Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Escolhas celtas no NBA Draft podem ser negociadas

Quando o NBA Lottery mostrou que o Boston Celtics não teve sorte e ficou apenas com a sexta escolha no NBA Draft 2014, muitos torcedores da franquia de Massachusetts demonstraram seu desapontamento e acreditaram que as chances de selecionar os já badalados Andrew Wiggins, Jabari Parker, Joel Embiid e Dante Exum teriam caído por terra. Porém, os fãs celtas podem voltar a acreditar novamente: alguns jornalistas norte-americanos cravam que o Celtics, junto com outras franquias, arriscará subir algumas posições.

O jornalista Chad Ford, da ESPN americana, revelou ter conversado com o gerente de uma franquia, que demonstrou surpresa com a postura de seus colegas em relação a um Draft que é cercado de expectativas pelo alto número de jovens talentos inscritos. “Eu pensei que a obtenção de uma escolha de Draft através de negociação seria praticamente impossível esse ano, mas não é. Há um monte de equipes na loteria que estão preferindo um jogador de talento comprovado. Alguns donos (de franquias) perderam a paciência com o processo de reconstrução”, disse o GM, que não quis se revelar.

Ainda de acordo com Ford, algumas franquias já se mostraram dispostas a conversar. Além do Boston Celtics, as seguintes equipes negociam suas escolhas e tentam subir ainda mais: Los Angeles Lakers (7ª), Sacramento Kings (8ª), Charlotte Hornets (9ª), Minnesota Timberwolves (13ª) e Phoenix Suns (14ª). No Draft, que será realizado no dia 26 de junho, no Barclays Center, o Celtics terá não só a sexta escolha, mas também a 17ª, que veio do Brooklyn Nets como parte do acordo que resultou nas saídas de Paul Pierce e Kevin Garnett.

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

34 comentários

  1. Renato

    Para o Celtics faria sentido subir posição no Draft para ter um jogador como Embiid.

    Caberia a proposta de Jeff Green + Draft Celtics

    Depois buscávamos o Deng ou Carmelo na FA.

    Time seria Rondo – Bradley – Deng – Sullinger – Embiid

  2. Jota

    Aí eu vi MUITA vantagem. Trocar a pick 6# + Sullinger/Jeff Green com os Sixers, por exemplo. Ou mesmo o Magic. Seria perfeito demais.

    E se conseguirmos subir mesmo, eu espero que seja pelo Jabari Parker, que é um upgrade e tanto do Paul Pierce. Tem um jogo parecido, técnico e fatal, sem contar que o Parker é um tanto mais atlético.

    Não confiaria no e “se” do Embiid (Problemas nas costas é quase incurável para pivôs) e nem no Wiggins, apesar de serem bons jogadores. Acho que o Parker tem muitos mais a cara do Celtics.

    Eu acredito.

  3. sebas

    Com certeza a situação do Kevin Love deve estar pesando quando ele diz que algumas equipes estão procurando jogadores de talento comprovado.E sobre o Kevin Love eu mantenho a opinião que dei na última notícia.Aliás,em relação a ela vou dar minha resposta ao Jota-Celta aqui mesmo.

    Aquele time formado em 2007 na verdade não teve apenas 3 anos de sucesso.Na verdade foi mais tempo,6 anos indo aos offs.Sendo que em 2012 ficamos a uma partida das finais e em 2011 eramos a melhor equipe da liga antes de trocar o Perkins.E aposto que com KG e PP nessa temporada,ainda beliscaríamos uma ida aos playoffs.Se o Hawks quase eliminou o Pacers,nosso time poderia dar um caldo e quem sabe chegar a mais uma final de conferência,opinião minha é claro.

