Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Celtics 104 x 102 Knicks

O Boston Celtics entrou em quadra na noite de ontem, sexta-feira (01) diante de sua torcida no TD Garden e venceu o New York Knicks por 104-102. O jogo foi muito equilibrado em todos os períodos, e nenhum dos times obteve uma vantagem larga no marcador.

A equipe Celta não teve a mesma facilidade do último sábado no Madison Square Garden e precisou batalhar para conseguir a quarta vitória consecutiva, e o time foi conduzido principalmente pelas grandes atuações de Kemba Walker e Jayson Tatum.

No primeiro tempo da partida vimos os jogadores forçando alguns turnovers numa tentativa de pressão sobre o Knicks. Mas Tatum começou a mostrar sua força ofensiva, convertendo arremessos importantes, chegando posteriormente a 4 bolas de 3 pontos e 50% de aproveitamento, além da distribuição de passes, mostrando que pode jogar em alto nível na temporada e que a torcida Celta pode esperar boas atuações do atleta.

O Knicks em certo momento começou a liderar a partida em rebotes, mas na sequência viu o Celtics trabalhando muito a movimentação entre seus jogadores, que vinham colecionando assistências, como no passe de Tatum para Theis:

Entretanto, o Knicks não estava disposto a deixar o Celtics encaixar seu ritmo na partida e começou a dificultar o jogo, trazendo de volta o equilíbrio na partida, forçando o time Celta a desperdiçar alguns arremessos, além de uma boa atuação de Marcus Morris, ex Boston Celtics que vinha pontuando muito bem. E foi nesse momento que houve a explosão de Kemba Walker no terceiro quarto para manter o Celtics na frente do placar, com uma sequência de boas escolhas em seus arremessos, que resultou em uma partida com mais de 30 pontos pela terceira vez seguida.

Depois de boas jogadas de Hayward e Tatum, o Celtics chegou a abrir três pontos de diferença no placar com poucos segundos para o final do jogo, mas até que a bola chegou em um rosto conhecido pela torcida Celta, ele mesmo, Marcus Morris. Que converteu uma bonita bola de três pontos para empatar o jogo no TD Garden.

Então, com 4,7 segundos restantes no cronômetro, Smart colocou a bola nas mãos de Jayson Tatum, que faltando 1,3 segundos para o final do jogo, arremessou para um Game Winner com um stepback na frente de RJ Barrett.

A equipe Celta fez a lição de casa e trouxe a vitória contra um adversário considerado inferior na conferência. A equipe vem demonstrando certa consistência, mas é preciso atenção nos turnovers forçados e também nos rebotes.

Após o jogo, Kemba Walker elogiou o Game Winner de Jayson Tatum, dizendo que foi uma cesta incrível e um tremendo movimento. E, quando questionado se Tatum seria de fato o jogador pelo qual estava esperando se juntar, respondeu que sem dúvidas, dizendo que o garoto é muito talentoso e espera que ele continue confiante.

O Boston Celtics encara agora o Cleveland Cavaliers na próxima terça-feira (5) no Rocket Mortgage FieldHouse às 21:00.

Destaques do Celtics

Kemba Walker – 33 pontos, 6 rebotes e 5 assistências

Jayson Tatum – 24 pontos, 6 rebotes e 3 assistências

Gordon Hayward – 13 pontos, 9 rebotes e 4 assistências

Destaques do Knicks

Marcus Morris – 29 pontos, 9 rebotes e 3 assistências

RJ Barrett – 15 pontos, 7 rebotes e 5 assistências           

Julius Randle – 8 pontos, 10 rebotes e 5 assistências

Author avatar
Junior Santos
Paulista, 24 anos, Administrador e Analista Financeiro. Apaixonado por futebol e basquete, principalmente por dois times que usam as cores verde e branco: Palmeiras e Boston Celtics. Encontrou na escrita um hobby e busca contribuir com o entretenimento esportivo.

8 comentários

  1. Marchall

    Eu sou sempre um crítico daqui e principalmente do nosso técnico e do nosso dirigente, continuo achando os dois fracos ao nível Boston Celtics.

    Mas, eu quero fazer algumas análises positivas:

    1)Entrosamento Kemba + Hayward + Tatum. Óbvio que esses três não tem como melhor fundamento quesito defensivo, de fato. Mas estou vendo uma evolução defensiva e principalmente coletiva desses três!

    2)Smart carregador de piano. Óbvio, ele não seria titular no meu time ideal, mas coletivamente agrega mais do que Brown nesse time titular.

    3)Aspecto negativo: Ala Pivô e Pivô. Nosso garrafão deixa muito a desejar ofensivamente e defensivamente. Acredito que com a volta do Enes Kanter esse time tenha uma boa perspectiva de melhora.

