Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Gerald Wallace admite surpresa com troca que o levou ao Celtics

Para quem não sabe, o “Media Day” do Boston Celtics foi realizado nesta segunda-feira (30) e um dos entrevistados foi o ala Gerald Wallace, uma das peças envolvidas na grande troca que levou KG e Pierce para o Nets. Para quem acha que os jogadores da NBA sempre estão cientes dos fatos de sua carreira antes mesmo deles acontecerem, Wallace foi extremamente enfático ao provar o contrário.

Segundo o próprio G-Wall, ele estava em sua residência no Alabama assistindo o NBA Draft quando, de repente, apareceu nas informações esportivas no canto baixo da TV que ele havia sido envolvido na super troca, junto com Humphries, Brooks, Bogans e mais algumas picks futuras. Usando suas próprias palavras, ele pensou “O que eu acabei de fazer?” acompanhado, é claro, de um choque emocional impressionante.

Outro fato que envolveu Wallace e sua “inesperada troca” foi no dia da apresentação dos reforços, na qual ele não pode aparecer, o que gerou a especulação de que ele não ficou feliz com a troca. Ele, cordialmente, respondeu a pergunta da seguinte forma: “Ser trocado é um processo que ninguém gosta de fazer parte, eu fui pego de guarda baixa e no meio do meu training camp onde eu tinha compromisso com outros atletas. Logo, eu achei que seria uma oportunidade de passar mais tempo com as crianças”, disse, referindo-se aos jovens que ele ajuda a treinar na fundação Gerald Wallace, que fica localizada no Alabama.

Em relação à sua mudança para Boston, Wallace ainda fez um comentário que pode ser muito bem interpretado pelos fãs: “O ocorrido não tem nada a ver com a cidade de Boston, eu amo estar aqui, sou um fã do Patriots e do Red Sox, logo será interessante estar por perto e poder acompanhar melhor esses times. Estou feliz por estar aqui, é difícil para um jogador com 13 anos de liga ir para um lugar para recomeçar, porém, para mim, será um desafio interessante”, explicou.

Wallace falou por mais de 8 minutos para a mídia e um dos assuntos foi relacionado à sua queda de rendimento no ano passado em relação a suas médias (Wallace jogou 69 jogos e anotou 7,7ppg, ‘segunda pior média desde 03-04 no Kings’ 4,6 rpg, 2,6 apg e 1,4 steals/pg).

Segundo ele, ano passado ele teve prazer de jogar com 3 All-Stars e o trabalho dele não era ofensivo, e sim fazer o “trabalho sujo”: defender as estrelas adversárias para que seus companheiros pudessem aparecer. Logo, ele se sentiu extremamente feliz com o trabalho e considera seu serviço bem feito.

Relacionado à renovação em Boston, Wallace diz estar feliz por trabalhar com Stevens e estar feliz em estar em um lugar que está em plena reconstrução, muito ao contrário do que a maioria reportou, dizendo que ele não queria estar ali e que não gostaria de fazer parte desse processo. Wallace é o jogador mais experiente no Boston Celtics e passou por 3 trocas em 4 anos, e, ainda assim, ele insiste em dizer que essa troca foi a mais surpreendente de todas.

Quando perguntado sobre como é ser um veterano em um time de novatos, Wallace disse que a pior parte é conseguir um entrosamento, porque o time acaba tendo vários jogadores vindo de diferentes “escolas” e cada um tem seu próprio estilo de jogo. Consequentemente, criar um estilo homogêneo acaba sendo o maior desafio. “É muito difícil fazer parte de um processo de reconstrução quando se é um veterano, seu foco principal sempre é fazer parte de algum grupo que possa te marcar como campeão”.