    E além disso,Rajon Rondo tem 28 anos,Kevin Love 25.Melo tem 30.Um trio formado por eles duraria bastante tempo,talvez com Melo em declínio,algum bom jogador possa emergir vindo das nossas várias escolhas de draft,trabalhando bem essas escolhas,essa “era”poderia durar ainda mais,como fez o Spurs.E claro,esse trio Rondo-Love-Melo seria um excelente ponto de partida.Com outros benefícios do tipo as mid-level exception,bi-anual exception daria pra ir completando ainda mais o elenco ao redor desses 3.

    Mas concordo contigo,não podemos errar a mão nas trocas,pra maximizar nossos ativos.Não é porque temos muitos deles que podemos sair gastando de qualquer maneira.

    As outras equipes não tem tanto a oferecer,o Wolves precisa negociar.Aproveitemos essa situação.

    Tentar um rebuild completo é uma boa solução,mas quantas equipes além do Thunder realmente conseguiu isso?Qual outra equipe tem tido tanto sucesso quanto o Spurs aproveitando o draft ao longo dos anos?É um trabalho muito difícil de ser feito,afinal de contas,não é possível prever com 100% de certeza o futuro de um atleta vindo do draft.Quantas equipes não estão na rabeira da tabela por anos num eterno rebuild a base de draft?E se for pra fazer um rebuild total,teremos que dar adeus ao Rajon Rondo.Não faria sentido mantê-lo na equipe.

    • Jota

      Foram 3 anos no auge, e mais 3 com problemas de idade, lesões, condicionamento físico, tendo que ir no mercado, fazer trocas e etc. Não tínhamos exatamente um time, já que quase todos os anos entravam e saíam jogadores. As lesões e limitações vieram pela idade do nosso big 3. Nos deram muitas alegrias, certamente que deram. Mas com um pouco mais de paciência pode-se conseguir mais, e é esse o ponto da minha opinião.

      Em momento nenhum fui contrário a vinda do Love, só estou com os dois pé atrás no tanto que será investido para ele vir, que nada me tira da cabeça que é loucura (Se for mesmo a proposta da última notícia do blog.) Temos que ter sim um bom ponto de partida, e esse sem dúvida é um deles.

      Quantos aos times de ponta hoje em dia. TODOS, absolutamente TODOS tem ou tiveram um jogador que veio do draft para ser o centro do time. Spurs = Duncan, Heat = Wade, Clippers = Griffin, Pacers = George, Thunder = Durant/Westbrook, Blazers = Lillard, Wizards = Wall, Warriors = Curry… E os exemplos não param. Todos começaram do Draft, especificamente, de uma boa colheira e trouxeram estrelas para jogar ao lado deles. O cara do draft é o central em todos os times que citei.

      Rebuild não significa exatamente confiar no draft e não contratar ninguém, mas fazer escolhas para O FUTURO do time, e nem pensando somente nos Playoffs do próximo ano ou ser um contender. Como o amigo ali em cima citou o Deng… Isso não é fazer rebuild, é queimar jovens talentos para tentar beliscar alguma coisa, sem muita organização.

      No mais, podemos maximizar todas as nossas picks, exceções, ativos, contratos e tudo mais, mas o Ainge tem que saber fazer isso de uma forma ampla, e não trazendo jogadores “consagrados e allstars” que chegaram testando o mercado e pode sair para a mesma coisa em pouco tempo, como foi o caso do Ray Allen, por exemplo.

  4. sebas

    Trocas serão feitas,isso é certo.Como já disse,temos muitas escolhas e jogadores,além das trade exceptions que adquirimos na última temporada(e que tem prazo de validade,eu acho).Não dá pra ter todo mundo no elenco e também não dá pra deixar passar essas trade exceptions.

    Só resta saber,qual rumo que vamos tomar.Buscar montar um time pra ganhar agora,ou entrar de vez num rebuild(o que nos levaria a trocar até mesmo o Rondo).

    Sobre a formação de um big-3 http://www.celticslife.com/2014/06/the-next-big-three-how-celtics-could.html

    Caso o Celtics não pegue o Sanders por algum motivo,temos outro jogador de estilo parecido no mercado,o Asik de Houston.