    Quinteto:

    Smart – Hayward – Kemba – Tatum e Kanter

    Espero que ano que vem o Celtics consiga um grande jogador para o Garrafão. Minha preferência que já não é de hoje: Drummond!

    • Fernando Henrique

      Fala Marchall!
      Concordo com você que o trio Kemba, Hayward e Tatum tem mostrado um bom entrosamento, e também que nos falta um big como o Drummond, seria o ideal apesar de sair caro. Talvez uma alternativa mais barata como o Capela ou o Jarrett Allen do Nets, que não são tão bons quanto ele mas já acrescentariam muito

      Sobre o Smart, acredito que seu papel ideal seja o de sexto homem, como o Lou Williams no Clippers. É o tipo de reserva que quando entra não vai deixar o jogo cair, além de sua defesa acima da média ajudar a cobrir outros jogadores do banco

      Com o Rob Williams de titular, a segunda unidade deveria entrar com Smart, Theis e Kanter, manteria bem o equilíbrio

  2. Fernando Silva

    Marchall, estive olhando rapidamente a tabelas dos nossos próximos jogos.

    Acredito que na sequência dos 18 games futuros tenhamos um aproveitamento muito bom.

    Talvez 2 ou 3 derrotas.

    Se não nos afastarmos muito disso, devemos descobrir que disputamos a conferência com Phylla.

    Talvez tentemos reforçar as 4 ou 5 ainda nesta season.

    Eu insistiria em Rob Willy na 5.

  3. Marco Antônio de Paula

    Início de temporada, ainda é cedo para cravar o real potencial desse time na temporada. Na teoria briga por mando de quadra nós offs. Falta o mesmo das últimas temporadas. Garrafão. Acho que nesse quesito o time piorou nessa temporada. Mas vejo um time mais unido, mais raçudo. A Saída do Kyrie melhorou muito esse ambiente. Vejo o Tatum mais solto, mais protagonista. Kemba é um cara que joga pro time. Com a evolução de protagonismo de Tatum e Brown esse time poderá surpreender nessa temporada. Título. Sem garrafão não rola. Mas é sempre bom ver um time mais coletivo em quadra

  4. Fernando Silva

    Talvez DA e os donos da franquia tentem alguma contratação para suprir AH, caso percebam que disputados a conferência com Phylla.

    A questão é: quem?

    Acredito que poderia ser um 4 defensivo que permita termos Kanter como titular.

    Ou um 4 pontuador, o que levaria RW a ter mais minutos.

    Um 5 defensivo para efetivarmos Tatum na 4? Esta me parece a pior opção pois gostaria de ver RW com mais minutos.

    Ainda é cedo sim. Mais correto esperar 15/20 jogos para termos uma visão melhor.

    Estou feliz com o que vejo até agora.

    GH bem e ainda pode melhorar.

    Outro assunto: Morris foi mais um a lamentar o tratamento recebido em Boston.

    Neste ponto DA peca.

    Sim, na minha opinião Morris falhou quando falou para a equipe via imprensa.

    Mas, penso que compete a DA dar o exemplo: melhor se o tivesse avisado que não estava nos planos.

    • drakes

      Sabendo que o agente do Morris era o Rich Paul, suponho que se provavelmente se falaram, clube e empresário, já que era o mesmo do AD, ele deve ter pedido muito ou dito sem chances, tinha uma proposta melhor, entendo o lado do Morris, mas normalmente clubes ligam com algum aval dos empresários.

      Tanto que dois jogadores que parecem gostar da organização Celtics o demitiram, Marcus Morris e Nerlens Noel será que é coincidência, acredito que não.

  5. Marchall

    Concordo em tudo que você falou, Fernando. É o mesmo pensamento que o meu. O que infelizmente deixou a desejar de fato é um BIG nesse time.

    E queria ver Kanter + Williams juntos também. Entrando com esses dois no terceiro quarto, com a defesa do outro time cansada seria interessante!

  6. R2

    Ainda estamos no começo… muita água pra rolar, mas até agora estou sentindo falta do banco, o Edwards ainda não está adaptado, então é um peladeiro que não pontua.
    Acredito que quando tivermos Kanter, Brown e Langford (que ainda não vimos jogar) recuperados, teremos junto com o Grant Willians um banco um pouco mais efetivo e aí sim conseguiremos medir o verdadeiro potencial do time.
    Mas nosso time titular com Kemba – Smart – Tatum – GH – RW ficou bem interessante, mesmo RW sendo um cara meio cru, principalmente no ataque.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.