Celtics 128 x 129 Lakers

O Boston Celtics sofreu, na noite de quinta-feira (7), a sua derrota mais dolorosa na temporada 2018/2019 da NBA. Contando com o apoio de seu torcedor no TD Garden, o maior campeão da história da liga fez um jogo emocionante diante de seu maior rival, o Los Angeles Lakers, mas não conseguiu a vitória no clássico, sendo castigado pela “lei do ex”: campeão pelo Celtics em 2008 e um dos maiores ídolos recentes da franquia, o armador Rajon Rondo acertou um arremesso no último segundo, decretando o triunfo do Lakers por 129 a 128.

Superior no primeiro quarto, quando venceu o Los Angeles Lakers por seis pontos, o Boston Celtics animou ainda mais o seu torcedor no segundo quarto: com uma rotação eficiente, o Alviverde chegou a liderar o jogo por 18 pontos, mas o Lakers cortou o prejuízo pela metade antes do intervalo. No terceiro quarto, o Lakers registrou um impressionante aproveitamento nos arremessos de três pontos, virou a partida e colocou a pressão nos ombros do Boston Celtics. Já nos 12 minutos finais, Kyrie Irving tentou decidir a favor do Celtics, que abriu seis pontos de frente a 1:24 do fim, mas a franquia de Los Angeles acertou três arremessos de longa distância depois disso e confirmou a vitória com o arremesso decisivo de Rondo.

Mais uma vez, o armador Kyrie Irving foi o cestinha do Boston Celtics, com 24 pontos, e chegou perto de um triplo-duplo, após distribuir oito assistências e pegar sete rebotes, mas o camisa 11 deixou uma péssima impressão nos arremessos: apenas seis acertos em 21 tentativas. O destaque do quinteto titular celta foi o ala Jayson Tatum, que fez um duplo-duplo com 22 pontos e 10 rebotes. Na rotação, o ala-pivô Daniel Theis fez grande atuação, contribuindo com 20 pontos, enquanto o armador Terry Rozier anotou 19 pontos.

Grande contratação do Los Angeles Lakers para a temporada, o ala LeBron James correspondeu às expectativas em Boston e fez um triplo-duplo diante do Celtics, com 28 pontos, 12 rebotes e 12 assistências. O ala-pivô Kyle Kuzma, por sua vez, encerrou o jogo com 25 pontos e cinco rebotes. Já o armador Rajon Rondo, autor da cesta da vitória, ficou perto de um triplo-duplo: 17 pontos, 10 assistências e sete rebotes.

Além de complicar a situação na briga pela liderança da Conferência Leste, a derrota no clássico fez o Boston Celtics cair para a quarta colocação do Leste, sendo ultrapassado pelo Indiana Pacers. O Alviverde tem 35 vitórias em 55 partidas e 63,6% de aproveitamento. Já o Los Angeles Lakers, com 28 triunfos em 55 jogos e 50,9% de aproveitamento, continua na 10ª posição da Conferência Oeste, fora da zona de classificação para os playoffs.

O próximo compromisso do Boston Celtics na temporada 2018/2019 da NBA será contra outra franquia de Los Angeles: desta vez, o rival celta é o Clippers, em duelo que será disputado na noite deste sábado (9), às 23h (horário de Brasília), com transmissão do SporTV 2 para todo o Brasil. O Los Angeles Lakers, por sua vez, encara o Philadelphia 76ers neste domingo (10), no Wells Fargo Center.

Destaques do Celtics

Kyrie Irving (24 pontos, oito assistências e sete rebotes)

Jayson Tatum (22 pontos, 10 rebotes e cinco assistências / duplo-duplo)

Daniel Theis (20 pontos e seis rebotes)

Terry Rozier (19 pontos e seis assistências)

Destaques do Lakers

LeBron James (28 pontos, 12 rebotes e 12 assistências / triplo-duplo)

Kyle Kuzma (25 pontos e cinco rebotes)

Rajon Rondo (17 pontos, 10 assistências e sete rebotes / duplo-duplo)

Publicidade

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 26 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

15 Comentários

  1. Publicidade

  2. Rodrigo disse:

    O que eu tenho vontade de falar aqui sobre Stevens, Irving e o Morris é impublicavel. Perder pra um time que tomou mais de 40 pontos do Pacers sem Oladipo era do treinador chegar na coletiva e dizer que ta se demitindo de vergonha.

