Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Hornets 117 x 112 Celtics

Após a decepcionante derrota em casa para o Utah Jazz, o Boston Celtics visitou na noite de segunda feira(19) o Charlotte Hornets e teve mais uma derrota na temporada 18/19. Com uma defesa totalmente perdida e um time apático, o Boston Celtics que até teve controle do jogo em boa parte do terceiro e quarto período,  não conseguiu segurar a vantagem e viu o time de Kemba Walker sair com a vitória de quadra.

O jogo iniciou equilibrado, e em nenhum momento os times desgarraram no placar. Depois de uma sequência de erros de nosso ataque o time do Charlotte Hornets conseguiu abrir vantagem no placar, que não durou muito e o equilíbrio voltou a perdurar, com o primeiro quarto terminando em 29 a 24 para o Hornets. Detalhe a se considerar é como Gordon Hayward parecia perdido em quadra desde o início do jogo, e desde o primeiro quarto nossa defesa dava sinais de que seria uma noite de fortes emoções.

No segundo quarto nosso time melhorou. Os arremessos do perímetro seguiam sendo uma forte arma do Hornets, porém o Boston Celtics estava conseguindo responder a altura e com uma leve melhora de nossa defesa, o jogo nesse momento passou por diversas trocas na liderança do placar. Tatum teve um ótimo fim de quarto, mas Lamb também teve pelo lado do Hornets, o que manteve o placar muito próximo. Terminamos a frente com uma bola de dois pontos de Kyrie Irving no fim do primeiro tempo. Placar de 56 a 54. Destaque para Irving com doze pontos e Tatum com dez pontos, pelo lado do Hornets Walker terminou com dezoito pontos e Lamb com onze pontos.

O terceiro período de jogo trouxe o mesmo equilíbrio. O Boston Celtics chegou a abrir uma pequena vantagem de 74 x 68 no período, que não durou muito, após tomar mais bolas de três, em uma noite na qual o nossa defesa do perímetro não passava muita segurança. Ainda sim, o terceiro período terminou 87×84 para o Boston Celtics.

No quarto período, apesar da vantagem, o jogo sempre esteve próximo. Kemba Walker seguia como principal arma do Charlotte Hornets, e não tinha dificuldade em pontuar em cima de uma defesa que parecia estar sempre atrasada e perdida. Faltando sete minutos para o fim do jogo o Hornets tomou a liderança por um ponto 99×98. Com uma boa aparição de Tony Parker no fim da partida, o Hornets abriu 106×102 no placar. Mas ainda havia esperança. Na sequência da jogada Tatum acertou um belo arremesso de três e nos manteve no jogo. E logo em seguida, em uma jogada de um contra um de Walker contra Smart, o astro do Hornets acertou uma arremesso de três que foi a faca no coração do time verde. Nem mesmo nas jogadas mais obvias o time tinha organização defensiva. E jogadores que estavam em noite pouco inspirada, como Hayward, acabaram ficando muito tempo em quadra(trinta minutos e apenas quatro pontos) o jogador mostrou muita insegurança durante a partida. Parece que Stevens tem fé, que com tempo e persistência as coisas vão se corrigir e tudo vai se encaixar. Mas até o momento isso não tem funcionado. E alguns jogadores seguem decepcionando.

Pelo lado do Boston Celtics os destaques foram Kyrie Irving com vinte e sete pontos, e onze assistência(duplo duplo) e Jayson Tatum com dezoito pontos e oito rebotes. Já pelo Charlotte Hornets Kemba Walker em grande noite teve quarenta e três pontos. Jeremy Lamb também teve uma ótima participação com dezoito pontos.

O Boston Celtics volta a jogar na noite de quarta feira(21) no TD Garden contra o New York Knicks as 22h30 horário de Brasília. O Charlotte Hornets volta as quadras no mesmo dia, contra o Indiana Pacers no Spectrum Center as 22h horário de Brasília.

 

Destaques do Celtics

Kyrie Irving (27 pontos e 11 assistências)

Jayson Tatum (18 pontos e 6 rebotes)

Destaques do Hornets

Kemba Walker (43 pontos e 5 assistências)

Jeremy Lamb (18 pontos e 6 rebotes)

Willy Hernangomez (14 pontos)

Melhores momentos

Author avatar
Henrique Correia
Paulista, morador de Bauru no interior do estado de São Paulo, analista de suporte e corredor de rua nas horas vagas. Apaixonado por basquete, descobriu no jornalismo um hobby e quem sabe futuramente pode encontrar uma profissão. Acompanha a NBA desde 2010, torcedor fiel do Celtics, aguarda ansiosamente pra ver seu primeiro titulo.

6 comentários

  1. Marcos

    A boa notícia é que o lineup titular voltou a ser próximo do ano passado – pressão da mídia especializada?
    A má notícia é que Hayward continua jogando 30+ minutos.

