Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Prévia – Boston Celtics (26-16) x Portland Trail Blazers (18-27)

O Boston Celtics encerra, na noite deste sábado (21), às 20h (horário de Brasília), uma sequência de três partidas consecutivas como mandante na temporada 2016/2017 da NBA, em um confronto de alta tensão, que terá transmissão do SporTV 3. Afinal de contas, o Alviverde de Massachusetts vem de derrota no clássico para o New York Knicks e precisa se recuperar diante do Portland Trail Blazers, que não vive um bom momento nesta edição da liga. Além do ingrediente dramático, o jogo entre Celtics e Blazers tem outro atrativo: atleta celta nas últimas duas temporadas e agora em Portland, o ala Evan Turner reencontrará a torcida verde e branca no TD Garden, desta vez como adversário.

Até a partida contra o New York Knicks, o Boston Celtics vivia um momento de euforia na temporada: com grandes vitórias e atuações espetaculares do armador Isaiah Thomas, o Alviverde vivia a expectativa de ultrapassar o Toronto Raptors na vice-liderança da Conferência Leste em poucos dias. Entretanto, a derrota e a pífia atuação diante dos nova-iorquinos mudou o clima em Boston, e uma vitória sobre o Portland Trail Blazers, com a torcida a favor, é fundamental para não abater a equipe verde e branca.

Para o jogo contra o Portland Trail Blazers, o técnico Brad Stevens terá três desfalques: além do ala-armador James Young, com dores no tornozelo, e do pivô Tyler Zeller, em recuperação de uma sinusite, o Alviverde não contará com o ala-armador titular Avery Bradley, que voltou a sentir dores no tendão de Aquiles. Sem Bradley, Stevens deve manter Marcus Smart no quinteto titular.

Depois de uma temporada 2015/2016 espetacular, quando ficou na quinta colocação do Oeste e vendeu caro a eliminação para o Golden State Warriors nas semifinais de Conferência, o Portland Trail Blazers não está conseguindo manter o ritmo nesta edição da liga, mesmo com todos os destaques da campanha anterior. Sem vencer há quatro jogos e fora da zona de classificação para os playoffs, a franquia de Oregon precisa desesperadamente da vitória em Boston, e não vai poupar esforços para isso.

Mantido no cargo para esta temporada, o técnico Terry Stotts não poderá contar com o pivô Festus Ezeli, um dos principais reforços para 2016/2017, que está com o joelho esquerdo machucado. No quinteto titular, destaque para o forte perímetro, formado por Damian Lillard e C. J. McCollum. Em seu reencontro com o Celtics, Evan Turner também deve marcar presença como ala titular.

FICHA TÉCNICA

Local: TD Garden (Boston, MA)

Horário (de Brasília): 20h

Transmissão: SporTV 3 NBA League Pass

BOSTON CELTICS: Isaiah Thomas, Marcus Smart, Jae Crowder, Amir Johnson e Al Horford. T: Brad Stevens

PORTLAND TRAIL BLAZERS: Damian Lillard, C. J. McCollum, Evan Turner, Noah Vonleh e Mason Plumlee. T: Terry Stotts

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

36 comentários

  1. drakes

    Não será um jogo fácil, são dois times que precisam vencer, o Blazers vem de uma derrota no final e o Celtics do pior jogo da temporada até aqui. e

    Espero que o time hoje descansado entre com outra energia hoje e saia com a vitória.

  2. Juvenal Soares

    O jogo terá transmissão do canal sport tv3 às 20:00 hrs horário de Brasília, vamos Celtics, meu verde amado !!!

  3. Francisco Machado

    Celtics 112 vs 100 Blazers

  4. Fernando C Silva

    Celtics 113 x Portland 108

  5. PHABIO PASSOS

    POXA, SAO OS TIME MAIS GOSTO DA NBA, SOU CELTICS 80% E PORTLAND 20%,POR ISSO,GOSTO QUE CASA UM VENÇA E SUA CASA, O QUE TIVER MELHOR EM QUADRA,,,,

  6. Fernando C Silva

    Fico animado com a qualidade do KO no ataque. Na defesa ele melhorou mas ainda erra algumas rotações simples. Notem no posicionamento do KO nas cravadas que tomamos a 30s do final do Q1 e a 10min do Q2.

  7. daniel fialho

    Amir peso morto não faz ponto , não pega rebote , não da assistência. Dificil hein pqp.

  8. Barros

    Que jogador morto esse Amir!

  9. Barros

    Tinha um tempo que não assistia os jogos. Mas agora tô vendo que os rebotes ainda é o mal do nosso time… Horford perdeu um rebote mesmo segurando o Plumlee.

  10. Fernando C Silva

    Amir com rebotes importantes. No Q4 foram pelo menos 4.

  11. Alex

    Eu nunca achei que fosse pedir para botarem o KO no lugar do Horford, mas por favor…

  12. Barros

    Thomas teve muitos erros e arremessos precipitados no final do jogo 🙁

  13. Barros

    Aí vai lá e mata essa bola hahaja

  14. Alex

    Esse jogo está triste. Acho que ficou claro que esse time não vai aguentar ficar entre os 4 até o fim dos playoffs.