    12

    2
    • Fernando salmazo disse:

      Rodrigo, o.problema do Boston não é seu jovem treinador, passa longe disso, vem de Danny Ainge! Esse é quem deve ser cobrado pelos problemas do time! Porque ao meu pouco entendimento, e ai podem me criticar se estiver errado, o Boston já deveria estar em um estágio superior a este, mas talvez não está devido a o problema do GH, e aí não é culpa dele, Ao mesmo tempo! Todos nós sabemos, inclusive o Ainge e o Stevens, que não tem o que se fazer este ano! O time que se montou em GSW é surreal! aí cabe uma crítica a NBA, que também na minha humilde opinião, jamais deveria ter deixado acontecer, lembramos quando o CP3 quis o lakers e a liga não autorizou, perde a graça! É pensar na próxima temporada, e aí ambos estão certos! Dar ritmo a GH, se esforçar pra manter o time principal, blablablabla! Agora a única coisa que espero NÃO ACONTECER EM BOSTON! Que depois de anos no draft, perdemos nossa maior jóia que é o Tatum! Por nada nesse mundo! Nada hoje na NBA é mais valioso que ele! É o futuro Durant da liga! O que eu humildemente espero de Ainge é manter o Tatum e que seja montado já na próxima temporada, um grande time em volta dele, seja com o Irving e o GH ou outro FA, e essa panela de GSW seja desfeita, pelo bem da NBA, e principalmente para nosso Celtics.

      5

      4
  3. Fernando Silva disse:

    Kanter dispensado pelo NY.

    Seria uma adição interessante ao nosso garrafão.

    9

    1
    • JailtonSV disse:

      A vinda do Kanter me lembraria a do Greg Monroe, fazia seus pontos, pegava uns bons rebotes, mas devido a sua deficiência defensiva, Stevens utilizava-o muito pouco.

      Também considero uma adição interessante.

      3

      0
    • Marcos disse:

      Sinceramente, não vejo porque.

      Temos uma excelente promessa reboteiro e defensor no banco: R. Williams.
      Porém, ele nunca é utilizado pq não sabe jogar no perímetro, algo inadmissível para nosso técnico (E outros da NBA moderna).

      Não adianta trazer pivô sem arremesso. Com Stevens, esses caras não jogam nem 1 minuto.

      Deve vir alguém 2way para dar casamento na troca de salários pelo Anthony Davis.

      Abs verdes,

      1

      1
  4. JailtonSV disse:

    Perder pro LeBron já estou acostumado, agora pro Lakers… No geral, foi um bom jogo (principalmente se você nao torce para os Celtics). LeBron jogou o que sempre joga no TD Garden (as vezes eu penso que seria melhor o Celtics enfrentá-lo no México ou na Inglaterra vestido de Golden State), Rondo foi brilhante e Kuzma pontuou bem.

    Pelas nossas bandas, Irving chamou a responsabilidade, mas nao deu. É angustiante ver o time com o CAP lotado e ter a impressão que só tem uma estrela. Horford foi ok, Hayward me gera uma mistura de pena e raiva. Nitidamente nao é má vontade, entretanto, o cara se perde com frequência nas rotações defensivas (não é raro vê-lo chegando atrasado para contestar um chute de 3), e ofensivamente, procura rodar a bola o que não seria problema se ele não fosse o tal ala pontuador.

    No que tange ao Stevens, não entendo a ausencia do Robert Williams, Ojeleye, Wannamaker (se algum tiver machucado, desconsidere a observação). São bons jogadores que podem ajudar pontualmente e precisam de rodagem!!! Só temos uma estrela, se alguma coisa vai fazer a diferença é o elenco.

    Ainge foi omisso? não sei. Gostaria de ver um bom pivô, uma estrela, até mesmo a ausência de boatos (tirando Davis) me incomodou. Talvez, ele esteja mais preocupado com a offseason, afinal, caso Irving saia teremos dois contratos gigantes (horford é player option) para dois “All stars”, talvez precisemos de ativos para repormos um all star de alto nível.

    Porém, a questão é que não estamos mais em reconstrução, no momento em que trouxemos Irving e Hayward deixamos de lado a ideia de “time do futuro” para brigarmos agora. Menos que a final da NBA, ficarei bastante decepcionado, menos que a final de conferência será um fiasco.

    Mantenho a esperança (ilusão) que ligaremos a chave nos Playoffs.

    GoCeltics!!!

    10

    0
  5. Marchall disse:

    Hora de pegar o Enis Kanter para não passar tanta vergonha. Essa temporada já era. Temos uma bomba no time chamada Gordon Hayward que viveu apenas uma boa fase em 2014 pelo Jazz e nada mais.

    Depois dessa virada histórica pro Lakers só nos resta montar o planejamento para o próximo ano. Demitir o Bad Stevens seria uma boa!

    2

    17
  6. Vinicius disse:

    Foi um jogo galera, Warriors perde, Buffets perde, Raptores perde até o Bucks tá perdendo. Por conta de um jogo que todo o time do Lakers tava bem, vocês querem jogar a temporada fora, por favor. Se Horford, Kyrie, Tatum e Morris TB tivessem num dia foda, duvido que esse Lakers fudido chegasse nem perto de ganhar de nós. Vamos continuar jogando pra tentar ficar entre os 4, quem sabe beliscar a segunda ou até primeira posição. Terceiro tá de ótimo tamanho. Playoffs o time muda, é so Kyrie ficar saudável. Go Celtics.