  5. sebas

    Pois é Jota,entendo seu lado.

    Sobre o Cara central vindo do draft,o tal do Franchise Player,bem,não dá pra dizer que não temos um.Temos o Rondo e no caso do Love chegar,teríamos outro.A parte de draft um jogador e ir trabalhando ele,meio que pularíamos.

    E uma diferença primordial ao nosso antigo big 3 é justamente a idade,nesse sentido um novo Big 3 sairia na frente.

    Além disso,temos outro elemento chave que são as escolhas de draft.Temos muito mais do que naquela ocasião.Com Rondo-Love-Melo por exemplo,teríamos um time de impacto imediato,com bastante potencial pro futuro,já que Rondo e Love principalmente estão longe de serem velhos.E claro,podemos incrementar isso com um bom trabalho no draft.

    Teríamos um Contender,com jogadores que tem ainda muito tempo pela frente.Mas ao mesmo tempo são jogadores com bagagem,o que diminuiria a pressão dos mais jovens que fossem chegando,afinal já teríamos quem decidisse as partidas.Mais ou menos o que aconteceu com Rajon Rondo,uma 21# pick se eu não me engano.

    Mas pra isso é importante saber usar as picks nessas trocas.Não envolveria por exemplo ao mesmo tempo as nossas 6# e 17# dese ano.Procuraria manter pelo menos uma delas,e acho que isso é bem possível.

  6. Rodrigo

    CHANDLER PARSONS NO CELTICS!!!!!!!!!!! POR FAVOR AINGE

  7. Rodrigo

    RONDO/BLEDSOE/PARSONS/RANDLES/MONROE

  8. Thiago

    BOA TARDE FAMILIA CELTA!!!

    Apesar de ser um Celta de longo tempo (Época do jogo do mega drive, Lakers x Celitics, Larry, Parisch e compania) tenho enorme dificuldades em entender todas as excessões e regras.

    Obviamente sei das nossas picks, porém devido a correria da vida acabo assistindo apenas os jogos do Celtics e outros que são transmitidos.

    Dessa forma dou uma pequena sugestão aos amigos do site.

    Uma matéria sobre tudo o que o Celtics possue e pode negociar nesta off season, tanto para subir no draft quanto para adquirir algum atleta.

    Fico perdido o que podemos oferecer para o Bucks, Magic, Sixers, Cleveland que seja interessante para eles.

    Por fim gostaria de parabenizar o site pelas ótimas materias e pelo pessoal que sempre debatem os assuntos em alto nivel.

    Saudações Celta a todos.

    • sebas

      Basicamente temos as escolhas 6 e 7 do draft desse ano.

      Além disso,conseguimos outras escolhas futuras das trocas com Nets,Warriors e Memphis.Dei uma pesquisada e temos a seguinte situação.

      Do Nets recebemos a escolha de primeira rodada do draft desse ano(a 17),uma de 2016 e 2018.Provavelmente terão bom valor haja visto que o Nets tem alguns contratos longos e caros com Deron Williams,Joe Johnson e Brook Lopez.Não é um time jovem,que deve entrar em rebuild com a dificuldade de ter negociado tantas picks,sem contar que o dono já está ouvindo propostas para vender a franquia.Ainda recebemos uma trade-exception no valor de 10.3 milhões(não tenho certeza).Ela pode ser utilizada pra equilibrar um troca por algum jogador.É como se fosse um “contrato fantasma”.Se quisermos tentar um troca por exemplo com um jogador que tenha um salário nessa faixa,ao invés de enviarmos um jogador podemos enviar ela.Porém ela expira em 12 de julho.Foi usando uma dessas trade exceptions,que o Dallas adquiriu o Lamar Odon em 2011.O Lakers posteriormente a utilizou para fechar uma sign-and-trade com o Suns pelo Steve Nash.Ele assinou com o Suns que o enviou para o Lakers em troca dessa trade-exception.

