Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Celtics 97 x 105 Pistons

Depois de dois jogos seguidos fora de casa, com direito a tropeços diante de oponentes fortes da Conferência Oeste, o Boston Celtics voltou aos braços de sua torcida e contava com o apoio do TD Garden para fazer as pazes com a vitória e continuar forte na briga pela classificação para os playoffs. Porém, a noite de domingo (22) reservou uma surpresa bastante desagradável para o fã alviverde: mesmo sem maiores pretensões na temporada 2014/2015, o Detroit Pistons mostrou raça no período final, levou o jogo para a prorrogação e manteve o sangue frio até conquistar a vitória por 105 a 97.

Com Marcus Smart suspenso pela NBA, por causa da agressão a Matt Bonner, o ala Evan Turner foi improvisado na armação e teve a missão de conduzir o Celtics. Com 23 pontos e oito assistências, o camisa 11 foi o maior pontuador da equipe no jogo, seguido por Jae Crowder (19 pontos) e Brandon Bass, que ficou a um rebote de um duplo-duplo (13 pontos e nove rebotes). O sueco Jonas Jerebko foi o melhor atleta entre os reservas, com 10 pontos e nove rebotes em 21 minutos.

Pelo Pistons, o grande destaque foi o armador Reggie Jackson, que ficou a um rebote de anotar um triplo-duplo em pleno TD Garden: 17 pontos, 11 assistências e nove rebotes. Mesmo sem Greg Monroe, o garrafão da franquia de Michigan seguiu forte com a presença de Andre Drummond, que fez 18 pontos e pegou 22 rebotes. O ala-armador Kentavious Caldwell-Pope foi o cestinha de Detroit, com 27 pontos.

Com três derrotas seguidas, o Boston Celtics viu seu aproveitamento cair para 43,5% e deixou a zona de classificação para os playoffs, já que o Charlotte Hornets bateu o Minnesota Timberwolves fora de casa e assumiu o oitavo posto do Leste. Com quatro vitórias a menos que o Hornets, o Pistons somou a sua segunda vitória seguida, mas permanece na 12ª colocação, com poucas chances de garantir vaga na pós-temporada.

Precisando se recuperar da série de tropeços, o Celtics já volta a jogar nesta segunda-feira (23), em um verdadeiro ‘duelo de seis pontos’, já que visita o Brooklyn Nets, no Barclays Center. Os alvinegros, que também almejam os playoffs, estão a 0.5 jogo de diferença do Alviverde. O Detroit Pistons, por sua vez, recebe o Toronto Raptors nesta terça-feira (24), no Palace of Auburn Hills.

PS: como os leitores devem ter notado, não houve texto pré-jogo de Celtics x Pistons. Pedimos desculpas por isso.

Destaques do Celtics

Evan Turner (23 pontos, oito rebotes e seis assistências)

Jae Crowder (19 pontos e sete rebotes)

Brandon Bass (13 pontos e nove rebotes)

Destaques do Pistons

Kentavious Caldwell-Pope (27 pontos e oito rebotes)

Andre Drummond (18 pontos e 22 rebotes / duplo-duplo)

Reggie Jackson (17 pontos, 11 assistências e nove rebotes / duplo-duplo)

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

1 comentário

  1. […] de três derrotas consecutivas para Oklahoma City Thunder, San Antonio Spurs e Detroit Pistons, o Boston Celtics visitou o rival de divisão Brooklyn Nets, na noite da última segunda-feira, 23 […]

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.