Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Prévia – Boston Celtics (21-14) x Philadelphia 76ers (9-24)

Terceiro colocado da Conferência Leste após 35 partidas da temporada 2016/2017 da NBA, o Boston Celtics terá que defender a sua posição em mais um back-to-back, sendo que o primeiro desses jogos seguidos será disputado na noite desta sexta-feira (6), às 22h30 (horário de Brasília), contra o Philadelphia 76ers, no TD Garden. Será o segundo duelo entre os rivais de Divisão do Atlântico: no dia 3 de dezembro, o Alviverde sofreu, mas bateu o Sixers por 107 a 106 no Wells Fargo Center.

Não é exagero falar que o Boston Celtics é franco favorito diante do Philadelphia 76ers. Afinal de contas, vários fatores pesam a favor do Alviverde, que vem de oito vitórias nos últimos 10 jogos: além de contar com a torcida a favor, o Celtics está melhorando o entrosamento a cada partida e encara um oponente sem muita força, dono de uma das piores campanhas da liga. Se jogar com seriedade e manter a concentração, o time verde e branco não deve ter dificuldades para conquistar a terceira vitória consecutiva nesta série de jogos no TD Garden.

Para o jogo desta sexta-feira, o Boston Celtics terá um desfalque na rotação: o ala-armador James Young, com uma lesão no tornozelo, foi vetado pelo Departamento Médico. Além disso, o pivô Tyler Zeller, em recuperação de uma sinusite, ainda não teve a sua presença confirmada diante do 76ers. Desta forma, o técnico Brad Stevens terá que relacionar o armador Demetrius Jackson e o ala-pivô Jordan Mickey, que estavam defendendo o Maine Red Claws na D-League, para o jogo contra o 76ers. O ala Jae Crowder, que se envolveu em uma polêmica depois de criticar a torcida celta, não foi punido pela diretoria e deve atuar normalmente.

Há três temporadas entre as piores campanhas da NBA, o Philadelphia 76ers não tem forças para brigar por uma vaga nos playoffs e ligou o “tank mode” por mais um ano, mas chega a Boston com uma inesperada motivação: nas duas últimas partidas que disputou, contra Denver Nuggets e Minnesota Timberwolves, o Sixers conquistou duas vitórias e saiu da lanterna da Conferência Leste. Se esquecer um pouco o tank e manter a motivação diante de um adversário mais difícil, como é o Celtics, o 76ers pode beliscar um resultado surpreendente fora de casa.

Apesar da empolgação, o Philadelphia 76ers tem alguns problemas no quinteto titular. O armador Sergio Rodriguez, com uma entorse no tornozelo esquerdo, o ala Robert Covington, que sofre com dores nas costas, e o pivô Joel Embiid, em recuperação de uma gastroenterite, só terão suas presenças confirmadas horas antes da partida. Além disso, o ala-armador Gerald Henderson, com dores no quadril, deve ser poupado do jogo em Boston, enquanto o ala Ben Simmons, que se recupera de uma fratura no pé direito, é desfalque certo. As apostas do 76ers, por ora, são o ala croata Dario Saric e o pivô Nerlens Noel.

FICHA TÉCNICA

Local: TD Garden (Boston, MA)

Horário (de Brasília): 22h30

Transmissão: NBA League Pass

BOSTON CELTICS: Isaiah Thomas, Avery Bradley, Jae Crowder, Amir Johnson e Al Horford. T: Brad Stevens

PHILADELPHIA 76ers: Sergio Rodriguez (T. J. McConnell), Nik Stauskas, Robert Covington (Dario Saric), Ersan Ilyasova e Joel Embiid (Nerlens Noel). T: Brett Brown

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

21 comentários

  1. Dakimalo Garra Gomes

    Celtics 113 x 97 Sixers

  2. Willian Stanley

    Celtics 115 x 88 Sixers

  3. PHABIO PASSOS

    CELTICS 116 X 96 SIXERS

  4. Se perder, ao menos tem o consolo de estar fodendo mais ainda o Nets…kkkk

  5. Paulo

    Celtics 106 x 92 Sixers

  6. Fernando C Silva

    Celtics 113 x Phylla 98

  7. daniel fialho

    CELTICS 120 X 95 SIXERS

  8. Jefferson Pires

    Sixers 97 x 111 Celtics

  9. Lucas Oliveira

    Nosso segundo all Star tá tomando um pau do Embiid que dá até medo… Espero que se recomponha pq esse time é muito alto e ágil com o Embiid no garrafão, Isaiah não vai conseguir vencer sozinho essa.

