Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

NBA suspende temporada 2019/2020 após pandemia de coronavírus; Celtics se pronuncia em nota

Depois de vários dias de discussão sobre as medidas a serem tomadas por causa de uma pandemia de coronavírus em todo o mundo, a National Basketball Association (NBA) anunciou, na noite de quarta-feira (11), a suspensão da temporada 2019/2020 da NBA após a confirmação que o pivô Rudy Gobert, do Utah Jazz, testou positivo para o COVID-19. Poucas horas depois, já na manhã desta quinta-feira (12), o ala-armador Donovan Mitchell, também do Utah Jazz, confirmou que também está com o coronavírus.

Em nota divulgada no site oficial e em perfis nas redes sociais, o Boston Celtics se manifestou sobre a suspensão da temporada. O time verde e branco de Massachusetts lamentou o cancelamento dos jogos, mas defendeu a decisão da NBA, ressaltou que a saúde de todos é o mais importante e disse que está tomando todos os cuidados necessários com atletas, integrantes da comissão técnica e funcionários. Como enfrentou o Utah Jazz há menos de uma semana, o Celtics submeterá toda a equipe a uma quarentena a partir deste sábado (14), já que várias pessoas tiveram contato com Rudy Gobert e Donovan Mitchell.

Terceiro colocado da Conferência Leste, com 43 vitórias em 64 partidas e 67,2% de aproveitamento, o Boston Celtics precisa disputar mais 18 duelos na temporada regular. A NBA ainda tem 259 jogos, aproximadamente 21% da programação, para realizar nesta temporada, e ninguém sabe se, ou quando, a competição será retomada. A tendência é que a suspensão dure, no mínimo, 30 dias.

Confira na íntegra a nota do Boston Celtics sobre a suspensão da temporada:

O anúncio de que a NBA suspendeu a temporada é uma notícia decepcionante para o Boston Celtics e seus torcedores, mas apoiamos firmemente a liga em sua decisão. Queremos esclarecer informações sobre o que a equipe fez e está fazendo.

Na noite de quarta-feira (11), soubemos que um jogador do Utah Jazz (Rudy Gobert) deu um resultado preliminar positivo para o COVID-19, e um segundo caso (Donovan Mitchell) foi relatado nesta manhã de quinta-feira (12). O Celtics enfrentou o Jazz na última sexta-feira, 6 de março. Estamos em constante comunicação com os funcionários do Departamento de Saúde Pública de Massachusetts, incluindo Larry Madoff, diretor médico do Departamento de Doenças Infecciosas e Ciências Laboratoriais. Falando especificamente das notícias sobre os jogadores de Utah, o Departamento de Saúde Pública aconselhou que, com base no estado de saúde desses jogadores durante esse período, é improvável que alguém da equipe tenha entrado em contato com eles enquanto eram contagiosos.

No entanto, apesar dessas informações, estamos exercendo muita cautela ao tomar todas as medidas para estar vigilantes e seguros. Jogadores e funcionários que estiveram em estreito contato com os jogadores de Utah ou viajaram para Milwaukee se auto-colocarão em quarentena durante o final de semana, para serem submetidos a testes. Também tomaremos medidas adicionais, conforme necessário e recomendado pelo Departamento de Saúde Pública.

A segurança de nossos torcedores, jogadores, equipe e imprensa é de suma importância para nós. Continuaremos monitorando os desenvolvimentos e fornecendo informações enquanto trabalhamos com as autoridades da liga e da saúde nessa situação.

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

3 comentários

  1. Fernando Silva

    Em.decorrência do nosso banco e das lesões sucessivas, estamos sobrecarregando os minutos dos titulares.

    A pausa servirá pada recuperarmos todos.

    Sobre o Covid-19 é assustador o número de afetados e, embora a letalidade seja baixa, que fosse única morte já seria o bastante para todos estarem alertas.

  2. PHABIO PASSOS

    saiu na sites que nossos jogadores deu resultado negativo, quanto o virus, vao continuar os 30 dias que a NBA determinou, pelo nossos estao livres….

  3. […] 2019/2020 da NBA em um complexo esportivo na Walt Disney World, em Bay Lake, estado da Flórida. A liga foi suspensa em março, por causa do avanço da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) nos Estados […]

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *