Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

76ers 106 x 107 Celtics

Na noite deste sábado (03.12), 76ers e Celtics completavam a segunda-noite de seus respectivos back-to-back’s. A equipe de Boston buscava aumentar sua sequência de vitórias, que começara com o triunfo contra o Kings, na noite anterior. A franquia da Philadelphia, por sua vez, sonhava em acabar com a sequência de 5 resultados negativos.

Melhor para o Celtics, que fechou seus jogos consecutivos com 100% de aproveitamento, enquanto a franquia da Philadelphia dormirá com 2 reveses em duas noites, já que perdera para o Orlando Magic, no dia 02.12.

Todavia, para alcançar sua 12ª vitória em 2016/2017, o maior campeão da NBA suou, e suou mais do que esperava.

Além de sofrer com péssimas campanhas nos últimos anos, o 76ers entrou em quadra sem os talentos do pivô Joel Embiid, que costuma ser poupado nas segundas noites de back-to-back.

Contudo, na ausência do seu camisa 21, outro calouro ascendeu e chamou a responsabilidade.

Dario Saric fez sua melhor atuação na NBA, até o presente momento, e liderou sua equipe, permitindo que a mesma estivesse viva no confronto até o segundo final. O croata encerrou sua ótima atuação com 21 pontos (7/12 FG) e 12 rebotes.

Para sua infelicidade, e para a sorte do maior campeão da liga, o Celtics também contou com uma atuação inspirada. O craque celta não chegou, à NBA, com a mesma pompa que Saric. O herói da noite também perde em 33 centímetros, no quesito altura, para o croata. Entretanto, lidera a liga quando o quesito é coração.

O baixinho Isaiah Thomas, xodó da torcida de Boston, mais uma vez, conduziu sua equipe à vitória, ao deixar a quadra com 37 pontos – sua maior marca na temporada e apenas 1 ponto abaixo de igualar sua maior pontuação na carreira.

Cabe frisar que o camisa 4 marcou 13, de seus 37 pontos, no quarto derradeiro, confirmando sua fama de ser um dos atletas que mais pontua no 4° período.

Por fim, fica o elogio ao treinador Brad Stevens, que soube controlar o tempo em quadra de seus principais jogadores. Ciente que uma longa temporada aguarda ao elenco e que os jogadores estavam em um back-to-back, Stevens utilizou todos os jogadores que estavam a seu dispor, exceto James Young.

Em seu próximo duelo, Stevens e seus comandados viajarão até o Texas, onde medirão forças, na próxima segunda-feira, com Mike D’Antoni, James Harden e o Houston Rockets. Esperem um jogo franco, com ambas as equipes ultrapassando (e muito) a marca dos 100 pontos.

Já o Philadelphia 76ers buscará por fim ao seu calvário, na partida contra o Denver Nuggets, também no dia 05.12, e novamente em seus domínios.

Destaques do 76ers:

  • Dario Saric: 21 pontos (7/12 FG) e 12 rebotes;
  • Ersan Ilyasova: 18 pontos e 6 rebotes;
  • Jahlil Okafor: 15 pontos (6/9 FG), 4 rebotes e 3 assistências;
  • Sergio Rodriguez: 15 pontos, 8 assistências e 5 rebotes.

Destaques do Celtics:

  • Isaiah Thomas = 37 pontos (11/19 FG e 13-15 FT’s), 7 assistências e 4 rebotes;
  • Avery Bradley = 20 pontos (9/16 FG) e 9 rebotes;
  • Al Horford = 11 pontos, 4 rebotes 3 assistências;
  • Marcus Smart = 7 pontos, 3 rebotes e 3 assistências.

Melhores Momentos:

https://www.youtube.com/watch?v=4lquC-LhKa4

Author avatar
Rômulo Portugal
Rômulo é carioca, advogado, e fã de futebol, NBA e NFL. Acompanha o Celtics desde 2003. Seu fanatismo pelo maior campeão da NBA o fez torcer para os demais times de Boston. Como bom carioca, é Vascaíno. Tem Paul Pierce como primeiro e grande ídolo na NBA.

8 comentários

  1. Soares Philipe

    Mais um jogo ruim no geral,mas uma partida espetacular do Isaiah Thomas.
    Apesar de tudo,vencemos e assumimos a terceira posição do Leste.

  2. Francisco Machado

    Saric deve ta procurando o IT ate agora kkkkkk

  3. Renato

    Acho incrível como o Celtics tem jogado mal, e ainda sim vem ganhando os jogos, isso é um sinal de maturidade do técnico e da equipe, pq saber vencer jogando mal não é fácil.

    Nossa sequência agora será muito complicada, ora de ver se a equipe reage as dificuldades.

    Bom mesmo é o Nets aos cacos, terceira pior campanha e com a evolução do Mavs nos últimos jogos não será fácil se manter nessa condição, e para aqueles que pensam que Monteiunas e a solução podem ficar certos que não resolverá.

    Ainge meu nobre, bora fazer trade e trazer um center reboteiro e um scorer confiável.

    Go Celtics

    • Renato,

      Esse é a sacada do Stevens para o roster dos C’s: o time joga de acordo com o adversário. Vamos ter “sofrência” até ele poder ter melhores ferramentas nas mãos (roster update).

      []s verdes

  4. Fernando C Silva

    Creio que passaremos a season inteira comentando sobre as carências da segunda unidade e a necessidade de um C defensivo.

    Salvo alguma trade.

    Se por aqui já identificamos faz algum tempo os pontos a melhorar, é certo que o Stevens e o Ainge também.

    Uma observação: me preocupa o relaxamento contra equipes mais fracas. Ou como o Renato disse “o time se poupa”.

    Seja como for, perdemos e vamos perder mais alguns jogos em decorrência do fato.

    Ao meu ver é essencial poupar a equipe. Mas se assim o é, melhor dar mais tempo ao Brown, ao KO e ao Rozier.

    Melhor que a primeira unidade jogando 30 minutos com o “freio de mão puxado”, pois amadurecemos os mais jovens.

    • Concordo Fernando, seria bom o primeiro time num nível alto por 30 minutos e os reservas com tempo pra desenvolverem e pegarem confiança! Brown fez grande jogos, mas tinha pouco mais tempo e transpirava confiança! Depois do seu jogo de 19 pontos, seus minutos diminuíram muito, e muito em função desse relaxamento nos jogos, que faz com que os titulares estejam mais tempo por termos um placar arriscado!

      torço pra Olynyk, Rozier e Brown terem mais regularidade nas atuações, e especialmente Brown com mais tempo…daria pra vê-lo com uma média de 8-11 pontos fácil fácil…

      e tô ansioso pra ver Zizic, mas isso levará mais tempo infelizmente… Zizic, FA e um top3 no próximo ótimo draft, seria bom pro time, mas melhor ainda é vermos KO, Rozier e Brown ‘voando’ dentro de suas capacidades essa temporada! Deem tempo pro Brown, estamos matando a confiança do garoto e travando seu desenvolvimento!

  5. Francisco Machado

    Zizic 35 pts e 12 rbt no ultimo jogo
    Esse cara ja poderia estar nos ajudando, mas fica pro ano q vem….

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.