Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Summer League – Celtics 93 x 95 Spurs

Depois de quatro vitórias seguidas, o Boston Celtics sofreu a sua primeira derrota na Summer League de Las Vegas, em partida disputada neste sábado (18), no Thomas And Mack Center. E o tropeço veio no pior momento possível: em duelo válido pelas quartas de final, o maior campeão da história da NBA fez um jogo equilibrado contra o San Antonio Spurs, mas o armador Shannon Scott garantiu, no segundo final, a vitória dos texanos por 95 a 93, resultado que eliminou os celtas da competição.

Saindo do banco de reservas, o ala-armador R. J. Hunter foi o cestinha do Celtics e do confronto, anotando 22 pontos em 24 minutos. Jogador mais regular do Alviverde na Summer League, o ala-pivô Jordan Mickey foi o destaque entre os titulares, com 18 pontos, seis rebotes e três tocos. Substituto de Marcus Smart, que se machucou no jogo contra o Portland Trail Blazers, James Young não teve um aproveitamento muito bom nos arremessos (5-14), mas encerrou o jogo com 16 pontos e nove rebotes.

Terry Rozier e Marcus Thornton, que foram selecionados no último NBA Draft, não tiveram atuações de destaque. Rozier acertou apenas dois acertos em 12 arremessos e fez seis pontos em todo o jogo, mas deixou uma boa impressão ao acertar, nos segundos finais, uma cesta de três pontos que empatou a partida e manteve as esperanças celtas. Já Thornton, em 10 minutos, fez oito pontos.

Pelo Spurs, o melhor jogador em quadra foi Kyle Anderson, que fez 21 pontos em 23 minutos e liderou a sua equipe em mais uma vitória na Summer League. Entre os reservas, destaque para os 19 pontos de Jonathan Simmons. Jogador com mais tempo em quadra, o ala Jarrell Eddie terminou o jogo com 18 pontos e cinco rebotes.

Com a derrota, o Boston Celtics encerrou a sua participação na Summer League entre as oito melhores campanhas da competição, com 80% de aproveitamento. O San Antonio Spurs, por sua vez, garantiu a vaga na final após bater, neste domingo (19), o Atlanta Hawks. A decisão da Summer League será entre Spurs e Phoenix Suns.

Destaques do Celtics

R. J. Hunter (22 pontos e cinco rebotes)

Jordan Mickey (18 pontos e seis rebotes)

James Young (16 pontos e nove rebotes)

Destaques do Spurs

Kyle Anderson (21 pontos e cinco rebotes)

Jonathan Simmons (19 pontos e três rebotes)

Jarrell Eddie (18 pontos e cinco rebotes)

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

2 comentários

  1. Danilo Jeolás

    Foi uma boa participação nossa na Summer League, principalmente pelo Mickey, jogador que poderia tranquilamente ter saído no Top20.

    E Pop tem olho clínico mesmo, buscou esse Kyle Anderson com uma escolha 30.

    Sabemos que até Kelly Olynyk já foi rei em Summer League, mas sempre é possível algum parâmetro, principalmente para analisarmos quem decepciona. E infelzimente, Young parece ser bem abaixo do que se esperava dele.

    • Snowball

      Esse Anderson me lembra muito o Turkoglu. É lento e não defende, mas tem boa visão de jogo, sabe passar e arremessar muito bem. Além de ser alto pra posição. Não vai ser nenhum all-star, mas nas mãos do Pop pode se tornar um jogador muito útil (como era o turco).

      O engraçado é que eu passei um tempo odiando os Spurs por causa do draft de 97 (ficava pensando no timaço que a gente teria com Antonie Walker e Tim Duncan e tinha muita raiva). Mas aí no ano seguinte veio o Paul Pierce que se tornou o maior jogador da história Celta no período pós-Bird e a raiva foi passando. Hoje é um time que eu respeito muito e até tenho simpatia.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.