      Da troca com o Warriors,recebemos uma escolha protegida do Sixers pra 2015 e uma de segunda rodada do Heat em 2016.Não sei exatamente,qual será a proteção usada,mas podemos usar o exemplo do Pelicans com o Sixers.Na troca que levou o Nerlens Noel pro Sixers,o pelicans enviou sua escolha de 2013 por jrue holiday e uma escolha protegida para top 5 esse ano.Essa escolha se tornou uma 10 pick,ou seja,abaixo do top 5,sendo então passada pro sixers.Caso fosse top 5,o pelicans permaneceria com ela esse ano e a escolha deles do ano que vem seria passada ao sixers,podendo haver nova proteção caso isso seja acordado.

      Do Memphis na troca envolvendo o Coutrney lee recebemos uma trade exception se eu não estou enganado.Isso tudo,além das nossas próprias escolhas pros próximos anos).

      Tivemos outros acordos nos últimos anos.Uma escolha do Clippers de primeira rodada em 2015,não protegida.

      Escolha de segunda rodada de 2015 e 2017 do Kings,protegida da 31ª até a 55ª escolha.Não sei se elas caírem nessa proteção,receberemos outras futuras.

      Temos ainda o direito de trocar as nossas escolhas de 2017 com o Nets,caso agente queira.Ou seja,das escolhas de 1ª rodada nossa e deles,ficaremos com a melhor.Caso exerçamos essa troca,eviaremos uma escolhas protegida de segunda rodada.

      Acho que é isso,você pode ter uma visão geral da liga aqui http://basketball.realgm.com/nba/draft/future_drafts/detailed

      Ainda temos nossos jogadores sob contrato http://hoopshype.com/salaries/boston.htm

      É isso que temos de ativos para serem trocados.

    • sebas

      Basicamente temos as escolhas 6 e 7 do draft desse ano.
      Além disso,conseguimos outras escolhas futuras das trocas com Nets,Warriors e Memphis.Dei uma pesquisada e temos a seguinte situação.
      Do Nets recebemos a escolha de primeira rodada do draft desse ano(a 17),uma de 2016 e 2018.Provavelmente terão bom valor haja visto que o Nets tem alguns contratos longos e caros com Deron Williams,Joe Johnson e Brook Lopez.Não é um time jovem,que deve entrar em rebuild com a dificuldade de ter negociado tantas picks,sem contar que o dono já está ouvindo propostas para vender a franquia.Ainda recebemos uma trade-exception no valor de 10.3 milhões(não tenho certeza).Ela pode ser utilizada pra equilibrar um troca por algum jogador.É como se fosse um “contrato fantasma”.Se quisermos tentar um troca por exemplo com um jogador que tenha um salário nessa faixa,ao invés de enviarmos um jogador podemos enviar ela.Porém ela expira em 12 de julho.Foi usando uma dessas trade exceptions,que o Dallas adquiriu o Lamar Odon em 2011.O Lakers posteriormente a utilizou para fechar uma sign-and-trade com o Suns pelo Steve Nash.Ele assinou com o Suns que o enviou para o Lakers em troca dessa trade-exception.
      Da troca com o Warriors,recebemos uma escolha protegida do Sixers pra 2015 e uma de segunda rodada do Heat em 2016.Não sei exatamente,qual será a proteção usada,mas podemos usar o exemplo do Pelicans com o Sixers.Na troca que levou o Nerlens Noel pro Sixers,o pelicans enviou sua escolha de 2013 por jrue holiday e uma escolha protegida para top 5 esse ano.Essa escolha se tornou uma 10 pick,ou seja,abaixo do top 5,sendo então passada pro sixers.Caso fosse top 5,o pelicans permaneceria com ela esse ano e a escolha deles do ano que vem seria passada ao sixers,podendo haver nova proteção caso isso seja acordado.
      Do Memphis na troca envolvendo o Coutrney lee recebemos uma trade exception se eu não estou enganado.Isso tudo,além das nossas próprias escolhas pros próximos anos).
      Tivemos outros acordos nos últimos anos.Uma escolha do Clippers de primeira rodada em 2015,não protegida.
      Escolha de segunda rodada de 2015 e 2017 do Kings,protegida da 31ª até a 55ª escolha.Não sei se elas caírem nessa proteção,receberemos outras futuras.

      Temos ainda o direito de trocar as nossas escolhas de 2017 com o Nets,caso agente queira.Ou seja,das escolhas de 1ª rodada nossa e deles,ficaremos com a melhor.Caso exerçamos essa troca,eviaremos uma escolhas protegida de segunda rodada

    • Alex Shima

      Boa lembrança… Robert Parish, grande center… Tive o prazer de assistir aquele time com o Bird, McHale e Walton em pleno Boston Garden… tempo que não volta mais. Danny Ainge era nosso SG! E pra quem não sabe, Ainge, antes de ser jogador da NBA, jogou (bem) baseball pelos Blue Jays de Toronto.

  9. drakes

    Quase todos os jogadores que o Celtics pode pegar no draft já passaram por workouts, acho que só não foi o James Young. Exum não está fazendo visitas abaixo do top 4 por isso não conta.

    Ao que tudo indica o Celtics vai de Aaron Gordon até por que pensa-se que que o time está pensando em conseguir um segund round para trazer outro jogador de arizona Nick Johnson

  10. Renato

    Hoje pintou um rumor no Celtics Blog que o Celtics estaria interessado em uma 2 escolha draft desse ano.

    Será que isso significa que fechamos com o Love, e ficaremos sem escolhas esse ano?

    Será que issp significa que iremos recuar na nossa escolha NETS?

    Será que apenas teremos mais uma escolha nesse Draft?

    Gostaria da opiniao de voces

    • drakes

      Esse movimento me parece mais preparatório para 2015, aumentar a flexibilidade este ano, junto com mais ativos tentar algo no próximo.

      O mercado para Celtics está muito ruim, com vários times tentando trocar picks top 10, tirou parte do encanto, ainda mais que apenas Rondo do elenco é bem cotado pelos vários motivos apresentados nos chats dos analistas americanos, Ainge fica de valioso diferencial mesmo com a exceção do Pierce.

      Eu acredito mais um movimento do Rockets, eles limpando o cap, e nós enviando a exceção pelo Asik, Lin indo para Phoenix ou algo assim.

      No fundo vai ser um ano de transição, limpar o cap, jogar para ganhar para valorizar os jogadores, e próximo ano montar um time competitivo via trocas de jogadores e inúmeras picks.

  11. Renato

    Rumor por Dan Sullivan,

    Celtics e Sixers negociando:

    Celtics envia 6 e 17

    Sixers envia 3 , 52 e 54

    Intenção do Ainge é ficar com Parker.

    • Sera que Sixers ira fazer isso? Se bem que esse draft tem VARIOS jogadores bons, 6 a 17 pro Sixers seria muito bom.

      E pra nois? 3, 52, 54 seria FANTASTICO! Até imagino o Roster do celtics na proxima temporada.

      Rondo
      Bradley
      Parker
      Love
      Asik

      Mais caso isso acontecer como Celtics ira pra cima do Love?

      • sebas

        Temos diversas escolhas de primeira roda nos próximos anos,teríamos que enviar algumas.Com Randle podendo ser operado,Julius Randle podendo sair na 5ª(Jazz) escolha,Aaro Gordon(Sixers,caso troquemos),o Wolves pode desencanar de draft um PF esse ano e usar nossas escolhas futuras,que podem ter bastante valor dependendo da situação do Nets e do Sixers.

