Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Tacko Fall vibra com nova chance no Celtics, e Stevens revela pressão familiar por escalação

Mais uma vez, o pivô senegalês Tacko Fall foi a grande atração de uma partida do Boston Celtics na temporada 2019/2020 da NBA. Relacionado para o duelo diante do Detroit Pistons, na noite de sexta-feira (20), por causa das lesões sofridas por Robert Williams e Vincent Poirier, o gigante de 2,31m ganhou uma chance durante o último quarto, quando a partida já estava resolvida a favor do time verde e branco de Massachusetts, e foi ovacionado pela torcida celta. Em cinco minutos, Fall fez cinco pontos, pegou dois rebotes e deu um toco, contribuindo para o triunfo de Boston por 114 a 93.

Feliz com o apoio da torcida, que esboçou até gritos de “MVP” no TD Garden, Tacko Fall falou sobre a experiência de defender o Boston Celtics pela segunda vez como profissional. “Quando o jogo estava terminando, eu sabia que entraria, com certeza. Então era apenas uma questão de entrar em quadra e me divertir um pouco”, disse o senegalês.

O técnico Brad Stevens, por sua vez, fez elogios a Tacko Fall e admitiu que sofre uma pressão dentro de casa para escalar o pivô nas partidas do Boston Celtics. A filha do treinador, Kinsley, cobrou a presença de Fall contra o Detroit Pistons, com um argumento bem convincente. “Ela disse que é hora de dar às pessoas o que elas querem”, afirmou Stevens.

Em clima de euforia pela vitória sobre o Detroit Pistons e pela participação de Tacko Fall no confronto, o Boston Celtics se prepara agora para o duelo contra o Charlotte Hornets, que será disputado na noite deste domingo (22), às 20h (horário de Brasília), no TD Garden, com transmissão da Band para todo o Brasil.

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

3 comentários

  1. Teobaldo

    Fraco Fall, é o que penso, pelo menos por enquanto. Abraços!

  2. Raphael Ferraz

    Não acho também que ele vira a ser um grande jogador na NBA. Ele eh alto, mas muito lento. A lista de jogadores gigantes que fracassaram na NBA e enorme. De qualquer forma, seria interessante ver ele jogando alguns minutos contra alguma pivô top tipo Embid, Yokic, Anthony Davis para ver se ele consegue pelo menos incomodar os caras ou se vai passar vergonha.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.