  10. Lucas Oliveira

    30min – 0 pontos… Não vou nem comentar, deixar isso para meus colegas abaixo.
    Partida fraca do IT (23 pontos kkk), Horford ae redimindo e terminando muito bem, Amir bem, Smart é Bradley monstros e Olynyk novamente mal no arremesso, mas surpreendentemente bem na defesa e armando jogadas…. Pq será que a partida foi tão difícil então, né? Eu já mencionei 0 pontos em 30min?

    • Danilo

      E mesmo assim eu fico do lado dele!
      Um jogo com 0 pontos e muitos jogos com muita raça!

      • Lucas Oliveira

        Danilo o ponto é que você pode ver isso de 2 formas. 1- Ele sentiu essa história toda e “se escondeu” (digo se escondeu pq ele praticamente não arremessou), 2- Ele é esse tipo de jogador que joga muito bem umas partidas, péssimo em outras, mas sempre com muita raça (Smart joga com ainda mais e só vejo galera metendo pau, mas tudo bem).

        Em ambos os casos, não faz você se questionar que ele é um ótimo jogador, mas está longe de ser um jogador excepcional? E se não é excepcional, é errado a torcida querer um time melhor?

        Não me leve a mal, eu gosto do Crowder e acho que deveríamos nos preocupar mais com a 4, mas não da para fechar os olhos para algumas coisas .

        • Danilo

          Concordo em querer um jogador melhor sim, mas ele é um jogador que joga MUITO mais pelo valor que é pago. Boston fez ele ser o que é hoje pq em Dallas ele estava jogado perdendo tempo… não concordo com oq ele tem comentando nas redes sociais, até pq desejar um jogador que pode elevar o time, não significa não dar valor aos jogadores que temos…tanto é que ele ajudou a recrutar Durant…

          E quanto às críticas de Smart, eu somente não gosto das bolas de 3 dele, pq com a bola nas mãos armando ele tá evoluindo MUITO!

  11. Gustavo Miglioretti

    O Amir sempre joga bem quando o adversário tem como força o garrafao. Boa partida dele… nao é o lixo que sempre falam nao
    Bradley monstruoso, Horford fazendo um 4/4 fantastico, Isaiah ‘apagado’ e 23 pontos com gritos de MVP, Smart armando esse time inclusive com o Isaiah junto tá dando mto certo. Jogou demais

    pq o Green só jogou 3 mins? entrou fez a bola de 3 e saiu. Rozier tá em má fase, eu prefiro manter mais o Green em quadra do q ele

    e sobre o Crowder, esquecemos de aplaudir o covington

  12. Bola de 3 ganhou do Embiid – Basicamente só pontuamos assim ontem (recorde da franquia em 9PT-FGM).

    Agora, esse cara é um monstro e, como está em uma franquia que (historicamente) tem mais camisa que NOLA, deve saltar logo para o nível do A. Davis.
    Acho inclusive que ele será melhor defensor.

    Defesa interna fantástica do 76ers.
    Se colocasse um defensor de perímetro no time dos caras, teríamos perdido o jogo.
    Ninguém conseguia infiltrar, nem o Thomas (podem ver como o Hayward ou Butler podem ajudar esse time no ataque?).

    Ressaltar o bom trabalho do Horford (apesar do toco sofrido) que se movimentou bem e acertou uma bola no final do jogo pra lá de decisiva.

    O Ainge estava no jogo,

    []s verdes

  13. drakes

    Concordo com o Lucas e foi o pior jogo do time titular do Celtics, que venceu até aqui nas minhas contas 14 vezes e perdeu 4, abstraindo o jogo, e pensando apenas no resultado, o time finalmente chegou a .611 que daria ao final da temporada 50 vitórias; pelo menos temos um motivo de comemoração.

    Assistindo ontem o sixers, tirando alguma tankagem dificilmente eles ficam atrás do nets, Embiid é bom demais para isso ocorrer, esse é o segundo motivo de comemoração.

    No mais espero que Crowder hoje tenha um grande jogo.

    • drakes

      Outros dos pontos para se alegrar:
      – Marcus Smart tem 94% (31/33) de lances livres nos últimos 12 games,
      – Celtics é o clube que faz mais pontos no quarto quarto.

  14. Mauricio Green

    O Smart, para mim vem mostrando, que é um 1 com capacidade de jogar na 2 e defender na 1, 2, 3 e até 4 (forçando um pouquinho). Jogar fora da 1 é diminuir o potencial dele, mas isso às vezes é melhor p o time.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *