Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Celtics 113 x 103 Grizzlies

Na noite desta terça-feira, o Boston Celtics entrou em quadra para disputar sua 32ª partida na temporada 2016/2017 e saiu da mesma com a certeza de que vive sua melhor fase na competição.

Uma semana após derrotar o Grizzlies, no FedEx Forum, o maior campeão da NBA  castigou, mais uma vez, a franquia do Tennessee, ao voltar a derrotá-la, dessa vez em Boston. A vitória de hoje veio de forma menos dramática que a anterior, sobretudo porque o Grizzlies não pôde contar com os talentos de seu armador titular, Mike Conley, que fora desfalque de última hora.

Repetindo as boas atuações realizadas contra o Knicks, no jogo de Natal, Jae Crowder e Gerald Green voltaram a chamar atenção, especialmente o último, já que contribuiu com 19 pontos, vindo do banco de reservas, em apenas 19 minutos de aparição.

O camisa 99, por sua vez, ajudou com 17 pontos, com um magnífico aproveitamento de 67% nos arremessos, além de ter voltado a apresentar a raça e defesa que o aproximaram do segundo time de defesa da liga, na última temporada.

Habitual cestinha celta, Isaiah Thomas, apesar de não ter brilhado como em alguns dos últimos jogos, voltou a pontuar com consistência, ao trazer 21 pontos para a equipe. Foi a 16ª partida consecutiva em que o camisa 4 deixou as quadras com, ao menos, 20 pontos.

Seu parceiro de perímetro, Avery Bradley, fez jus ao status de candidato ao All-Star Game e, além das famosas qualidades para defender e pegar rebotes, conseguiu 23 pontos no outro lado da quadra, com aproveitamento superior a 50% nos arremessos.

Como visto, foi uma noite de ótima atuação coletiva, já que tivemos seis jogadores pontuando na casa dos dígitos duplos.

Pelo lado do desfalcado Grizzlies, os destaques vão para o craque espanhol Marc Gasol, que encantou os fãs de basquete com seu vasto repertório ofensivo. Tony Allen, ex-jogador celta e que havia se declarado à franquia horas antes, chamou atenção, novamente, pelo vigor físico e qualidade defensiva.

O próximo jogo da franquia do Tennessee será na próxima quinta-feira, quando receberá Russell Westbrook e o Oklahoma City Thunder, no FedEx Forum.

Como acusa o tweet acima, o Celtics vai, novamente, visitar o Cavaliers, em Cleveland, na próxima quinta-feira. O referido jogo terá transmissão nacional para os Estados Unidos. No entanto, o cenário é completamente diferente do havido quando ambas as equipes mediram forças, na Quicken Loans Arena, no mês passado.

Afinal, o Celtics ainda estava buscando entrosamento e teve de lidar com as ausências de Jae Crowder e Al Horford, ambos lesionados. Agora, NÃO! O Boston Celtics viajará para Ohio com o que tem de melhor e, ainda por cima, tendo vencido seis de seus últimos sete jogos.

Se cuida, LeBron! O Celtics vem aí.

Destaques do Celtics:

  • Avery Bradley: 23 pontos (10/17 FG), 7 rebotes, 4 assistências e 2 roubos de bola;
  • Gerald Green: 19 pontos (7/10 FG) e 5 rebotes;
  • Isaiah Thomas: 21 pontos e 7 assistências;
  • Jae Crowder: 17 pontos (6/9 FG) e 7 rebotes;
  • Marcus Smart: 13 pontos, 6 assistências, 4 rebotes e 2 roubos de bola.

Destaques do Grizzlies:

  • Marc Gasol: 26 pontos, 9 assistências, 4 rebotes, 3 tocos e 2 roubos de bola;
  • Tony Allen: 17 pontos (6/9 FG), 8 rebotes e 4 roubos de bola;
  • Zach Randolph: 16 pontos e 10 rebotes;
  • Andrew Harrison: 12 pontos, 6 assistências e 5 rebotes.
Author avatar
Rômulo Portugal
Rômulo é carioca, advogado, e fã de futebol, NBA e NFL. Acompanha o Celtics desde 2003. Seu fanatismo pelo maior campeão da NBA o fez torcer para os demais times de Boston. Como bom carioca, é Vascaíno. Tem Paul Pierce como primeiro e grande ídolo na NBA.

6 comentários

  1. Gustavo Miglioretti

    Depois desse jogo contra o Cavs temos uma sequencia de 4 jogos em casa e varios jogos em casa no mes de janeiro tbm. É a hora de abrir vantagem e chegar perto do Raptors pela #2 seed

  2. Paulo Sérgio

    Boa partida. Amir Jhonson muito bem ali no garrafão. Smart e Green comandando a segunda unidade. Amanhã veremos o quão bem estamos. Acho que dá pra conseguir essa vitória lá principalmente e essencialmente se nosso banco for bem.

  3. Renato

    Temos que exaltar o crescimento do Green, se ele trouxer 10 pontos ou mais por logo vindo do banco, ficaremos apenas com a necessidade de um center para chegar longe na temporada

  4. Barros

    Procurando os haters do Green quando Ainge o contratou.

  5. PHABIO PASSOS

    POIS E, ROBSON E BARROS, QUANDO CARA CHEGOU AQUI FALARAM MAL E TAL, AGORA É FACIL FALAR QUE ELE VEM JOGANDO BEM,GREEN E BOM JOGADOR, SO ESTAVA SENDO APROVEITADO, AGORA VAI SER IMPORTANTE PRA NOS…

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.