    7

    0
  7. Marco Ferreira disse:

    Galera,
    Vamos começar do inicio…

    Nosso rebuild está sendo muito bem feito, estamos nessa situação devido a todo o planejamento que o Ainge e o Stevens fizeram. Muitas vezes ficamos morrendo de raiva de uma falta de atividade nas janelas de transferência, mas no final, na maioria das vezes deram certo.
    Com certeza nesse projeto o Durant fazia parte, porem ele nos traiu. Por isso ficamos para a proxima janela de contratos livres e com isso Hayward veio (Tinhamos o Black Griffin disponível que inclusive deu entrevista querendo vir para Boston, mas ficamos com o Hayward pelo histórico de amizade do Stevens). Escolha errada, na época eu preferia o Black, mas não achei um erro o Hayward até por que sempre sofremos na posição 3 nos ultimos anos. Mas no mesmo ano draftamos um tal de Tatum, poucos esperavam que fosse esse fenomeno (Me lembro de eu e o Sander defendemos essa causa, rsrsrsrs), mas resolvemos nosso problema na 3.

    Eu acredito que estamos nesse final de rebuild, mas não quero que encerre com uma troca das nossas joias (Tatum e Brown) por Davis.

    Quando falamos em troca por Davis, falamos em enviar Horford e mais algumas coisas, mas por que o Horford? Por causa do salário? Se for por que não enviar o Hayward?

    Proposta Hayward, Rozier, Willians, Yabussele e todas as pics (sim todas escolhas de draft deste ano e por que não do ano que vem). Loucura? Possível? Rebuild é isso, apostar em novos garotos e por que o Pelicans não podem apostar nisso? Acredito que apenas dependemos das nossas escolhas possíveis desse ano.

    Bom, escrevi muito, mas é só o meu pensamento sobre tudo isso…

    Não desistem desta temporada, por favor torcedores Celtas. Ano passado ninguém acreditava e nos quase, mas quase mesmo vencemos a conferencia Leste sem 2 estrelas. Agora é hora do orgulho Celta voltar… Já vamos classificar para as Offs, e novamente veremos o Horford virar estrela de novo, o Kyrie detonar, o Hayward ter menos minutos e o nossa duplas Jay Jay arrebentarem.

    Let’s Go Celtics…

    16

    0
  8. Marchall disse:

    Cada vez que eu leio que o Celtics preferiu Hayward do que Griffin é uma facada no coração.

    Bla Bla Bla Celtics é o time do futuro…

    São 11 anos na bronha meus amigos. Perdemos o Marc Gasol para ser um bom reserva na temporada que vem!

    Só vejo oportunidades perdidas e ilusões. Se quer o Davis, que mande todo o pacote viável e tente manter nossa espinha dorsal: Morris; Tatum e Irving!

    O resto é totalmente negociável. Chega de Bla Bla Bla!

    4

    5
  9. Marchall disse:

    Morris – Tatum – Irving – Reforço e Davis

    Mantendo: Wannamaker ; Enes Kanter (se vier) ; Baynes (Rebotes); e alguns reforços básicos!

    Da pra ganhar ano que vem…

    0

    3
  10. Everton disse:

    O Celtics está vindo numa fase boa… Foi um jogo atípico.
    Minha impressão é que os jogadores do Celtics entraram meio de “salto alto”, já a mulecada dos Lakers entraram com a “faca nos dentes”, somando os números do Lebron, deu no que deu.
    Espero que essa derrota em casa tenha mexido com o “brio” dos jogadores.

    Ah, já passou da hora do Brown voltar pro time titular.

    4

    0
  11. Erondi Nunes disse:

    Blake Griffin era de vidro se esqueceram, quem apostaria q ele ia ficar saudável, nem Clippers apostou.

    Quem imaginaria q Hayward ia se machucar daquele jeito, se DA soubesse não o tinha contratado.

    De 2013 em diante tudo vem sendo feito do jeito certo, o q “quebrou” literalmente nossas pernas foi a lesão de Hayward.

    5

    0
  12. Marchall disse:

    Não tem comparação entre Hayward e Griffin. O segundo é muito mais jogador e sempre foi!

    E o Celtics tremeu pro Lakers sim, igual o Palmeiras tremeu pro Corinthians. Sabe por que? Jogadores bundões e técnico bundão!

    Aqui é Celtics meu amigo!
    Quero jogadores com a raça do Smart e a técnica do Irving.

    Pierce; Rondo; Allen e Garnett

    Isso era um time de homem meus amigos!

    3

    1

Deixe um comentário