Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Pré-temporada 2016: 76ers 92 x 89 Celtics

Depois de um bom tempo sem ação, o torcedor do Boston Celtics matou a saudade de sua equipe na noite desta terça-feira (4), com o duelo diante do Philadelphia 76ers, pela pré-temporada 2016 da NBA. A partida, disputada no Mullins Center, em Amherst (Massachusetts) trouxe uma mistura de sentimentos aos celtas: ao mesmo tempo em que vibraram com as estreias do ala Jaylen Brown e do pivô Al Horford, os fãs pararam para analisar o desempenho do novo elenco e lamentaram o surpreendente tropeço por 92 a 89 para a franquia da Filadélfia, uma das piores das últimas três temporadas da liga.

Com os seus principais atletas no primeiro quarto de partida, o Boston Celtics não teve dificuldades para abrir vantagem sobre o Philadelphia 76ers e empolgou a torcida no Mullins Center. Em pouco tempo de jogo, os destaques celtas na temporada 2015/2016 mostraram o que se esperava deles: Isaiah Thomas esbanjou habilidade na quadra de ataque, Avery Bradley se destacou nos arremessos de três e na distribuição de jogo, e Jae Crowder mostrou consistência nos arremessos. Em seu primeiro duelo com a camisa verde e branca, Al Horford apresentou um natural desentrosamento com a equipe, o que é natural, mas buscou jogo o tempo todo e flertou com um duplo-duplo: oito pontos e oito rebotes.

O quinteto reserva, desfalcado de Gerald Green e Kelly Olynyk, contou com uma ótima atuação do armador Terry Rozier: seguro na condução de bola e definindo os seus arremessos de forma confiável, o camisa 12 está ganhando mais espaço a cada dia em Boston. Também armador, Marcus Smart não deu espaços aos atletas do Philadelphia 76ers e foi bem no ataque, com 10 pontos. O calouro Jaylen Brown, por sua vez, sentiu a pressão no começo do jogo, mas rapidamente se soltou em quadra e mostrou personalidade nos últimos minutos, liderando a equipe que quase arrancou a vitória das mãos do Philadelphia.

Apesar do bom desempenho de suas principais peças, nem tudo foi motivo de festa para o Boston Celtics neste amistoso, já que alguns jovens atletas apresentaram um desempenho abaixo do esperado. Apesar de ter ido bem no ataque, anotando sete pontos, o ala-armador James Young continua apresentando falhas preocupantes no setor defensivo, assim como o ala-pivô Jordan Mickey, que pareceu acomodado nos segundos em que esteve em quadra. O armador Demetrius Jackson e o ala-armador R. J. Hunter também foram discretos.

Já o Philadelphia 76ers, que não contou com Ben Simmons e Jahlil Okafor, estreou outras duas promessas: o ala Dario Saric e o pivô Joel Embiid. Enquanto Saric foi um dos cestinhas do Sixers, com 10 pontos, Embiid registrou seis pontos e quatro rebotes em 13 minutos. O ala-armador reserva Brandon Paul, com 15 pontos, foi o destaque do Philadelphia em Amherst, seguido de perto por T. J. McConnell, autor de 13 pontos.

O Boston Celtics volta a jogar pela pré-temporada da NBA diante do Charlotte Hornets, nesta quinta-feira (6), às 20h30, no Coliseum de Greensboro, localizado na Carolina do Norte. Também nesta quinta, o Philadelphia 76ers recebe o Washington Wizards no Wells Fargo Center.

Destaques do 76ers

Brandon Paul (15 pontos e quatro rebotes)

T. J. McConnell (13 pontos, quatro rebotes e quatro assistências)

Dario Saric (10 pontos e seis rebotes)

Destaques do Celtics

Terry Rozier (12 pontos e três rebotes)

Avery Bradley (11 pontos e seis assistências)

Isaiah Thomas (11 pontos e três assistências)

Jae Crowder (11 pontos e três rebotes)

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

4 comentários

  1. Bruno Araujo

    Jaylen Brown mostrou que tem potencial para ser FP do Celtao. Do outro lado, Embiid mostrou que também será o FP. Estou empolgado com o futuro da liga, tem uma geração bacana surgindo (para aliviar a tristeza das aposentadorias dos nossos ídolos).

  2. Cara, acabei perdendo o jogo por falta de net (droga).

    Garimpando os highlights vi várias coisas que me agradaram, vou listar:
    1. Al Horford chutando do bico do garrafão. Cara, via ser sucesso. O chute dele dali é muito consistente, o Thomas é bom nesse passe e a marcação sofre pra acompanhar. Continue assim, não precisa ficar disparando de 3.

    2. J-Brown já pode ser considerado top-2 de atletismo no nosso elenco. O garoto não tem medo do perigo, defende bem (outro ladrãozinho de bola para quando o Crowder não estiver em quadra), é ousado, vai pra socada, perfil de jogador da NBA. Perfeito, o Green vai ter que se coçar para não ficar esquentando banco do rookie. Temos jogador pra muitos anos aí.

    3. T. Rozier pode ter seus minutos e descansar o Thomas. Fundamental para a rotação, em uma Liga onde os caras precisam jogar sempre a 100% de energia. Nas temporadas anteriores, sempre que o jogo dava uma “fechada” precisávamos tirar o Thomas do banco.

    4. J. Embiid (a escolha que eu tanto queria naquele draft) tem tudo para ser um center monstruoso. Todas as qualidades sem os defeitos do DA Jordan.

    Por último, como esperado o 76ers deve crescer muito essa temporada com Embiid, Saric, Simmons, Okafor. O mesmo vai acontecer com os Fakers.

    Portanto galera, os Nets tem chances REAIS (a primeira de verdade em 3 anos) de fazer a pior campanha da Liga (a briga será com Fakers e Suns) e nos dar nossa primeira pick no próximo draft (que poderemos usar sabiamente para atrair o Durant e o Cousins).

    Let’s go Celtics!

    []s verdes
    P.S.: Fantástico gesto no início, lembrando o time dos anos 60 no movimento pelos direitos civis em meio a onda de violência nos US.

  3. dakimalo

    Aí galera, blza? to passando pra divulgar um grupo de WHATS que eu tenho com assuntos relacionados ao celtics… se alguem quiser entrar, me manda o numero ou me chama no whats que eu adiciono… meu whats é 55 84786452 … abraço e saudações celtas!!!

  4. Renato

    Nosso time titular está muito forte. Horford gera um impacto absurdo corrigindo nossas deficiências defensivas de garrafão e participa muito ativamente no ataque, sem contar que ele levando a bola é melhor que muito armador rs.

    Rozier e Brown muito bem do banco, Smart deixou a desejar, do resto já não esperava grande coisa. Na verdade nosso banco completo fica bem forte com Rozier – Smart – Green – Brown e Olynyk.

    Ainda queria um center para entrar na segunda unidade, mas já vamos dar trabalho para qualquer um.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.