Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Prévia – Boston Celtics (4-9) x Indiana Pacers (10-1)

De volta ao lar, para espantar a má fase. É na força de sua torcida, que deve preencher os 18.624 lugares do TD Garden nesta sexta-feira (22), que o Boston Celtics se apoia para reencontrar o caminho das vitórias na temporada 2013/2014 da NBA. Para isso, porém, o time verde terá um desafio e tanto para superar em busca de seu quinto triunfo na competição: o Indiana Pacers.

Depois de uma série de quatro triunfos seguidos, incluindo aí uma vitória sobre o poderoso Miami Heat em plena American Airlines Arena, a torcida celta acabou tomando uma verdadeira ducha de água fria com as atuações recentes: foram cinco derrotas seguidas, sendo as três últimas em uma série de jogos no Oeste. Dono do 12º lugar na conferência Leste, o time celta precisa reencontrar o caminho das vitórias se ainda quiser lutar por um lugar de destaque nesta temporada e também por uma vaga nos playoffs.

Ainda em fase de experimentos na equipe, o técnico Brad Stevens poderá promover novas alterações no quinteto titular para o duelo diante do Pacers. Na derrota contra o San Antonio Spurs, o treinador promoveu Jared Sullinger e Kelly Olynyk de titulares no garrafão, mas apenas Sully convenceu. Resta saber se Stevens promoverá alguma alteração no setor, podendo colocar Brandon Bass de volta ao time ou mesmo utilizar Kris Humphries e o brasileiro Vitor Faverani, que estão tendo poucos minutos nos últimos duelos. Na armação, ainda sem poder contar com Rajon Rondo, o técnico deve manter Avery Bradley e Jordan Crawford revezando a função de criadores, com Phil Pressey na rotação.

A equipe dourada de Indianapolis chega ao confronto em Boston embalada por sua fantástica campanha neste primeiro mês de temporada: com incríveis 10 vitórias em 11 partidas, o Pacers possui um aproveitamento superior a 90% neste início de campeonato. Boa parte deste desempenho deve-se à manutenção da base formada pelo treinador Frank Vogel, na equipe desde 2010/2011. Vogel, ex-auxiliar do Celtics e em seu primeiro time na NBA, está levando o esquadrão de Indiana para temporadas cada vez melhores, sendo que as duas últimas derrotas em playoffs foram para o Miami Heat, atual bicampeão.

Diante do Celtics, o time de Indiana continuará com o desfalque de seu principal astro: o ala Danny Granger, que segue com a mesma lesão no joelho que o afastou de boa parte da última temporada. Sem Granger, entretanto, o jovem Paul George continua chamando a responsabilidade no time amarelo: eleito MIP (Most Improved Player) da última temporada, o ala cresce a cada partida e vem sendo considerado por muitos o melhor atleta deste primeiro mês de NBA. Com médias de 24,4 pontos por jogo, George é auxiliado de perto pelo pivô Roy Hibbert, recordista de tocos na atual temporada, com 4,36 a cada partida.

Ficha técnica

Local: TD Garden (Boston, MA)

Horário: 22h30 (horário de Brasília)

Transmissão: @Celtics_Brasil

Boston Celtics: Jordan Crawford, Avery Bradley, Jeff Green, Jared Sullinger e Kelly Olynyk. T: Brad Stevens

Indiana Pacers: George Hill, Lance Stephenson, Paul George, David West e Roy Hibbert. T: Frank Vogel

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

13 comentários

  1. Danilo Jeolás

    Mais um bom teste para Stevens e elenco. O natural é perder, mas faremos um bom jogo.

  2. Vinicius

    Sinto que vai da Boston nesse jogo, acho que venceremos a partida.

  3. Fernando Nakashook

    Essa vai ser a nossa derrota mais dura provavelmente.
    Lembrando que nosso time sofre com a queda de produção (se é que existe algumas em alguns jogos) no 3º quarto de jogo. Enquanto que o Indiana se mostrou mais eficiente em suas partidas justamente no 3º quarto de jogo.
    Realmente vai ser um bom teste pro Stevens, vamos ver se ele já desenvolveu uma solução para esse nosso pequeno problema. Mas tudo indica que vamos perder feio viu.

  4. prometheu

    tem problema não…. o celtics pode falir e deixar de existir… mas ele é eterno pros torcedores …. torcendo sempre lets go

  5. sebas

    Dá pra equilibrar o jogo.O Ataque deles não tem lá um grande aproveitamento,podemos então não sofrer 100 pontos como estamos nos acostumando.Com uma boa noite do nosso ataque dá pra brigar.

  6. Fernando

    O Pacers é um time que faz o jogo simples.de.forma muito, muito eficiente. Fora o Paulo George nenhum.lance de efeito. Acredito em nova derrota. Mas… já ganhamos do Heat (na época escrevi que o salto.alto dos malinhas nos ajudou e estou mais convencido disto do que nunca). Não creio .salto.alto do Pacers. Se ganharmos esta, é vitória mesmo.

  7. Fernando

    Jordan está muito bem no jogo.

  8. Flávio

    É só turnover atrás de turnover… pqp… ¬¬

  9. Vamos PACERS

    choram as rosas….

  10. Jota

    Cara, o projeto tank começou, n adianta ficar chorando, pra q ir pros offs com um time desse? Por mim ficava em último pra ter uma pick top 3 , masei q será impossível ser o último pois o bucks ta lixo demais!

  11. Fernando

    Conseguimos perder para o Bucks… tudo bem que foi daquele jeito, de forma suspeita tomando uma virada de mais de 20 pts nos últimos quartos. Já quanto ao Jazz, acho impossível ficar atrás deles. Só se colocar AB na 1 todo o jogo e deixar o Bass como destaque da equipe.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.