Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Rondo credita melhora nos arremessos a Ron Adams

Nas últimas sete temporadas do Boston Celtics, sempre foi comum escutar dos torcedores uma antiga bronca em relação ao armador e hoje capitão Rajon Rondo. Apesar de ser um dos seis maiores assistentes da história da franquia aos 28 anos, o camisa 9 celta sempre foi duramente criticado pelos fãs por causa do seu arremesso de longa distância bastante irregular. Porém, nesta temporada, a história é outra: com um repertório de disparos maior e melhor, Rondo está surpreendendo a todos e firmando-se cada vez mais não só como arma de criação, mas também de pontuação.

Os números dão destaque a essa evolução: em 18 jogos disputados na temporada de 2014, o armador está com um aproveitamento de 34,4% nos lances de três pontos e fez quatro duelos com três ou mais cestas triplas. Na partida contra o San Antonio Spurs, Rondo estabeleceu o seu recorde na carreira: quatro acertos em cinco tentativas. Nos anos anteriores, o armador só teve uma temporada com desempenho de três pontos superior a 30% (em 2008-2009) e nunca havia passado de dois arremessos longos convertidos em uma só partida até este ano.

Baxter Holmes, repórter do Boston Globe, foi o responsável por revelar o ‘segredo’ de Rondo: o capitão está treinando firme com Ron Adams, assistente-técnico de Brad Stevens. O próprio atleta admite que o auxiliar está sendo fundamental neste crescimento. “Eu tenho que dar a ele muito crédito. Ele está comigo desde o primeiro dia”, elogiou Rajon. Adams, por sua vez, informou que o trabalho com Rondo é algo simples, envolvendo mais diálogo do que treinos. “Ele já estava atirando bem, mas pensei que poderia ser ainda melhor. Trabalhamos os pés e conversamos muito sobre o momento em que se está aberto para atirar. Essa é uma mudança fundamental para ele”, explicou o auxiliar.

Com o ‘novo’ Rajon Rondo, o Celtics apresentou uma ligeira melhora nas últimas partidas, engatando vitórias sobre Brooklyn Nets e Detroit Pistons e reagindo na tabela da conferência Leste. Para seguir adiante nesta série de bons resultados, o capitão celta volta às quadras nesta terça-feira (11), no Bankers Life Fieldhouse, contra o Indiana Pacers. A franquia de Indianapolis lidera a conferência Leste e é dona da segunda melhor campanha da competição, atrás apenas do San Antonio Spurs e ao lado do Oklahoma City Thunder.

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

4 comentários

  1. Renato

    O Rondo não é um grande arremessador, isso é fato.

    Ele tem dificuldade em manter o equilíbrio do corpo no ato do arremesso e dificuldade de flexionar os joelhos.

    Onde está o seu mérito e sua reconhecida melhora nesse aspecto em uma palavra:

    HUMILDADE

    Por ele reconhecer que seu arremesso não era o ideal, começou a dar foco a evoluir nesse quesito

  2. Renato

    Antes que alguém considere meu comentário anterior uma crítica vou explicar.

    Em minha opinião o grande arremessador é aquele jogador capaz de forçar arremessos marcados ou em desequilíbrio, ou seja, é o jogador que supera na maioria das vezes a impossibilidade de utilizar a mecânica correta de arremesso.

    O Rondo pode ser um arremessador confiável, desde que entenda que nunca será um grande arremessador, ou seja, sempre irá fazer bons arremesso quando estiver desmarcado que lhe permitirá usar a mecanica correta do arremesso.

    Esse meu entendimento vale também pro Bradley.

    O Rondo sem um arremesso confiável é PG TOP 5 da NBA, com arremesso confiável é Nr 01

  3. Djalma Junior

    concordo com o renato, o rondo vai ter espaço pra chutar justamente pela fama de mal arremessador, no momento que começar a acertar muito, vao subir mais a marcação nele, e com isso o pick’n roll vai funcionar e ele infiltra muito bem. Nesse momento ele vai ter uma gama maior de jogadas.

  4. Fernando C S

    Concordo com as observações dos colegas. Espero que o Rondo continue com o treino, a diferença é notoria.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.