem movimentação, pick and roll’s, Pierce o tempo todo com o trabalho de pivo quase na linha de 3. Isso realmente não vai levar a nada. Se tem um cara que acho que não é armador mas sabe até um certo ponto jogar, por que não coloca-lo? Por que nao fazer um time com Crawford, Bradley, Pierce, Green e KG. Não precisa do Bass pra ficar marcando o Carmelo sendo que o Green pode fazer isso e assim não cansa o KG com o Chandler. E tbm não intendi de não botar o Lee nesse segundo jogo, sendo que o Terry desde qnd chegou não fez nada, so consiguia jogar bem em Dallas pq o time ja estava arrumado. E oque me irrita muito no Doc é que o tempo todo ele ta reclamando da arbitragem ao inves de se preocupar com o time. Não acho ele um tecnico ruim, mas talvez ele esteja se complicando agora. E do jeito que esta talvez nem ganhemos nem 1 jogo dessa serie

  15. Vittos

    Pessoal viaja, tem gente melhor que o Doc, mas ele é um dos melhores que tem na liga.
    O elenco é bastante bom realmente, mas não é time pra chegar nas finais, tá longe disso, KG e PP34 não são mais garotos e sem o dono do time ficou difícil, sem contar as outras lesões que atrapalharam bastante as rotações.
    Só acho que o Celtics deveria investir pesado em um cincão, faz muita falta, os times mais fortes tem os seus, só o Miami que destrói sem ter um porque o LeBron faz as 5 posições facilmente.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *