Shane Larkin deixa o Boston Celtics e acerta retorno ao basquete europeu

Integrante do elenco do Boston Celtics na temporada 2017/2018 da NBA, o armador Shane Larkin não permanecerá na equipe verde e branca de Massachusetts para a próxima edição da liga. Repórter especializado em basquete internacional, David Pick informou, através de seu perfil no Twitter, que Larkin acertou transferência para o Anadolu Efes, da Turquia, onde receberá US$ 1,8 milhões por um ano de contrato. Será a segunda experiência de Larkin no basquete europeu: em 2016/2017, o armador defendeu o Baskonia, da Espanha, na Liga ACB e na Euroliga.

Há dois meses, logo após a derrota do Boston Celtics para o Cleveland Cavaliers na final da Conferência Leste, Shane Larkin fez um post no Instagram, onde agradeceu a torcedores e dirigentes celtas pela oportunidade de mostrar o seu trabalho em Boston. Para Larkin, os dias como atleta do Celtics foram os mais felizes em cinco anos de carreira.

“Essa temporada foi facilmente a mais especial que participei como profissional e não gostaria de fazer isso com nenhum outro grupo de rapazes. Eu lutaria com esse esquadrão em qualquer lugar, a qualquer hora. Obrigado a todos os meus colegas de equipe, treinadores, funcionários e todos que fizeram tudo tão especial. E para os fãs… vocês são incríveis, a paixão que vocês trazem para os jogos é incomparável em toda a liga. Obrigado por todo o apoio desta temporada e mal posso esperar para ver o que vem a seguir, para mim e para a minha carreira”, disse Larkin.

Com passagens por Dallas Mavericks, New York Knicks e Brooklyn Nets, Shane Larkin foi uma peça muito utilizada na rotação do Boston Celtics durante a temporada 2017/2018 da NBA. Em 54 partidas, duas delas como titular, Larkin registrou médias de 4,3 pontos, 1,8 assistências e 1,7 rebotes em 14,4 minutos. Apesar do desempenho regular, o armador não foi chamado para discutir uma renovação de contrato com o Celtics, que já até definiu um substituto: destaque do Fenerbahce na última edição da Euroliga, Brad Wanamaker será um dos responsáveis pela armação celta em 2018/2019, ao lado de Kyrie Irving e Terry Rozier.

Publicidade

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 26 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

7 Comentários

  1. Publicidade

  2. Fernando Silva disse:

    Larkin não foi mal.

    Porém creio que para a posição de fundo, 3° opção na armação, DA vai fazer rotação mesmo, a procura de algum steal.

    8

    0
  3. Lucas disse:

    Gostava dele era o unico do banco que conseguia segurar o jogo quando o time ta em um mal momento , a unica coisa que me irritava nele era a quantidade de tocos que ele levava , tipo ele sempre jogou com gente maior que ele , ele devia ter aprendido a “desviar” melhor dos tocos…
    Boa sorte pra ele la na turquia
    DA deve conseguir algm a altura sem muitos problemas , plantel continua forte

    Go Celtics

    8

    -1
  4. Beto Castro disse:

    Cumpriu bem o papel que se esperava dele. É a prova de que dá pra fazer um fundo de banco forte se tiver criatividade e poder de observação

    6

    0
  5. Jesus Cristo disse:

    Agora não tem ninguem menor do que eu no time kkkk que triste

    Let’s go Celtics

    11

    0
  6. romuloe2 disse:

    Ele saiu para a entrada do wannamaker

    4

    0

Deixe um comentário