    Eu colocaria o Hayward como illness e para treinar em separado toda a temporada (estilo Bem Simmons).
    Já deu, mais 3 jogos assim e o dano psicológico será permanente.
    O Brad está mais atrapalhando que ajudando o seu pupilo.

    Abs verdes

  2. Marco Antônio de Paula

    Acho que devemos encarar a realidade. Independente de estar numa “Pré Temporada” A Realidade é que o time não evolui. Não são apenas as derrotas, e sim a evolução do time que deve ser analisada. E essa evolução não existe. Pioramos muito a defesa em relação a temporada passada. Nosso ataque não tem muitas jogadas, estamos praticamente muito limitados ao jogo de fora do garrafão. O Sistema defensivo que já era deficiente no garrafão, piorou fora do perímetro com Kyrie e Hayward. Não estamos bem nem na parte ofensiva e nem na parte defensiva. Eu já esperava problemas nessa temporada devido a nossa falta de jogadores dominantes de garrafão. Mas não pensava que jogo do time cairia tanto em outros setores. Certos jogadores não estão com a evoluçao esperada. Brown piorou demais em relação a Ultima temporada. Parace inibido com as presenças do Kyrie e do Hayward, sem personalidade. Tatum não conseguiu chegar a um nivel MVP, por ter deficiências defensivas, principalmente em garrafão. Horford, não tem mais condições de jogar de Pivô. A Idade chega pra todo mundo. O proprio Horford se sente desconfortável nessa posição, tendo que encarar caras muito mais atléticos que ele. Baynes é um quebra galho e não é solução. Pelo jeito o novato Williams deve ser uma furada mesmo. Vai ver que o garoto é problemático. Não é possível, que um time com essa deficiância de garrafão, não trabalhe um cara com as características físicas do Williams. Hayward é outro problema. Em todos os esportes, uma contusão séria, pode afetar em muito o rendimento do atleta. Hayward hoje é um cara que joga em nivel NBB. Stevens é um bom treinador, mas até o momento não achou o encaixe do time, e não vai ser tarefa simples, pelas características desse grupo, com medalhões e com jovens que muitas vezes perdem personalidade na presença desses medalhões.

  3. Antônio

    Brad peidando na farofa na rotação. Perímetro ok, garrafão preocupante. Arrisco a dizer que 70% dos pontos levados sao dentro do garrafão.

  4. N£¥ Pjot∆

    Esse quinteto não encaixou, literalmente. E acho difícil encaixar, pois tem dois jogadores atuando fora de posição!

  5. Erondi Nunes

    Não vamos analisar os resultados e sim o desempenho, e realmente estamos ruim. Tenho certeza q o brad vai achar o time em algum momento essa oscilação é normal. O problema é q nos acostumamos a “só vencer”. Talvez deva mudar o time titular, gostei muito do Rozier na 2 junto com o Kyrie

  6. Vejo um grande problema no Stevens em relação à insistência com Horford sozinho no garrafão em grande parte do tempo por atuar num small ball!! Deixa o time marcando o perímetro (algo mal feito essa temporada) e o garrafão vira uma zona/avenida!!!!!!!!!!!! Tem que trabalhar mais com Morris ou Baynes junto ao Horford pra fortalecer nosso garrafão!!
    Ideal é Hayward vindo do banco como sexto homem junto à Smart e Rozier pra ter uma segunda unidade bem melhor que as demais, assim pontuar mais e desequilibrar a pontuação do adversário!

    Irving – Brown – Tatum – Morris – Horford
    Rozier – Smart – Hayward – Ojeleye – Baynes

    ** Hayward atuando 20 minutos e gostaria que jogasse 1 e folgasse 2 pra treinar separado pra aprimorar. Os jogos oficiais seriam apenas pra dar ritmo de competição aos poucos… pensando assim em tê-lo num bom nível com 3/4 da temporada pra pensar em playoffs!
    ** Brown de titular pra forçar o cara a jogar e pô-lo mais agressivo, é isso que falta!!! Temporada de afirmação!! E especialmente pra tê-lo defensivamente num apoio ao Irving durante algumas trocas de marcação se preciso, Brown não está no nível defensivo da temporada passada também, porém sabemos que jogo pra isso ele tem!!!
    ** Deem uns minutos pro nosso calouro néh…. tá osso assim!!
    ***** Vejo como principal crítica a nossa temporada, a falta de vibração e agressividade no time!!! Jogadores extremamente passivos, com exceção do Irving.. até Tatum oscila nessa questão de agressividade… vejo o time muito acomodado!! Não pensaria em trocas, SALVO, envolvendo Horford…no mais, manteria o time porque o elenco é muito bom.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.