Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Celtics 121 x 105 Nets

Após vitórias nos dois últimos jogos da pre-temporada sobre o Nets, o Celtics reencontrou o rival da divisão, dessa vez “jogando pra valer” na estréia das duas equipes na temporada 2014-15 e o resultado não foi diferente. Vitória para a equipe de Boston!

Com um basquete extremamente coletivo a equipe de Brad Stevens rodou a bola de forma inteligente e em momento algum focou algum atleta como ponto principal das conclusões de jogada. Como resultado dessa estratégia, nada menos do que 8 atletas celtas obtiveram dígitos duplos em pontuação na partida. Apenas Bass (8pts) e Zeller (6pts) não alcançaram o dígito duplo.

A vitória de 121 x 105 poderia ter sido ainda mais impressionante, afinal ainda no terceiro quarto o Celtics já havia atingido a casa de 100 pontos e chegou a liderar o placar por incríveis 28 pontos de diferença.

No entanto o Nets voltou disposto a reduzir o vexame no último quarto enquanto o Celtics claramente reduziu o ritmo e apenas tratou de levar a vitória de forma confortável até o final.

Abaixo alguns destaques da partida:

Rajon Rondo joga, é titular e beira o TD

Após quebrar a mão um dia antes da estréia na pré-temporada, Rondo se quer fez um treino tático com seus companheiros e não era esperado para atuar por pelo menos os 10 primeiros jogos da equipe na temporada.

Mas a previsão ficou pelo caminho quando na tarde antecedente ao jogo Rondo foi confirmado como titular da equipe, e o armador não fez feio.

Mesmo sem ter treinado com seus novos companheiros, Rondo mostrou um entrosamento estupendo e foi o grande nome celta na partida. Com 13 pontos, 12 assistências e 7 rebotes em 29 minutos, Rondo gerou expectativas de conquistar um TD logo no primeiro jogo, mas a esperança se foi quando Brad resolveu poupar o atleta o retirando de quadra a 8 minutos do fim da partida.

Porém nem tudo são flores e algumas coisas não mudam. No caso de Rondo o que não muda é seu aproveitamento lamentável em lances livres. Na estreia foram 4 tentativas e nenhuma delas convertidas.

Olynyk – Leão no ataque, gatinho na defesa

Quando você junta um jogador com o QI de basquete e habilidade ofensiva como Kelly Olynyk e um dos maiores passadores da NBA, se não o maior, o resultado só pode ser um. Pontos!

Olynyk apresentou uma química surpreendente com Rondo e como premio de sua movimentação recebeu bolas em ótimas condições de conclusão e terminou a partida como o maior pontuador da equipe. 19 pontos e um aproveitamento de 57% dos arremessos.

Porém a defesa se mostra cada vez mais como o ponto focal para a evolução do atleta na NBA. “KO” por ter uma baixa envergadura nunca será um defensor de elite, mas isso não justifica sua passividade defensiva.

Sempre mau posicionado e abdicando de contestar arremessos ou oferecer seu corpo para o choque, “KO” foi uma presa fácil para qualquer adversário que o enfrentou em algum momento da partida.

Sem contar com um especialista de defesa de garrafão no elenco para cobrir as falhas de KO em alguns momentos, a defesa de garrafão já se mostra como o grande ponto negativo celta para toda a temporada. Dores de cabeça profunda virão por aí. Se acostumem.

KO vs KG – Fight!!!

Algumas coisas realmente não mudam e nessa estréia mais uma vez pudemos ver o Garnett de sempre. Provocando os jovens, jogando duro e variavelmente, brigando!

A vítima da vez foi Olynyk.
Desde o começo do jogo KG encarnou no garoto celta o acertando diversas vezes com cotoveladas, tapas e “trash-talk”.

Olynyk tentava não reagir ao veterano e responder com pontos, mas no fim do terceiro quarto as coisas se incendiaram e os dois atletas se estranharam em quadra, precisando serem separados pelos demais jogadores.

KG tomou uma falta técnica e em seguida mesmo brigando contra um atleta celta teve seu nome ovacionado no TD Garden em uma situação no mínimo inusitada.

Acho que as opiniões aqui podem variar muito de pessoa a pessoa, mas eu particularmente gostei da atitude de KG.
Olynyk é um atleta muito “soft” e é bom que alguém fique o perturbando de todas as formas possíveis para que ele comece a pegar o espirito batalhador dentro do garrafão.

Vejo as atitudes de KG nesse caso como um aprendizado para KO e fico grato por isso!

Smart mostra a que veio na NBA

Não foi uma estréia digna de um filma, mas é inegável que Smart foi bem em sua estréia e deixou o seu recado.

Com uma defesa impecável roubou 4 bolas (5 se os juízes não errassem em um lance) e ajudou muito a equipe na defesa de perímetro reduzindo Deron (FG 37%) e Joe Johnson (FG 36,8%) a aproveitamentos de arremessos muito ruins.

Importante notar também que enquanto esteve em quadra, o Celtics fez 20 pontos a mais do que o Nets o que é um número estupendo para alguém que atuou por 28 minutos.

Banco de peso

Smart, Turner, Thornton, Bass e Zeller confirmaram aquilo que muitos esperavam e mostraram que o Celtics tem bons nomes que podem entrar no decorrer das partidas e manter o ritmo.

Juntos renderam ao Celtics 44 pontos com aproveitamento de arremessos estupendo quase 60%

 

[youtube id=”3hS6–MZcfw” width=”620″ height=”360″]
Author avatar
Daniel Emiliano
https://danielemiliano.com.br
Daniel é publicitário, web designer e ilustrador residente em Campinas/SP. Em 2008 uniu paixão e profissão e deu vida a um Blog de notícias e opiniões sobre o Boston Celtics.Com ajuda de outros apaixonados o Blog foi tomando proporções inimagináveis e hoje é este Celtics Brasil, o maior site sobre uma equipe da NBA no Brasil.

24 comentários

  1. #18

    Vamo comer pelas beiradas nessa temporada, vai vendo.

  2. Léo Grochoski

    que jogo daora, quando o Rondo meteu 4 bolas seguidas uoooww, a saudade do celtão tava grande.

  3. Ramon Aquino

    Isto é para quem achava que não temos chances de chegar aos playoffs. Unica equipe que pode nos atrapalhar são os Raptors porque o resto de nossa divisão está fraca demais!
    Gostei muito da garra do Smart, melhor estréia dos rookies até agora, deixou Wiggins e Parker no chinelo.

    E para quem acha que o time tem que tankar, creio que temos que fazer o contrário, mostrarmos que temos potencial e ser atrativo para os muitos pivôs ai da FA do ano que vem junto com nosso cap liberado.

  4. Renato

    Ótimo jogo do Celtics. Equipe extremamente intensa e agressiva em quadra.

    Smart é sensacional!!! Poucas vezes vi um defensor com tanta qualidade em preencher espaços.

    Rondo é gênio realmente, o cara fica de fora um tempão, e volta quase com um triplo duplo.

    Olynyk e Sullinger são uma dupla de centers meio leve, mas excelente ofensivamente.

    Teremos um bom teste da qualidade da equipe contra o Houston, como para D12 sem Center?

  5. Pedro

    Rumo aos OFFS , sqn hahahahaha

  6. Augusto

    Bom ainda é cedo pra ficar falando e fazendo previsões, mas não esperava uma estreia tão boa, basquete coletivo, pontuação alta e o Rondo mostrando que ainda pode fazer chover. Gostei muito, que venha o próximo adversário.

  7. Marcos Adriano Gonçalves

    Show de bola….GO Celtics!!!!

  8. Shandyego

    Acho que é cedo para previsões, ou dizer que brigaremos pelos offs, mas que bela estréia, R9 sensacional, é genial vê-lo jogar, espero que ele permaneça em Boston.

    KG é KG, também achei interessante ele vs KO, acho importante pro KO isso, ele realmente é muito soft, precisa ser mais agressivo na defesa.

    Eu não vi muitos videos do Smart, e não acompanhei a pré temporada, mas que defesa é essa irmão? monstro, ele e bradley juntos em determinado momento dos jogos, será incrível, pena o garrafão não corresponder nesse aspecto defesa.

    no mais, fico felizão pela vitória e pelo jogo coletivo, Green, Sullinger, Turner, todos jogaram bem, e tenho que dizer, temos um belíssimo banco hein, fazia tempo que isso não ocorria, torcer para não machucar ninguém, faremos uma campanha de muita superação, será bacana ver esses meninos brigarem pelos offs, e não pensarem em tankar.

  9. Lucas

    Essa temporada promete ser muito divertida, embora eu ache que nosso time no máximo lute pela 8ª posição pra ir pros playoffs, vai ser muito interessante ver essa garotada dando o sangue em quadra junto com os mais experientes querendo mostrar trabalho. Ainda é muito cedo pra falar, mas eu já vejo uma ótima evolução tática em relação à última temporada, Brad Stevens tem tudo pra ser um ótimo comandante do nosso Celtão, de resto é aproveitar essa temporada e jogar pra ganhar sempre.

