Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Celtics 122 x 117 Nets

Adversário sem muita força, partida em casa, elenco reforçado e euforia pela estreia na temporada 2016/2017 da NBA. Tudo conspirava para uma grande vitória e um show do Boston Celtics sobre o Brooklyn Nets, na noite desta quarta-feira (26), no TD Garden, mas o Alviverde sofreu mais do que o esperado: depois de corresponder às expectativas nos três primeiros quartos e abrir 23 pontos de vantagem, o Celtics não apresentou um bom desempenho na defesa, sofreu com uma grande reação do Nets nos últimos minutos e quase foi surpreendido pelo empolgado rival de Divisão do Atlântico. No fim das contas, os celtas venceram pelo apertado placar de 121 a 117, mas a comemoração foi tímida.

Apesar do susto, o Boston Celtics teve uma boa atuação de seus principais jogadores. Além de cestinha do jogo, com 25 pontos, o armador Isaiah Thomas ficou muito perto de um duplo-duplo, com nove assistências, assim como o ala-armador Avery Bradley, que fez 17 pontos e pegou nove rebotes. O ala Jae Crowder, com um ótimo aproveitamento nos arremessos, contribuiu com 21 pontos, e o pivô Al Horford, estreante da noite, mostrou muita desenvoltura em todos os lados da quadra, encerrando o jogo com 11 pontos, seis assistências, cinco rebotes e quatro tocos. Entre os reservas, destaque para os 13 pontos do pivô Tyler Zeller, e os nove pontos do ala calouro Jaylen Brown.

Surpresa na escalação do técnico Kenny Atkinson, o ala-armador croata Bojan Bogdanovic liderou o Brooklyn Nets no TD Garden, com 21 pontos em pouco mais de 23 minutos. O principal auxiliar de Bogdanovic foi o pivô Justin Hamilton, que anotou um duplo-duplo de 19 pontos e 10 rebotes. Principal contratação do Nets para a temporada, o armador Jeremy Lin teve uma atuação tímida, mas fez 18 pontos.

Diante do Brooklyn Nets, o Boston Celtics se tornou o quinto time da Conferência Leste a vencer o seu compromisso de estreia: antes do Alviverde, Cleveland Cavaliers, Miami Heat, Indiana Pacers e Toronto Raptors conquistaram triunfos importantes. O Nets, por sua vez, se junta a New York Knicks, Orlando Magic e Detroit Pistons, derrotados em seus primeiros jogos.

O Boston Celtics terá pouco tempo para comemorar a sofrida vitória sobre o Brooklyn Nets, pois já volta a jogar na noite desta quinta-feira (27): desta vez, o adversário celta será o Chicago Bulls, em partida que será disputada no United Center, a partir das 22h (horário de Brasília). Já o Brooklyn Nets só volta a atuar nesta sexta-feira (28), contra o Indiana Pacers, no Barclays Center.

 

Destaques do Celtics

Isaiah Thomas (25 pontos, nove assistências e seis rebotes)

Jae Crowder (21 pontos e cinco rebotes)

Avery Bradley (17 pontos, nove rebotes e cinco assistências)

 

Destaques do Nets

Bojan Bogdanovic (21 pontos e cinco rebotes)

Justin Hamilton (19 pontos e 10 rebotes / duplo-duplo)

Jeremy Lin (18 pontos, três rebotes e três assistências)

 

https://www.youtube.com/watch?v=JqWJGXxnoQ0

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

10 comentários

  1. Teobaldo

    Valeu, Celtics Brasil, às 8:00h o comentário do jogo já estava aqui. Parabéns pelo excelente trabalho. Um grande abraço a todos e sucesso na temporada que ora se incia. Go Celtics!!!!

  2. Mauro

    Como dito pelo amigo, excelente trabalho, parabéns!
    O time deu uma vacilada no ultimo quarto, mas o que vale é a vitória. Jogo dificil hoje com o Bulls, mas podemos ganhar.
    Lhes deixo um abraço!
    GO CELTICS!

