Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Primeira Rodada do Leste – Jogo 4 – Boston Celtics (3-0) x Philadelphia 76ers (0-3)

Embalado após três vitórias consecutivas, o Boston Celtics busca, na tarde deste domingo (23), a classificação para as semifinais da Conferência Leste. O alviverde de Massachussets precisa apenas de uma vitória sobre o Philadelphia 76ers para finalizar a primeira rodada da pós-temporada com 100% de aproveitamento. Desestabilizado, o Sixers de Joel Embiid ainda tenta estender a série, onde o vencedor enfrentará Toronto Raptors ou Brooklyn Nets. O início do duelo está marcado para às 14h (horário de Brasília), com transmissão da ESPN para todo o Brasil.

Relembre os jogos anteriores da série entre Boston Celtics e Philadelphia 76ers:

Jogo 1 – Celtics 109 x 101 76ers

Jogo 2 – Celtics 128 x 101 76ers

Jogo 3 – 76ers 94 x 102 Celtics

A equipe comandada por Brad Stevens apresentou um basquete com altos e baixos e teve dificuldades para vencer Joel Embiid e companhia no terceiro confronto. Apesar do baixo desempenho, o Celtics apostou na força de seu coletivo e conquistou um enorme triunfo. Destaque para Kemba Walker e Marcus Smart, nomes importantes na vitória verde e branca. Em entrevista pós-jogo, Kemba não poupou elogios a Smart “Eu simplesmente não consigo entender como ele não está na disputa pelo prêmio de melhor defensor do ano.”, disse o armador. Agradecido, o ala-armador concordou com a afirmação de seu companheiro e completou “É o que eu faço. Sou o melhor defensor dessa liga e todos sabem disso.”

O técnico Brad Stevens parece ter encontrado a consistência exata de sua equipe e não deve realizar mudanças táticas para o quarto embate. Gordon Hayward segue indisponível devido a uma lesão, mas ainda pode reforçar o Celtics nos playoffs. Sem o ala, a rotação tem tudo para ser a mesma das duas partidas anteriores, com Marcus Smart entre os cinco titulares. Javonte Green, com uma entrose no joelho direito, também irá desfalcar a franquia de Boston e não será opção no banco de reservas.

Já o Philadelphia 76ers terá um desafio difícil pela frente: Evitar a varrida do Boston Celtics e ganhar uma sobrevida na série. Alvo de críticas por parte da torcida do Sixers, Brett Brown, treinador da equipe, também não pretende fazer grandes mudanças visando o duelo. Mesmo precisando de novas armas para tentar conter o time liderado por Jayson Tatum, o treinador deve seguir com o mesmo padrão de jogo apresentado nos três jogos iniciais, insistindo na formação tradicional. Caso realize algum movimento, Al Horford pode perder o posto de titular para o ala Matisse Thybulle, assim deslocando Tobias Harris para a posição 4, como no segundo confronto. O clima não é nada favorável para o 76ers.

FICHA TÉCNICA

Local: HP FieldHouse (Orlando, FL)

Horário (de Brasília): 14h00

Transmissão: ESPN e NBA League Pass

PHILADEPLHIA 76ERS: Shake Milton, Josh Richardson, Tobias Harris, Al Horford (Matisse Thybulle) e Joel Embiid. Treinador: Brett Brown

BOSTON CELTICS: Kemba Walker, Marcus Smart, Jaylen Brown, Jayson Tatum e Daniel Theis. Treinador: Brad Stevens

Author avatar
Diego Marcondes
Paulistano, 16 anos. Torcedor do Boston Celtics desde 2015, sonho em ser jornalista no futuro. Escrevo sobre o basquete do São Paulo no SPFC 24 Horas e sobre NBB no Jumper Brasil.

22 comentários

  1. Fernando Silva

    Em resumo: o jogo iria se tornar tranquilo já no Q1.

    Ficamos preocupados em reclamar das zebras e perdemos o quarto. Só fomos recuperar o ritmo no Q2.

    Primeiro tempo: Celtics de freio de mão puxado e reclamando das zebras.

    Quando resolvemos jogar nos Q3 e 4, ganhamos.

  2. Fernando Silva

    Pensando no Raptor é, evidentemente é um adversário mais qualificado.

    Temos alguns problemas de encaixe de jogo.

    Não entendo o Raptors como uma equipe mais talentosa que a nossa, nem de perto, pensando na formação inicial (com ou sem GH).

