Prévia – New Orleans Pelicans (39-30) x Boston Celtics (47-22)

Publicidade

Time com melhor campanha como visitante em toda a Conferência Leste, com 24 vitórias e somente 8 derrotas quando jogando fora de seus domínios, o Boston Celtics buscará, na noite deste domingo (18), mais um triunfo longe do TD Garden, desta vez contra o perigoso time do New Orleans Pelicans, oitavo colocado na Conferência Oeste. A partida que ocorrerá no Smoothie King Center e terá início às 19h (horário de Brasília), certamente terá uma conotação emotiva para os jogadores e torcedores do Pelicans, já que Tom Benson, dono da franquia (e também do New Orleans Saints, time da NFL) faleceu na última quinta-feira (15), aos 90 anos de idade.

Com a classificação para os playoffs já matematicamente assegurada, o Boston Celtics ainda batalha pela classificação final na temporada regular, sendo o atual segundo colocado na Conferência Leste da NBA. Estando a 5 jogos do líder, o Toronto Raptors, e 7 jogos a frente do terceiro colocado, o Cleveland Cavaliers, é muito provável que a atual posição seja mantida, restando somente 13 jogos para a franquia de Massachusetts disputar. A vitória sobre o Orlando Magic na última sexta-feira (16) serviu para tranquilizar o torcedor celta, já que o mando de quadra nos confrontos da pós-temporada está praticamente garantido, exceto quando a série for contra o time de Toronto.

O pivô Greg Monroe, que enfrentou a desconfiança do torcedor celta em seus dois primeiros jogos com a camisa de Boston, vem mostrando que pode ser uma peça importante para o desenrolar da temporada. Nos últimos 7 jogos, Monroe tem médias de 12.1 pontos e 6 rebotes, acertando incríveis 70.6% de seus arremessos de quadra em apenas 12.1 minutos jogados em média. Além dele, a atual sequência de partidas de Terry Rozier é motivo para o torcedor se alegrar, já que elevou sua produção ofensiva para 15.1 pontos por jogo nos últimos 10 confrontos, com eficiência de 45%.

Ainda recheado de lesões, o elenco celta não poderá dar ao técnico Brad Stevens a profundidade que tanto foi vista durante a atual campanha. O ala Gordon Hayward ainda se recupera da lesão sofrida no tornozelo esquerdo. O pivô Daniel Theis, que está fora da temporada, recupera-se da cirurgia feita durante esta semana em seu joelho esquerdo para correção de uma lesão no menisco, bem como Marcus Smart, que também foi submetido à procedimento cirúrgico e ficará de fora da equipe de 6 a 8 semanas, em razão da lesão sofrida num tendão de sua mão direita. O ala Jaylen Brown ainda encontra-se no protocolo de concussão da NBA e não viajou com a equipe. Por fim, resta saber se o astro Kyrie Irving retornará ao time após perder algumas partidas com dores no joelho. As informações preliminares dão conta de que Irving jogará a partida de hoje, mas tudo dependerá de como seu joelho estará momentos antes da partida.

Atual oitavo colocado na Conferência Oeste, o New Orleans Pelicans é um time que não deve ser subestimado. Nos últimos 15 jogos, venceu 11 partidas, sendo que obteve uma sequência de 10 vitórias seguidas. Perder o pivô DeMarcus Cousins com uma grave lesão no tendão de aquiles sendo que vinha fazendo a melhor temporada da carreira foi um duro golpe nas aspirações da equipe. No entanto, as performances do astro Anthony Davis deram nova esperança à torcida de New Orleans. Davis, nas últimas 10 partidas, vem contribuindo com 29.2 pontos por jogo, além de 12.9 rebotes, 3.9 tocos e 1.8 roubos de bola, em 36 minutos de ação em média. São números que o credenciam como um dos melhores jogadores da NBA na atualidade e líder de uma equipe que pode surpreender, ainda mais jogando ao lado de sua torcida.

Para a partida de hoje (18), o técnico Alvin Gentry não poderá contar com o armador Frank Jackson, que sofreu uma lesão no pé e provavelmente perderá o restante da temporada. Campeão pelo Boston Celtics em 2008, o armador Rajon Rondo não participou da partida de sábado (17), contra o Houston Rockets, tendo sido poupado. No entanto, deverá jogar contra seu ex-time. Por fim, o ala Solomon Hill poderá fazer sua estreia na temporada, já que não jogou até aqui em razão de uma lesão no músculo posterior da coxa.

FICHA TÉCNICA

Local: Smoothie King Center (New Orleans, LA)
Horário (de Brasília): 19h
Transmissão: NBA League Pass
BOSTON CELTICS: Kyrie Irving (Terry Rozier), Jayson Tatum, Marcus Morris, Al Horford, Aron Baynes. Treinador: Brad Stevens
New Orleans Pelicans: Rajon Rondo, Jrue Holiday, E’Twaun Moore, Anthony Davis e Emeka Okafor. Treinador: Alvin Gentry

Eduardo Quirino
Eduardo Quirino
Eduardo, 31 anos, nascido em Niterói/RJ mas é Resendense de coração. Bacharel em Direito, estudante de Administração e flamenguista, é apaixonado por esportes e envolvido com o basquete desde os 14 anos. Ex-pilar do Volta Redonda Rugby, ex-capitão do Resende Rugby e atual ala-pivô do Basquete Resende, tem como espelho a lenda Kevin Garnett, razão pela qual começou a torcer para o Boston Celtics em 2008. KG se foi, mas o amor pelo Celtics é pra sempre! Sou um dos calouros do Celtics Brasil e espero vê-los muitas vezes por aqui!