  3. Maurício Green

    O jogo pode ser dividido em 3 partes p mim: 1 tempo, 3 e 4 quartos até os últimos 5 minutos e 5 minutos finais.

    No primeiro tempo jogamos coletivamente no ataque mas não defendemos. IT sofrendo 2 contra 1 teve q passar a bola, e o time resolveu. O time estava bem no ataque e desinteressado na defesa. Chamo atenção para a entrada do Brown com o time titular, Brad foi esperto de colocar o garoto com o grupo mais experite. Ali ele se saiu bem na defesa e fez seu trabalho ofensivo.

    A segunda parte do jogo, 3 e 4 quartos até os últimos 5 minutos, o time continuo bem no ataque e defendeu um pouco melhor. Trocaram a marcação no IT e ele pontuo. Vencíamos o jogo em velocidade de cruzeiro. Todos individualmente bem, no que se espera deles, menos Jeredko no ataque que estava uma draga. Destaque p o Zeller não que tenha feito um jogão, fez o que se espera dele, foi outro em relação ao pre temporada. Green só da pá esperar ataque mesmo.

    Últimos cinco minutos, quando o jogo já era dado como jogo ganho, Brad tira AB que era o único titular em quadra. Nets bota 2 reservas e pressiona a saída de bola. Nos perdemos, erramos reposição, Green não marca ninguém, Brown cai em 3 fakes, Jeredko só faz M, Rozier toma porrada e não consegue finalizar, Zeller não consegue ajudar….. Tomamos pontos bobos e paramos de jogar. Pedido de tempo p corrigir, não da certo. Brad bota os titulares em quadra novamente, time frio sofre mas fecha o jogo.

    Se esquecer os últimos 5 minutos foi uma estréia boa. Mas temos que marcar de verdade p ganhar, não da p tomar 58 pontos no primeiro tempo, ainda mais do Nets.

    Fica aqui uma preocupação em relação aos Nets. Os caras estão mostrando uma grande vontade, atitude e um sistema de jogo (que não inclui o Lopez que deve ser trocado). Não distiram do jogo lutaram até o final, lembrado o Celtics do primeiro ano do Brad. Com isso pode arrumar uma vitórias inesperadas e não ser o pior time da NBA como queremos que eles sejam. Falta talento, lógico, mas eles estão no caminho certo agora, méritos p o Atinkins. Tomara que esse caminho demore ao menos 3 anos para dar frutos…

    Let’s go Celtis!!! Hoje tem mais, que tal defender hem!!!!!

    • Renato

      Minha preocupação é zero com o Nets, time e inferior ao do ano passado, mas com mais vontade. A recuperação no jogo se deu ao fato do Celtics querer se poupar pq hoje enfrenta o Bulls, mas serviu para ter como alerta que não podemos poupar os titulares por tanto tempo, pelo menos por enquanto.

  4. drakes

    Eu acho que já está tudo bem analisado do que foi jogo, pelo Gustavo e Mauricio, mas algumas reclamações que vi sobre deixar a segunda unidade, com 22 pts de diferença era de se esperar, afinal o time joga hoje com o novo time do Hunter.

    O Green continua tendo uma defesa questionável e embolando no ataque, por sinal ele fez isso, principalmente, nos fatídicos 5 minutos, onde estava o Zeller.

    Me lembrou aquela defesa de pressão o que o Pitino fez com o Bulls na estréia do Ron Mercer e Billiups, a diferença é que o time mais fraco venceu – se alguém achar diferente lembro que o Celtics nem foi aos playoffs e o Bulls foi campeão batendo o record de vitórias em uma temporada.

    Não dá tempo para ensinar muita coisa na temporada, mas espaçamento da segunda unidade e saída de bola sob pressão é o mínimo.

    Sobre o Nets, eles vão ser um time raçudo, afinal não tem o que perder, mas time ruim que surpreende no começo de temporada tá cheio, mesmo o primeiro time do Stevens, cansava de deixar o time contrário abrir o placar e encostar um pouco no 4 quarto.