Ele ainda informou, ao fim da entrevista, que está satisfeito em estar no Celtics. “Eu estou muito feliz por estar aqui. Como eu disse anteriormente, ser campeão é o meu objetivo. Porém, como eu nunca ganhei um anel antes, minha vida não se prende a títulos: eu me baseio em ter uma carreira de sucesso, se divertir, aproveitar todos os momentos e ter uma repercussão positiva. Se eu puder chegar e contribuir com esse time, ajudar a voltar ao favoritismo e ainda rumar ao título, serei feliz em fazer parte de um grupo campeão”, finalizou.

Author avatar
Redação Celtics Brasil

13 comentários

  1. Daniel Emiliano

    Na minha opinião, se mostrou completamente descontente em estar em Boston, o que vamos ser sinceros, é absolutamente compreensível para um atleta na posição dele.

    Deixou um time que brigará com chances REAIS de título, pra ir pra um time cheio de muleques, jogadores machucados, com grande chance de praticar um tank no fim da temporada.

    Sem contar que imprensa e torcida NÃO O QUEREM em Boston, por conta de seu salário.

    Ou seja…o cara deve estar se sentindo altamente rejeitado, e está.
    Da até pena dele.

    Mas tenho certeza que dentro de quadra ele vai dar o melhor dele, independente de tudo.

    • Lucas Rocha

      Concordo em tudo que disse ai, sabe quanto é o salário dele e se ele pode ser moeda de troca ja nessa temporada?
      Ate hoje fico meio perdido com essa troca…

      • Thiago Matos

        Lucas ele ainda tem contrato por 3 temporadas no valor de $10.105,855, ele deve permanecer em Boston nesta temporada e ser negociado na próxima.
        Relacionado ao seu jogo ele pode contribuir na equipe
        Rondo-Bradley-G-Wall-Green pode ser uma defesa sufocante para os adversários e ainda temos o Courtney Lee.
        No ataque ele pode dar aquelas Dunks caprichadas e algumas bolas de 3p.

    • Rafael Taborda

      Concordo… e também acho que dá dó do cara…!

  2. PHABIO PASSOS

    Bem,concordo com voce,deu ver isso na entrevista dele, que esta deslocado, mas respeita a agremiação que esta..

  3. Matheus Porto

    Muito difícil ficar até o final da temporada, e acho desnecessário também. Juntando ele com algum bos vários bons jogadores novos do Celtics, podemos conseguir algo de bom.

  4. Rodrigo Silverio

    Ele não está se sentindo em casa…!…mas acho q com o tempo ele acostumara com a cidade, com o elenco, a comissão técnica e quando tiver tudo isso, será trocado novamente…!!! kk

  5. Daniel Emiliano

    Bem por aí mesmo, coitado…rs

  6. Fernando

    Como já escrevi em outros posts, enxergo no G-Wall um potencial espírito celta. O momento não é oportuno, seu salário não colabora. De qualquer forma vejo chances do jogador conseguir se adaptar, tecnicamente pode nos supreender, mas precisa voltar à melhor forma. Eu prefiro o G-Wall com todo o salário ao Humphries. Pelo perfil, pela atitude mesmo. Na minha opinião um dos diferenciais Celtics é a atitude. E o Humphries está longe de suar verde. Humphries ou Scalabrine? Dá para trocar?

  7. Vinicius Simões Bravo

    Tanto ele quanto Humphries tem alta rejeição em Boston. São 22 Milhões em Salários para jogadores que (pelo o que fizeram na última temporada), não merecem nem metade.

    Creio que grande parte da torcida esperava uma troca envolvendo os jogadores, e acho que até os dois jogadores também esperavam isso.

    Mas, se o Wallace voltar a jogar pelo menos, teremos um time com uma boa defesa de perímetro, o que já é alguma coisa.

  8. É o salário mais alto que veio do Nets, mas também é o reforço de maior qualidade entre os antigos Brooklyn. Só precisa achar seu jogo novamente.

    Já vimos isso acontecer quando o Perkins saiu e veio “um ala bichado com problema no coração”. Hoje é um dos maiores nomes do time, e a torcida ama.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.