Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Celtics negocia Tayshaun Prince, que volta ao Pistons

O ala Tayshaun Prince não durou muito tempo no Boston Celtics. O jogador que veio ao Celtics por intermédio da troca que envolveu a ida de Jeff Green ao Grizzlies, esteve próximo de ser dispensado quando chegou, mas impressionou o treinador Brad Stevens com sua ética de trabalho e vinha mostrando um bom basquete em suas últimas partidas em Boston. No entanto, seu contrato expirante de 7,7 milhões de dólares sempre o envolveu em rumores de trocas que acabaram por se confirmar no começo da noite desta quinta-feira, 19 de fevereiro. Para adquirir o veterano, o Detroit Pistons envia para o Celtics o ala italiano Luigi Datome e o ala-pivô sueco Jonas Jerebko.

Prince irá voltar à franquia que defendeu durante 11 temporadas e pela qual foi campeão em 2004 e 4 vezes escolhido para o segundo time de defesa da NBA. O ala de 34 anos não é o mesmo jogador de outrora, o que poderia explicar um retorno à Detroit para jogar sua(s) última(s) temporada(s) pela franquia que o consagrou, assim como fez o armador Chauncey Billups na temporada 2013-2014. Ambos devem ter suas camisas retiradas pelo Pistons no futuro.

Por outro lado, o Celtics recebe dois jogadores que nunca tiveram muito destaque na NBA. O italiano Luigi “Gigi” Datome veio para a NBA em 2013, quando foi o MVP da Liga Italiana pelo Virtus Roma. Em 2 temporadas na NBA, disputou apenas 37 jogos com média inferior a 7 minutos por partida. Tem contrato expirante de 1,75 milhões de dólares e pode até ser dispensado nos próximos dias.

Já Jonas Jerebko foi draftado na 39ª posição geral do ano de 2009 e desde então joga pelo Detroit Pistons. Em sua primeira temporada, o sueco foi titular durante quase toda a campanha do Pistons e foi escolhido para o segundo time de calouros da NBA naquele ano de 2010. Na temporada seguinte, teve uma lesão no tendão de aquiles que o deixou de fora de toda a temporada. Desde então, só perdeu espaço no time do Pistons e limitou-se a ser um reserva de poucos minutos na posição de ala-pivô. É um ala-pivô que pontua bem, com bom arremesso de 3 pontos e que coleta muitos rebotes, principalmente ofensivos. Tem contato expirante de 4,5 milhões de dólares e deve ser aproveitado até o fim da temporada.

ATUALIZADO EM 20/02

Com a troca, o Boston Celtics também adquiriu uma Traded Player Exception no valor de 7,7 milhões de dólares (valor do contrato de Tayshaun Prince).

Author avatar
Fábio Malet
Gaúcho de Porto Alegre, bacharel em Ciência da Computação e engenheiro de softwares sênior. Apaixonado por esportes, tem o jornalismo como um hobby e pretende, futuramente, fazer pós-graduação na área. Acompanha NBA desde o começo de 2007 e, pé-quente, viu seu Boston Celtics ser campeão na primeira temporada inteira a que assistiu. Torce também para Grêmio, Tottenham Hotspur, Boston Red Sox e Green Bay Packers.

12 comentários

  1. Jota

    O melhor desse comércio é que ele não foi enviado para os Clippers!

    Não tem nem muito o que dizer. Ainge conseguiu unir todas as vontades em um só movimento, matando o interesse dos Clippers, fazendo o Prince “voltar para casa” e ainda trazendo contratos expirantes para nos dar ainda mais flexibilidade.

    O balanço dessa deadline por enquanto é positivo. Estava esperando mais estragos para conseguirmos alguma coisa. Perder Thornton, Prince e Pick Cavaliers 2016 não foi nada perto de ganhar Isaiah Thomas, trocar o Prince e ainda não fortalecer os Clippers.

    Esse MVP italiano aí não pode dar nenhum caldo não?! Justo na posição que estamos precisando no momento (Além do C).

  2. Ailson

    Gostei do trabalho do Ainge, tem como saber mais ou menos quanto vamos ter de cap para a próxima temporada??

  3. Sérgio Soares

    O Datome foi muito especulado no Celtics quando ele saiu da Itália, mas acabou não vindo. Pelos videos que vi dele na época, me arrisco a dizer que ele pode se encaixar muito bem no estilo de jogo imposto pelo Brad Stevens.

  4. The Real Jay

    Bota o super Mario pra jogar, vai q da um caldo igual o Crowder.

  5. Walisson

    Vai abrir espaço pro Crowder no time…

  6. […] 1 – o Boston Celtics enviou Tayshaun Prince de volta para seu lar, em Detroit. Em troca, receb… […]

  7. drakes

    Achei que alguns times foram muito bem, Celtics, gostei do Piston, trazer Prince e Reggie Jackson, achei que o time ficou mais competitivo, bom para os planos de curto e médio prazo.

    Dos outros:

    Miami, claro ficou mais forte para essa temporada, mas 20 milhões em 4 anos para Dragic é ruim.

    Arron Afflalo e Alonzo Gee trazem profundidade aos Blazers, mas Afflalo foi muito mal na defesa esse ano, mas mesmo assim é um bom encaixe para o time do Portland.

    Sixers se preparando para Draft ao perder Michael Carter-Williams e KC Daniels, para mim é indicativo que eles miram agora em Emmanuel Mudiay ou D’Angelo Russell, já que eles devem ficar com a 2 pior campanha.

    Phoenix, basicamente acabou com as redundâncias e prepara o time para reassinar com o B. Knight e B. Wright, e ficar perto do cap. Além de abrir minutos para os jogadores mais novos ( Waren, |Bullock, goodwin), como ele já vinha perdendo terreno para o Thunder, estão agora em posição se formos para playoffs ótimo, se formos para draft também.

    Nuggets limpou a casa, pegou exceções, picks e agora sonha em ter piorado o suficiente para ganhar alguma posição e ter mais bolinhas no draft.

    Eu acho que o Wolves vem mais forte com KG, ele ainda é bom na defesa interior, coisa que o Pek não é, além do mais é difícil pensar ver o Garnet amaciar o jogo para o time perder. Vai ser um time bem legal de se ver,

  8. […] Jerebko chegou a Boston sem muitos alardes, adquirido junto ao Pistons numa troca realizada na trade deadline, e será um agente livre após o término desta temporada, no entanto, após alguns bons […]

  9. […] duelo citado, foram todos adquiridos recentemente: Isaiah Thomas marcou 19 pontos, enquanto o sueco Jonas Jerebko conseguiu 20 pontos, nos seus primeiros jogos, como celtas, no TD Garden. Jae Crowder – […]

  10. […] da Trade Deadline e das chegadas de Isaiah Thomas, Jonas Jerebko e Luigi Datome, muitos imaginavam que o elenco do Boston Celtics estaria fechado para a temporada 2014/2015 e para […]

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.