26 Comentários

  1. Publicidade

  2. Danilo disse:

    Celtics 6 pontos atrás e Nader consegui errar os 4 lances livre na sequência! 😔 nunca tinha visto algo tão bizarro!!!!

    6

    0
  3. Marcos disse:

    Passando mais rápido que o crossover do Davis no Horford…

    Derrota esperada.

    Abs verdes,

    1

    0
  4. Lucas Soares disse:

    Jogo acabou nos lances livres que o Nader perdeu.

    0

    0
  5. phabio passos disse:

    Bem o NADER E SEMI E YUBE, nao tem condiçoes de jogar no CELTICS NAO, os cara tem chance, tem oportunidade,
    o nader estava ate bem, mas me erra 4 lance livre seguidos,quando estamos 6 pontos atras, se fizesse pelo menos , podiamos entra no jogo de novo
    o semi, fica 20 minutos a cada jogo, so faz falta e tijoladas, ja ficou 5 jogos sem fazer 1 cesta , contra ORLANDO jogou 20 minutos so fez 1 ponto
    O yube nao emagrece nunca, parace BIG DAVIS,ja jogou na europa, china, na temporada e na liga desenvolvimento e NADA E NADA de jogo dele…..
    ESSES 3 deve ser os primeiros a ser negociado e colocado no pacote…….nao era pra AINGE colocado o ZIZIC no pacote com CAVS, e pra colocar o frances ou semi no pacote…..

    4

    2
  6. Horford + Semi +Nader + Yube + pick Clippers+ pick Memphis + pick Celtics pelo Davis.
    Horford parece estar morto. Não tem mais energia, vontade, gana pra ganhar.
    Tanto faz como tanto fez.
    Desde que ele foi contratado eu já tô revoltado com o fato de dar um contrato máximo pra essse idoso.

    5

    1
  7. Murilo Gomes disse:

    Ainda bem que o cousins não tava hoje kkkk

    0

    0
  8. SERGIO disse:

    Esse Anthony Davis é a peça que falta ao time do Celtics. Ele joga demais! Placar: CELTICS 110 X 109 PELICANS

    1

    3
  9. romuloe2 disse:

    Sofrido ver o time desfalcado desse jeito, bom pra colocar peso no lombo do Tatum que está sendo obrigado a chutar mais!

    2

    0
  10. Marchall disse:

    Rozier não.

    Manda Smart + Brown + Horford + pick pelo Davis. Se não aceitar tentar pegar o Aldridge dos Spurs ou Town do Portland!

    ✓Hayward
    ✓Morris
    ✓Kyrie Irving
    ✓Tatum
    ✓Davis

    0

    0
  11. Brown é um baita jogador, evoluiu muito em relação a última temporada, e tem teto pra evoluir mais, e bom marcador tem um baita físico precisa corrigir os lances livres e melhorar o arremesso! Não entendo como a galera consegue botar ele em todos os possíveis pacotes de troca!

    1

    1
  12. Netto Santos disse:

    Vou falar uma coisa, é legal sonhar e tal, mas o Davis não vem, Pelicans só liberaria ele por um pacote muito recheado de promessas e pick, o que não seria nenhum pouco interessante pro Celtics.

    2

    0
  13. Marchall disse:

    Se quiser ganhar alguma coisa ano que vem tem que trazer um pivô de qualidade e manter o plantel. O ponto fraco do nosso time é o garrafão.

    Depender de Baynes e Theis é pra chorar. Greg Monroe joga 12min e faz média de 10 pontos no mínimo. É bem melhor!

    ✓Hayward ✓Smart
    ✓Morris ✓Brown
    ✓K.Irving ✓Rozier
    ✓Tatum ✓Theis
    ✓Davis ✓G.Monroe

    Se não ganhar com um plantel desses, não ganha nunca mais!

    1

    0
    • Shandyego Nunes disse:

      Dificilmente conseguiríamos o Davis mantendo Tatum, Brown, Rozier, Smart, nessa sua ideia, quem ofereceríamos? Al, Semi, Nader, picks?

      Sinceramente, não vejo o Davis vindo para Boston, é muito difícil uma troca com eles, caso aconteça não creio que falha a pena, pois teríamos que nos desfazer de algum futuro all star (Tatum/Brown/Horford/Picks), sei lá, concordo que precisamos fortalecer o garrafão, até pq Monroe só pontua, a defesa dele é nula, mas, não creio que a resposta seja o Davis.

      1

      0
  14. Seria quem? Me diga que pivô defende e ataca no nível do AD? Ele é um dos cincos jogadores mais dominantes da liga. Kyrie, Hayward, Tatum e AD. Não se ganha campeonatos com Horford, Brown, Smart, Rozier. AD mudaria nosso patamar. Se já batemos de frente com qualquer time, com AD seríamos superiores.

    0

    1
    • Shandyego Nunes disse:

      Marcos, eu lhe entendo, realmente ele é dominante, mas meu ponto é exatamente nesse sentido, como trazer? Mesmo envolvendo os que citou, Pelicans dificilmente aceitaria, não vamos conseguir trazer ele sem desfazer da base sólida que temos, digo, envolver um all star por outro, então não vejo essa troca acontecendo, sinceramente, é mais fácil o Pelicans montar um time competitivo do que ele sair, como acho que irá ocorrer, Cousins, esse sim seria o nome para uma troca, dando armas para o Pelicans montar o time para o AD. Cousins pra mim é a resposta, pq ambos estão se anulando, apesar dos números, basta assistir as partidas antes e depois da contusão dele.

      1

      0

Deixe um comentário