    Eu vou esperar sobre times dar uns 20 jogos para ver se muda algo, em termos individuais boa noite para jogadores de Kentucky, brilharam MKG, Davis, Cousins, e Booker, Young bem que podia acordar e mostrar o potencial que acham (acho) que tem.

  5. Mauricio Green

    Concordo com vcs sobre o Nets , “Fica uma preocupação” foi exagerado. O que queria dizer é q diferente do ano passado e mesmo com menos talento, melhor quase nenhum, eles podem arrancar vitórias inesperadas. Dai talvez, acababem não sendo o pior time da liga. O potencial p ser horrível está lá (kkkk) mas a vontade e o sistema, podem atrapalhar nossas ods de pick 1.

  6. drakes

    Para analisar o primeiro jogo da temporada dos rookies top 8 deste ano.

    Bender (4th pick) – 12 minutes, 4-5 FG, 10 PTs, 2 R, 1 STL, 41,1 PER.
    Brown (3rd pick) – 19 minutes, 3-4 FG, 9 PTs, 2 R, 1 ST, 1 AST, 2 BLK, 20,9 PER.
    Dunn (5th pick) – 15 minutes, 4-6 FG, 8 PTs, 4 R, 1 AST, 1 ST, 21,9 PER.
    Hield (6th pick) – 17 minutes, 2-8 FG, 4 PTs, 1 R, 3 AST, 1,9 PER.
    Ingram (2nd pick)- 24 minutes, 4-6 FG, 9 PTs, 3 R, 11,9 PER.
    Marquese Chriss (8th pick) – 22 minutes, 3-7FG, 7 PTs, 4 R, 1 BLK, 3,1 PER.
    Murray (7nd pick)- 13 minutes, 0-2 FG, 1 PTs, 4 R, -1,5 PER.

    Em termos de PER, JB é o terceiro, Bender teve uma partida fantástica em termos de efetividade dentro do tempo que teve.

  7. Eu não acha que a culpa do placar apertado foi da segunda unidade.
    Acho que foi MÉRITO do Nets.
    Tanto é que quando o placar começou a cair, o Stevens colocou os titulares e a diferença continuou a cair, e a saída de bola continuou ruim.

    Discordo que esse time do Nets é pior que do ano passado, afinal de contas eles tem algumas coisas que aquele time não tinham que é DEFESA e ORGANIZAÇÃO.

    A defesa era algo que eu já sabia que teriam pelos nomes que foram contratados.
    O que me surpreendeu foi o espaçamento de quadra que eles estavam aplicando, que estava dificultando em MUITO o Celtics a marcar as bolas de 3. E olha que na temporada passada fomos a segunda melhor equipe em marcar esse tipo de jogada.

    Esse Nets pode sim surpreender vários times quando estiverem em noites boas, e embora o bottom 3 seja o mais provável para eles, eu não duvido nem um pouco que eles consigam colocar 4 ou 5…equipes atrás deles na classificação.

    Não to dizendo isso agora depois do jogo não. Quem me conhece sabe que eu falo isso mesmo antes da pré temporada.

    Lakers, Pelicans, Suns, Kings e Sixers são equipes ruins e que ainda por cima podem sofrer com lesões pelo meio da temporada. Então vamos ficar de olho e torcendo contra esse Nets aí!

    • Renato

      Confirmo o que você diz Daniel, pq de fato lembro que já debatemos esse assunto no ZAP, mas quando digo que essa equipe do Nets é pior, falo técnicamente, individualmente, o nível de talento caiu pra mim, em termos de organização até concordo que aparenta melhora, mas acho muito cedo para avaliar pq no início da temporada todo mundo acredita que pode vencer, quero ver essa equipe depois de uma sequência de derrotas.

      Dentre os times que você citou, Kings e Lakers são bem superiores em termos de talento.

      Suns, Sixers e Pelicans fedem mesmo, ou seja, na melhor das hipóteses ficar entre os 4 piores.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.