    Óbvio que nosso problema de bench ficará mais exposto: e aí sim, sem GH estamos em posição difícil.

    Espero que ele volte antes do previsto.

    Espero que os Nets vença ao menos um jogo para ganharmos tempo.

    • Marco Antônio de Paula

      O Mais importante foi a Varrida, contra um adversário muito fraco. Acho que o Celtics nem jogou essa séria com sangue no olhos. Jogou pro Gasto. Dupla JJ foi bem na ´serie. Tatum e Brown evoluiram defensivamente. Kemba melhorou muito nos últimos jogos. Achei que o Theis melhorou nesse último jogo, mas precisa melhorar muito mais. Smart, muito bem defensivamente, mas tem espaço para melhorar mais no ataque. Do nosso banco não vou destacar ninguém.

      Stevens tem que melhorar essas rotações. O cara que está bem, com a mão quente, não pode sair. Muitas vezes o Kemba muito bem no jogo, sendo obrigado para entrar wanamaker. Ojeleie muito mal e ficou muitos minutos no liugar do Tatum. O próprio Theis com momentos muito bons no jogo, saindo o pra entrar o Kanter.. Contra um time mais forte, essas rotações não serão perdoadas.

      Imagine a vantagem que um Raptors pode abrir se ele colocar uma rotação Wanamaker.Langford, Ojeleye, Gtant Willians e Kanter em quadra. PLayoff não é momento de poupar contra adversários de alto nível.

      Preciamos melhorar essa rotação.

      • Marcos

        Pois é.
        Contra o 76ers 3-0 pode gerenciar tempo, mas “vamos poupar minutos para jogar 2021” é inaceitável de agora para frente.

        São jovens – Smart, Tatum, Brown , Theis e Kemba- deixa jogar 30+ sem problemas.

        Abs verdes,

        • Marco Antônio de Paula

          A Diferença é que nos Raptors se o Siakam estiver com a Mão quente metendo bolas, joga os 50 minutos. Aqui se o Tatum estiver acertando 100 bolas de 3 , tem os minutos contados para o Ojeleie ter o momento dele na rotação. Aqui tem que seguir a cartilha do Zé Chiclete, não importa o momento do jogo e nem o momento do jogador em quadra.

    • Fernando Henrique

      Pode não ser um time mais talentoso, mas tem tanto entrosamento e química quanto o nosso. O banco deles também é fraco, inclusive até agora a média de minutos jogados pelos titulares lá é bem maior que a nossa. No banco deles o maior destaque é o Ibaka (mas em situações normais o nosso maior destaque do banco é o Smart, que não deve em nada pro atleta de Toronto). Além dele, o único constante é o Powell, porque o Boucher é muito de lua.

      Vejo os dois times extremamente parecidos, o que pesa a favor deles é a solidez entre todos os principais jogadores (diferente do nosso time, onde em cada partida temos alguns destaques diferentes) e a lesão do Hayward. Com o Hayward ficaria difícil apontar um favorito, mas agora eu acho que o Celtics vai precisar do melhor de todos os jogadores restantes pra levar essa série até 7 jogos

      • Marco Antônio de Paula

        Fernando, Eu concordo com você que o nosso time individualmente falando é mais talentoso que o time deles. Se os nossos principais jogadores estiverem em um dia inspirado não dá para eles. Eles não tem nenhum jogador ao nivel do Tatum e muito menos algum armador a nivel do Kemba. Mas eles tem um conjunto melhor que o nosso e um técnico bem superior ao nosso. Já jogam com um esquema encaixado.

        Acho que nossa defesa de perímetro está legal. Vamos precisar melhorar bastante nossa defesa de garrafaão, pois eles jogam atacando bem essa posição.

        Quanto ao banco, acho que o banco deles é melhor que o nosso. Parece que no ultimo jogo o banco deles meteu 100 pontos. tudo bem que era contra o catado do Nets.

        Vamos precisar muito da performance do Zé Chiclete nessa série. Confesso que nesses playoffs ele melhorou o momento de pedir tempo. Apesar que foi uma série muito fácil. Continua insistindo naqiela cartilha dele de rotação. Não importando o momento do jogadir em quadra. E não conseguiu acertar ainda o nosso garrafão defensivo.

        Acho que será uma série dura. Vamos precisar muito de Brown, Tatum e Kemba jogam em altíssimo nível. Tatum deverá receber uma marcação muito mais forte. Chegou o momento dele provar que poderá ser um MVP dessa liga.

