Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Draft 2016 – Domantas Sabonis

Filho do lendário pivô lituano Arvydas Sabonis, Domantas nasceu em Portland, onde seu pai estreou na NBA, com a camisa do Trail Blazers. Apesar de ter nascido nos Estados Unidos, o jovem Sabonis defende a seleção da Lituânia, pela qual conquistou a medalha de prata no Eurobasket 2015. Nos últimos dois anos, Domantas atuou no basquete universitário dos Estados Unidos e defendeu o Gonzaga Bulldogs, mesma equipe que revelou o ala-pivô celta Kelly Olynyk. Confira a análise do jovem lituano, que está inscrito no NBA Draft de 2016 e está cotado entre as 15 primeiras escolhas.

Leia mais

Filho de lenda do basquete comenta a possibilidade de ser escolhido pelo Celtics

Informações do atleta

Posição Ala-pivô / pivô (PF/C)
Experiência 20 Anos | Sophomore (2º ano universitário)
Altura 2,11 metros (6’11”)
Envergadura 2,09 metros (6’10.5”)
Peso 109 quilos (240 lbs)

Prós

Domantas Sabonis é um trabalhador nato, que sempre dá o seu melhor nos dois lados da quadra. Seu cartão de visitas é o jogo no garrafão: o lituano é muito habilidoso na conclusão de jogadas, ataca a cesta o tempo todo e é conhecido por ser um reboteiro acima da média, um dos melhores nesse fundamento no NBA Draft de 2016. Além dos rebotes, Sabonis também deixa uma boa impressão na marcação, por não ter medo de disputar a bola com atletas mais fortes e conseguir frear até atletas de perímetro.

Mesmo sendo muito jovem, Sabonis também é conhecido por sua personalidade forte. Além de ser um líder nato, o jovem lituano tem muita raça e disputa cada bola como se fosse a última. Seu estilo de jogo é muito eficaz na quadra de ataque, já que cava muitas faltas e sabe transformá-las em pontos, já que tem um bom aproveitamento em lances livres.

Domantas Sabonis também consegue se destacar com sua movimentação e inteligência. Excelente no pick and roll, o atleta de Gonzaga também apresenta potencial para ser um bom passador.

Contras

Defensor acima da média, Domantas Sabonis ainda sofre muito na quadra de ataque e precisa lapidar o seu arremesso de média distância com urgência. Vários analistas acreditam que, diante dessa limitação, o lituano se transforme apenas em um reserva de luxo, que pega muitos rebotes, defende e faz cestas no garrafão, mas que não passa disso.

As ferramentas físicas de Sabonis também preocupam: dono de uma envergadura média para o seu tamanho, o lituano sofre contra defensores mais fortes e ainda tem dificuldades para distribuir tocos no garrafão. Sabonis sabe desses defeitos e tenta compensar com raça, mas comete alguns excessos de vez em quando e se pendura rapidamente em faltas.

Resumo

Capaz de jogar nas duas posições do garrafão, Domantas Sabonis é um atleta que todo treinador gostaria de ter em sua equipe. Afinal de contas, o lituano é um líder nato, que sabe defender muito bem, pega muitos rebotes e contagia o time com sua disposição. Porém, o jogo ofensivo de Sabonis é muito limitado ao garrafão e isso deve atrapalhá-lo na NBA. É um jogador que se encaixaria muito bem no Boston Celtics, que procura por um defensor de garrafão há muito tempo e pode ser selecionado se cair para a 16ª escolha, o que é capaz de acontecer, já que não é tão talentoso assim para um top 10 de Draft.

Médias em 2015-2016 (35 jogos)

Minutos Pts Reb Ast Stl Blk FG 3Pts FT
31,7 min 17,5 11,7 1,8 0,6 0,7 60,9% 35,7% 77%

Cotações para o Draft

NBA Draft – www.nbadraft.net 8ª Escolha
Draft Express – www.draftexpress.com 17ª Escolha

Vídeo

https://www.youtube.com/watch?v=aIwCNGhR6cc

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

1 comentário

  1. drakes

    Eu acredito que ele não passe do Raptors, o jogo do Sabonis se encaixa perfeitamente no time do Canadá.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *