Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Jordan Mickey não é mais jogador do Boston Celtics

Na madrugada desta sexta-feira, o Boston Celtics anunciou a dispensa do ala-pivô Jordan Mickey.

Essa decisão já era amplamente esperada pelas pessoas que vivem o dia-a-dia da franquia, haja vista que o maior campeão da NBA continua buscando a liberação de espaço, em sua folha salarial, para assinar com Gordon Hayward. Ao dispensar Mickey antes da 0h do dia 15.07.2017, a equipe de Boston impediu que o contrato do seu, agora, ex-jogador virasse garantido, gerando uma economia de US$ 1.47 milhão aos seus cofres.

Mickey, de 23 anos, nunca conseguiu ganhar a confiança de Stevens, vindo a participar de apenas 25 jogos na última temporada. Suas médias foram de 1.5 ponto e 1.4 rebote, por 5.6 minutos jogados por noite.

Ao todo, o big man, recrutado pelo Celtics com a 33ª escolha-geral do 2015 NBA Draft, disputou meros 41 embates com o uniforme de Boston, em suas duas temporadas em Massachusetts. Suas médias, após duas temporadas, são de 1.4 ponto e 1.1 rebote, por 4.8 minutos por partida. O jogador, de 2,03 metros, nunca esteve em quadra, profissionalmente, por mais de 19 minutos e a maior pontuação de sua carreira ocorreu no dia 06.11.2016, quando marcou 8 pontos na derrota do Celtics para o Nuggets.

Prevendo sua dispensa, Mickey havia solicitado, recentemente, ao Celtics que não o colocasse em seu elenco para a disputa das Ligas de Verão. Essa decisão gerou espanto nos bastidores da NBA, tendo em vista que o jogador poderia ter utilizado a Summer League como plataforma para chamar atenção de alguma outra equipe em seus serviços.

A dispensa de Mickey, ainda, pode possibilitar que o Celtics assine, oficialmente, com seu prospecto Guerschon Yabusele, recrutado pela franquia com a 16ª escolha-geral do 2016 NBA Draft.

Por fim, antes de assinar com Hayward, o presidente de operações de Boston, Danny Ainge, precisa decidir o destino de Demetrius Jackson, cujo contrato valorado em US$ 1.38 milhão tornar-se-á integralmente garantido (por ora, apenas 650 mil dólares são garantidos) à 0h de logo mais.

Author avatar
Rômulo Portugal
Rômulo é carioca, advogado, e fã de futebol, NBA e NFL. Acompanha o Celtics desde 2003. Seu fanatismo pelo maior campeão da NBA o fez torcer para os demais times de Boston. Como bom carioca, é Vascaíno. Tem Paul Pierce como primeiro e grande ídolo na NBA.

7 comentários

  1. Pablo

    Agora sim limpeza geral no elenco . Rumo ao titulo @@@@@@

  2. Rômulo Portugal

    O que dizer desse Hayward, hein?

    Nem apresentado foi, e já tá fazendo o Celtics se livrar de Mickey, Zeller, Jackson..

    Ídolo!

  3. Monstro Hayward, nem precisa jogar pra entrar no Hall Of Fame dos Celtics. Fez mais sem jogar do que todos esses (tirando o Bradley) que foram embora.

  4. phabio passos

    BEM O PROXIMO A SAIR É O JACKSON…… RENOVAMOS O CONTRATO DE NADER PRO 6MIL POR 4 ANOS…..,

  5. JailtonSV

    Lamentável que ele não tenha conseguido destacar-se em uma equipe que possuía um garrafão tão ruim.

    É normal que o Celtics precise limpar a folha para acomodar o salário do Hayward.
    Porém não pude deixar de pensar em o que o Celtics teria que fazer caso a vinda de Hayward, fosse somada a uma trade pelo Paul George como era pretendido inicialmente. Existiria a possibilidade de acomodarmos estes salários ou as notícias eram falaciosas?

    • Rômulo Portugal

      Jailson, seria algo parecido com o que estamos vendo.

      O Bradley, ao invés de ir para Detroit, iria para Indiana, assim como Jae Crowder (possivelmente) e umas picks.

  6. Fernando C Silva

    Não sou especialista em contratos da NBA, mas creio que, se PG viesse, a administração pagaria a taxa de luxo e ponto.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.