        Outra coisa,um Backourt com Rondo e Bradley não é muito bom não,especialmente na defesa.Bradley defende bem,mas é muito baixo pra posição 2 e agente viu ele sofrendo em vários momentos por isso na última temporada.Acho que nesse aspecto precisaríamos de alguém como Tony Alen,daria um perfect fit com rondo.Até porque o Parker não é exatamente um grande defensor,nosso perímetro ficaria bem exposto na formação que tu propôs.

        Outra coisa,o Parker está sendo cotado para jogar na posição 4 na NBA,segundo os olheiros,o que me leva a crer que caso draftemos ele,desistiríamos do Love.

        Mas temos outro possibilidade também.O Bucks parece estar interessado no Exum(!).Talvez sobre o Embiid pra gente.Ficaria um baita garrafão eim?Poderíamos correr atrás do Luol Deng no FA.

        Quem sabe

        Rondo–?–Deng–Love–Embiid

        Dá um caldo eim.Além do mais,ganharíamos duas escolhas de segunda rodada,daria pra completar o elenco.Quem sabe o Pierce vindo na FA pelo mínimo,alguma troca usando nossas trade exceptions pra conseguir um bom SG defensor,a mid level exception em algum bom reserva pro garrafão e um armador(Renovar com Bayless ou Pressey talvez).É um time pra dar um caldo.

  12. sebas

    Situação de nossas escolhas pros próximos anos :
    http://basketball.realgm.com/nba/draft/future_drafts/detailed

    Nossa folha salarial pros próximos anos:http://hoopshype.com/salaries/boston.htm

  13. PHABIO PASSOS

    bem, sera que esta troca uma boa pra celtics?esta troca entre boston e sixers….

  14. Rodrigo

    Nao pensem como torcedores do Celtics, sera q os Sixers vao aceitar trocar a sua 3 escolha?

    • drakes

      Procurando uma lógica para sixers, poderia ser que o GM deles está muito alto no Noah Vonleh que assim como o Michael Carter-Williams e Nerlens Noel é de Maine, próprio Noel jogou contra ele, assim como um dos filhos do Ainge.

      Se o Ainge é um cara que gosta de arriscar e Sam Hinkie também não tem medo de ser criticado em seu plano, ter elaborado MCW e a própria troca que trouxe o Noel, existiu críticas ácidas.

      Existe um rumores que dos três jogadores elaborados para top, ele se interessa pelo wiggins, portanto baixar um pouquinho e pegar alguém que considera quase do mesmo nível não é assim tão complicado, o sixers ficaria com Noel, Vonleh, MCW, provavelmente trocaria o Thaddeus Young, dizem até mcw pelo smart e claro ele vai ter que trocar algumas picks de second round.

      Sem esquecer que eles têm a pick 10, poderiam trazer o Staukas por exemplo. Se sair a troca e pegar 17 outro ala…

      Alguma troca o sixers vai fazer, mesmo de posicionamento para se livrar de alguma pick.

      Ele fez uma reconstrução radical depois de pegar o time com várias trocas ruins nos últimos anos, principalmente a do Bynum, apostou em tentar pegar um jogador diferenciado nesses dois drats mais muita flexibilidade nem que tenha que perder muito.

  15. Jonas

    Mas pera lá, se trocarmos nossa pick #6 com os Sixers, não dá para montarmos elenco com Parker e Love, concordam? Já que sem essa escolha não há meio de convencer o Wolves a fazer a troca pelo Love.

  16. Renato

    Encontrei um site que mensura o valor de uma pick pela posição Draft.

    Sendo assim por essa tabela a 6 pick vale 0,51% de uma primeira escolha e a 17 posição vale 0,22 % de uma primeira escolha.

    Com esses valores podemos trocar com o Sixers pela 3 escolha (Vale 0,70) + 1 segunda escolha acima de 50.

    matéria excelente quem tiver curiosidade segue o Link:

    http://wagesofwins.com/2013/05/21/from-the-vault-the-value-of-a-draft-pick-and-draft-pedigree-in-the-finals/

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.