  15. Francisco Machado

    Horford lixo demais

  16. Fernando C Silva

    Muitos turns bobos. Na prorrogação inclusive. Já comentei isso: a equipe joga solta, descontraída. Isso é resultado do bom ambiente. Mas em.momentos decisivoa falta aquela tensão, aquele foco adicional. Alguns se escondem.

  17. Douglas

    Kkkkk, a gente sofre porque quer, ao invés de chamar o 76ers ou o Magic pra resolver pra nós!!
    Mas gente esse time nosso é bom, vocês vão ter mais orgulho quando a gente parar de estourar na panela…

    Muitos discordam de mim, mas não está dando nem um pouquinho de confiança ver os jogos!!
    Como disse um tempo atrás, o Hawks vem aí.. triste ver q o Toronto ja nos deu algumas chances

  18. tomas p.

    Jogo duro , Portland na prorrogação, acontece.. erramos demais, mas o arremesso do rozier foi lindo de ver.

  19. Fernando C Silva

    A jogada preparada pelo Stevens para o Rozier deu gosto de ver.

    O time é bom. Somos a sexta ou sétima força da liga.

    Perdemos este e outros jogos por erroa bobos. Por falta de foco e por conta de alguns atletas que se escondem nos momentos decisivos.

    Se AB estivesse ajudando a marcar o perímetro, o resultado seria outro.

    Não me preocupa a derrota em si. Mas os defeitos que ela demonstra.

    Jae muito tímido nos momentos decisivos. AH errando mas tentando. Vários erros do Amir (embora na partida em si tenha conquistado rebotes preciosos).

    Smart e IT muito.esforçados e chamando a responsabilidade.

    • Alex

      Sexa ou sétima do Leste, né? Se for comparar com o Oeste, dificilmente estariamos em 7~8.

      • Fernando C Silva

        Não. Penso que somos a sexta ou sétima força da NBA.

        Cavs e Toronto.

        GWS, Spurs, Clippers, Houston/Boston.

        Por isso mesmo lastimo derrotas por “cochilos” que já se tornarm rotina.

        • David Pessoa

          Desde o inicio da temporada nós sofremos com desfalques de jogadores importantes,por isso eu acredito que o time ainda não mostrou sua potencia maxima, mas infelizmente ninguém leva isso em consideração antes de “sentar o pau ” no nosso time que já vem mostrando evolução com relação a temporada anterior.

          Acredito que mesmo sem o Bradley,daria pra vencer esse jogo sim,se não tivessemos cometido tantos turnovers.

          Não acho que o Grizzlies seja mais forte que o Celtics, nós já provamos em quadra que não são. Rockets é um time que depende muito do James Harden, assim como o Thunder depende demais do westbrook também. Na minha opinião, warriors, spurs, cavaliers, raptors e clippers são mais fortes, todos os outros 3 que citei estão no nosso mesmo nível.

        • David Pessoa

          O que acham de realizar uma troca com o Nuggets pelo Nurkic? Quais seriam as moedas de trocas ideias?

      • É isso mesmo Alex, o TERCEIRO time do Leste não consegue ganhar do NONO do Oeste, jogando em casa e com a juíz ajudando com falta técnica no Evan Turner.

        O time sente a falta do Bradley (principalmente no ataque, onde só joga o Thomas) e, como quem arremessa de 3 é nosso pivô e não nosso ala, o ataque é mais aleatório do que par ou ímpar.

        Times bem mais fortes que o nosso:
        Cavs (perdemos), GSW (perdemos), Spurs (perdemos 2x), Toronto (perdemos 2x), Clippers (perdemos), Grizzlies (ganhamos mas jogo apertado), Rockets (perdemos), Oklahoma (perdemos).

        Times no mesmo nível:
        Bulls (ganhamos última bola), Hornets (ganhamos 2x), Wizards (ganhamos), Hawks (ganhamos última bola), Jazz (ganhamos em casa).

        Times que serão melhores que o nosso se rosters forem mantidos em 2017:
        Bucks, 76ers e T’Wolves

        []s verdes

  20. Gustavo Miglioretti

    Foi uma derrota dificil. Mas deu pra tirar alguns pontos positivos, diferente do jogo contra o Knicks que foi um desastre total. Hoje pelo menos tivemos um aproveitamento bom nos rebotes.

    Bradley é um cara que faz muita falta. Falaram do Crowder timido no final, horford errando, Smart nao tem um chute confiavel, nao é uma boa ele arremessar, ainda mais em finais de jogo. Sobraria pra quem além do Thomas? o Bradley. Ele é o nosso 2 melhor jogador ofensivo e o melhor defensor. Smart defende mto também mas nao dá pra comparar o impacto dos dois, ainda

    Só pra ter uma ideia, a lineup ‘ideal’ é Thomas-AB-Crowder-Amir-Horford. Só foi usada em 21 jogos, metade da temporada. E o aproveitamento é de 76%. Com 16-5

    Nossa campanha nao é todo esse desastre que vcs falam a cada derrota, eu tenho certeza que esse time completo pode chegar a final do leste, e aí, tentar ao máximo dificultar o Cavs, mas acredito em alguns jogos dificeis também

    • Fernando C Silva

      Gustavo, concordo contigo. Com AB teríamos vencido.