  10. Marcos

    Moemos os caras e o RR9 ficou a beira do triple double.
    Realmente o time é outro quando o cara dirige as jogadas.
    Time está interessante, com várias opções de banco, incluindo Zeller, Thronton e E Turner.
    Vamos aos offs se ninguém machucar.

    Fiquei mt feliz, pq quando o jogo era da NBA e não pré-season o Brad colocou o Smart com o Rondo.

    As estatísticas na 2:
    AB: 15 pts, 1 to, 0 assi, 0 reb
    MS: 10 pts, 0 to, 2 assi, 2 reb e QUATRO steals.

    O garoto tem futuro, agora falta ver a estréia do Young.
    Ontem GWall n jogou tb,

    []s verdes

  11. Everton Santos

    Essa vitória verde não me surpreendeu. Sabia que o jogo seria fácil pra gente, até pela ausência de Brook Lopez. Mesmo se Rondo não jogasse, acredito que venceríamos. Aliás, bela volta do nosso capitão. Smart, esse sim vem me surpreendendo a cada partida. Como ele combina bem suas qualidades… Se melhorar seu arremesso (creio que ele melhore muito ainda), pode se tornar um grande jogador. Chego a compara-lo com o Westbrook, claro guardada as proporções. Em certo momento do jogo o Brad lançou em quadra Rondo – Smart – Bradley, um perímetro defensivamente estupendo e me agradou muito.

  12. luiz eduardo

    excelente vitória, ainda mais pela forma como nós jogamos, de maneira coletiva, no estilo celta de bird e CIA, esse time pode brigar pelos offs, e se conseguimos esse feito, será de suma importância pra trazer o tão sonhado center, apesar do bom jogo do bradley, me incomoda um SG ter mais TO do que AST, kkk

  13. Renato

    Luiz Eduardo,

    Na verdade Bradley jogou mal na partida de ontêm, ele tem potencial para pontuar mais, basta lembrar que na pré temporada contra o Sixers ele marcou 20 pontos só nos 2 quartos iniciais, agora assistência realmente não é o seu forte, e nem precisa já que temos Rondo.

    Outra coisa no jogo do Bradley que pode evoluir é a infiltração, ele vai em direção a cesta com velocidade, mas nem sempre tem a habilidade para sair de um bloqueio, e por isso tem alto índice de turnover.

  14. Gerson

    Bela estréia ,porém ontem ficou evidente que precisamos de um Rim protector . Não temos esse center no elenco . abs

  15. […] Isaiah Austin. Em uma das pausas da partida contra o Brooklyn Nets, disputada no TD Garden e vencida pelo Alviverde por 121 a 105, a franquia de Massachusetts presenteou Austin, através dos proprietários Wycliffe Grousbeck e […]

  16. drakes

    Bem, no twitter do Jonathan Givony saiu as melhores performances estréia dos rookie de acordo com PER?

    (Min min.15) – Doug McDermott (22), Marcus Smart (20), Nikola Mirotic (17), Napier (12)

    Lembrando que o jogo do Smart tem muito que não aparece nas estatísticas pela sua defesa sufocante, foi uma estréia espetacular dele.

  17. RFORNER

    Promissor, promissor ….

  18. […] quarta-feira (29), mesmo dia em que bateu o Brooklyn Nets em sua estreia na temporada 2014/2015 da NBA, o Boston Celtics anunciou que exerceu a opção […]

  19. joao guama cabano

    belo jogo mas quem esse olynyk pensa que é , eu queria saber o que ele achou de ouvir o nome do grande KG , ele queria arrancar a camisa do garnett é bom não pra melhorar o jeito dele jogar mas para ele ver que não e ninguém aqui em boston !!!! trapalhão ruim de defesa

  20. […] uma tranquila vitória diante de um rival de divisão por 121 a 105, o Boston Celtics volta as quadras na noite deste sábado onde enfrenta o Houston Rockets em pleno […]

  21. […] Se a vitória, na abertura da temporada, por 121 x 105, contra o Brooklyn Nets, deu um grande impulso de otimismo nos torcedores celtas, a derrota por 104 x 90, para o Houston Rockets, ontem, fez com que a torcida celta volte a colocar seus pés no chão. Ao encarar o forte time texano, em seus domínios, a equipe de Boston deixou o adversário disparar na liderança ainda no 1º quarto e não encontrou meios de responder à altura e se aproximar no placar. […]

  22. […] Sullinger e Kelly Olynyk, liderados pelo armador e capitão Rajon Rondo, o Alviverde conquistou uma expressiva vitória na estreia da temporada, contra o Brooklyn Nets, mas a atuação pouco inspirada contra o Houston Rockets acendeu o sinal de alerta. Diante do […]

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.