  3. Fernando Silva

    Irresistível a provocação: Boa escolha mr. AH.

    Se ele ainda estivesse aqui… no mínimo teríamos um banco melhor.

    • Marcos

      Por 30m? Pode ficar nos 76ers para sempre.
      Recorde de offs sem nunca chegar em finais. Amarelão.

      Considerando que nosso sistema é o ajuste ao adversário, jogos contra o Raptors devem ser muito feios e com placares baixíssimos.

      Acredito que vamos passar e com até alguma facilidade.
      Não temos mais buraco defensivo e o banco deles é tão curto quanto o nosso.

      Abs verdes

      • Marco Antônio de Paula

        Nem critico o AH, pois o objetivo da vida dele é ganhar grana, e ele está certo. Não vejo ele mais com objetivos esportivos na carreira. Acho um jogador limitado, que serviria para ser um bom reserva apenas. Quanto ao recorde de nunca ter chegado em finais, O Celtics desde que o Zé Chiclete assumiu também não chegou.
        Acho que nosso estilo de jogo incomoda muito os Raptors. Na temporada regular foi assim. Mas agora é playoff e estamos sem o Hayward que sempre contribui com alguma coisa.
        São duas equipes que defendem bem perímetro, então concordo com você que o jogo tende a ser feio.
        Acho que temos buraco defensivo sim no garrafão. A vantagem é que os raptors não tem um pivô dominante, mas tem jogadores que exploram bem aquela posição.
        Não acredito em facilidade.

  4. drakes

    bem, eu achava que o celtics chegaria entre os 4, agora é ver se supera o que pénsei

  5. Tiago Coelho

    Raptors ganhando dos Nets até o momento com facilidade.
    Mas Kyle Lowry saiu machucado, torção tornozelo, vamos ver depois qual grau da contusão.

  6. Marchall

    Nosso time está no mesmo nível dos Raptors. Da pra passar se esse técnico mongol não fazer besteira. Como disse o Marcos aí em cima, os mlks jogam 30+ tranquilamente.

    Brown – Tatum – Kemba – Hayward – Theis

    Smart e Kanter revezando.

    O resto não precisa nem entrar.

  7. R2

    Não encontrei nenhum update sobre a lesão do Hayward. Seria legal se ele voltasse ante do início da final de conferência. Digo isso acreditando que temos sim chance de passar pelo Raptors, mas não acho que será fácil.
    Para ir a final nossa defesa de perímetro tem que funcionar, equilibrando com a proteção do aro, pois Marc Gasol não é um jogador para ser ignorado!

    • Lucas Soares Jardim

      Eu vi que ele saiu da bolha e foi pra casa, e estão pensando em marcar o nascimento da filha dele pra ele não perder mais tempo após a lesão. Mas acredito que se ele voltar pra essa série, seria apenas pro 6 e 7 jogo, caso ocorram.

  8. Fernando Silva

    Concordo que não é o caso de ignorar o Gasol.

    Mas, aparentemente, seus melhores dias já passaram.

    Hoje, creio que a fórmula usada contra Embiid vá funcionar. Theis e Enes devem dar conta.

    Se eles perderem Lowry, creio que passemos com tranquilidade.

  9. Marchall

    Andei analisando as opções de Draft aqui. E apenas um jogador eu acredito que cairia como uma luva nesse time.

    ALEKSEJ 2,13m PF

    Além de ter uma altura excepcional, é extremamente rápido e habilidoso. Acredito que chegaria para pegar vaga no time titular e formar um “Big Three” com os JJ.

    • Marco Antônio de Paula

      Acho que até vale como aposta. Se sobrar para uma pick mais alta. Ainda está muito cru. Pegar vaga no time acho exagero. O cara é muito franzino, Alto, mas muito magro. Vai ter que ganhar mais massa. Mas parece um cara que tem bom potencial. Apostaria sim na nossa pick 26

    • Parece um jogador interessante, acho que realmente vale a aposta nas picks altas! Para mim temos que ir atrás de “peladeiros”, pontuadores natos para virem na segunda unidade, caras mais prontos. Ou em um cenário mais utópico, trocar as picks por jogadores experimentados que melhorem nosso banco e nos deem condições de ter mais profundidade… precisamos de mais uns dois caras experientes vindo do banco, só o smart e o kanter é pouco.
      Eu particularmente trocaria fácil o langford, o grant wilians e até o RB Lord para conseguir isso!

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.