      Creio que, se não chegarmos a final a conferência, faremos bom papel na season.

      Mas, não podemos negar os erros.

      AH joga mais longe da cesta? Sim. Em muitas partidas chuta 1 ou 2 air? Sim. Acertou uma bola de importante ontem e depois errou uma finalização em baixo da cesta. Mas tentou. Ele precisa estar envolvido nas decisões da partida. Tem qualidade para isso e ficamos muito previsíveis só com IT chutando.

      Em jogadas decisivas Crowder não aparece ou erra passes? Sim. Ele não é escolhido pelo Stevens nestas ocasiões? É verdade e já sabemos porquê.

      IT, Smart e AB mesmo errando são nossos jogadores que mais vezes chamam a responsabilidade em situações decisivas? Sim e outros nitidamente evitam. Ontem apareceu uma jogada com Rozier. O KO pode ser aproveitado para isso também pois tem bom repertório ofensivo.

      Enfim, não concordo com detonar o time a cada derrota. Mas é fato que erros ocorreram (e ocorrem nas vitórias também).

      Certamente o Stevens sabe bem quais são.

      A minha ideia é apontar os erros para discussão mesmo e ao longo dos jogos saber quem pode contribuir mais, ou menos, para a equipe.

      Se aspirarmos o anel, sabemos que temos limitações importantes nas posições 3 e 5, principalmente na 5.

      Crowder, creio que poderia melhorar sua participação em jogadas decisivas. Que vá a quadra e chute ums 50 bolas de 3 antes das partidas. Todas do mesmo ponto.

  21. Marcelo

    Time jogou com preguiça, arremessa umas bolas no início do jogo totalmente displicente … ai a coisa vai ficando ruim e dica difícil recuperar.

  22. Sander

    É incrível como o Crowder sempre erra umas jogadas bobas no último quarto.

  23. Renato

    Celtics é sem dúvida uma das 8 melhores equipes da NBA, os resultados negativos que temos em sua grande maioria foi desfalcado. Agora isso não máscara nossas deficiências em rebotes e necessidade de um scorer para dividir com Thomas a responsabilidade. Com mais esses 2 elementos somos contenders

  24. Raphael

    Time perde um jogo e ninguém presta tem que parar com esse tipo de pensamento são mais de 80 jogos na temporada e tropeços são normais

  25. Sander

    Galera, o B. Portis está encostado no Chicago. O garoto é bom reboteiro, brigador e espaça a quadra. Ele deve estar doido para mostrar serviço, por um preço justo, tem tudo para ser um grande steal.

  26. drakes

    Celtics não tem muita saída, para melhorar precisa realmente para alcançar Cavs ou no futuro ser páreo para Sixers necessita de um “Potential superstars” , a maneira mais rápida é esperar agora e torcer no draft que tem dois: Markelle Fultz ou Lonzo Ball. Caso venha um deles trocar ou Smart ou AB.

    Tier 2 (All-Star potential) tem:
    Harry Giles, F/C, Duke Josh Jackson, G/F, Kansas Malik Monk, G, Kentucky Dennis Smith Jr., PG, North Carolina State Jayson Tatum, SF, Duke.
    Harry Giles do que vi ele perdeu muito do aspecto físico, só o departamento médico para saber se ele tem condições ou não de ser um professional. todos os outros, o pior encaixe é o jogador de NCS, todos os outros podem jogar emparelhando com IT, ou seja, AB ou Smart rodam.
    Tier 3 (NBA starters)
    Miles Bridges, F, Michigan State De’Aaron Fox, PG, Kentucky Jonathan Isaac, SF, Florida State Lauri Markkanen, PF, Arizona – acho a defesa do LM fraca, o Fox não atira de três, MB fiquei mais impressionado com ele do que o Jaylen Brown na NCAA, e Isaac só vi highlightt e li algo,parece um jogador que pode ser perfeito no esquema Stevens se ele se esforçar.

    Por que eu comecei pelo draft, bem por que este ano, para mim, o campeonato já está decidido em 3 times (Spurs, GSW, Cavs), como a um bom tempo escrevi em um momento bem ruim do time, Celtics precisa classificar para os playoffs, melhorar a campanha passada, (mesmo que seja 1 jogo), chegar as semis, para ter boa chance de conseguir um jogador na FA da próxima temporada que com as novas regras do CBA vai ser complicadíssimo.

    A FA vem sendo importante nos últimos anos, vide Spurs (LMA), GSW (Igodala, Durant), Cavs (Lebron, o retorno) e ter um clube que os jogadores forçam seus times para irem para lá, a diferença é que o Boston tem ativos.

    Com a FA, draft, vinda de Zizic,troca Smart/AB, o time começa se encaixar uma renovação para continuar na frente do Sixers e diminuindo o gap para Cavs, Concluindo, esse ano me parece mais de arrumação, onde o time deverá subir um pequeno degrau via o topo.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.