Jogo 1 – Celtics 84 x 74 Pacers

Maior campeão da história da NBA, o Boston Celtics conquistou, na tarde de domingo (14), a primeira vitória nos playoffs da Conferência Leste de 2019. Atuando ao lado de seu torcedor, que preencheu os 18.624 assentos do TD Garden, o time verde e branco de Massachusetts não teve um desempenho de encher os olhos diante do Indiana Pacers, em um jogo feio, muito físico e com baixa produção ofensiva das duas equipes, mas foi brilhante na defesa, principalmente no segundo tempo, e derrotou a franquia de Indianapolis por 84 a 74.

Com Jaylen Brown no quinteto titular, substituindo o lesionado Marcus Smart, o Boston Celtics teve dificuldade para se impor no primeiro quarto contra o Indiana Pacers. Pouco inspirado nos arremessos e desperdiçando a bola com frequência, o Alviverde arrancou um empate por 20 a 20 a duras penas, com Marcus Morris saindo do banco de reservas para pontuar e animar a torcida. Melhor em quadra, o Pacers abriu 11 pontos de vantagem, e o Celtics teve que suar para levar esse prejuízo a sete pontos para o intervalo.

Depois de uma atuação preocupante no primeiro tempo, o Boston Celtics dominou as ações no terceiro quarto. Apostando em infiltrações e com uma defesa sufocante, que permitiu apenas oito pontos ao Indiana Pacers em 12 minutos, o time verde e branco virou o jogo e abriu vantagem de 11 pontos após arremesso espetacular de Terry Rozier, a 0.9 segundo do fim. No último quarto, liderado por Kyrie Irving e Jayson Tatum, o Celtics abriu 22 pontos de vantagem e encaminhou a vitória, mesmo sem pontuar nos últimos três minutos de jogo.

Em seu primeiro jogo de playoff como atleta do Boston Celtics, o armador Kyrie Irving não teve uma atuação brilhante, mas foi o cestinha verde e branco, com 20 pontos, e ainda flertou com um triplo-duplo, após distribuir sete assistências e pegar cinco rebotes. O ala-pivô Marcus Morris, que iniciou o duelo como reserva, também anotou 20 pontos, enquanto o ala Jayson Tatum, mesmo com um incômodo na canela direita, contribuiu com 15 pontos. Referência no garrafão celta, o pivô Al Horford fez um duplo-duplo, com 10 pontos e 11 rebotes.

Travado pela forte marcação do Boston Celtics, o time do Indiana Pacers teve apenas dois atletas com mais de 10 pontos no TD Garden. O armador canadense Cory Joseph foi o cestinha da franquia de Indianapolis, com 14 pontos, e o ala croata Bojan Bogdanovic contribuiu com 12 pontos. Os alas-armadores Wesley Matthews e Tyreke Evans, por sua vez, anotaram oito pontos cada.

Em vantagem na série melhor de sete, o Boston Celtics volta a enfrentar o Indiana Pacers na noite desta quarta-feira (17), às 20h, no TD Garden, com transmissão da ESPN para todo o Brasil. Quem vencer quatro partidas nessa série, avança para encarar Milwaukee Bucks ou Detroit Pistons nas semifinais da Conferência Leste.

Destaques do Celtics

Kyrie Irving (20 pontos, sete assistências e cinco rebotes)

Marcus Morris (20 pontos e sete rebotes)

Jayson Tatum (15 pontos e três rebotes)

Al Horford (10 pontos, 11 rebotes e cinco assistências / duplo-duplo)

Destaques do Pacers

Cory Joseph (14 pontos e dois rebotes)

Bojan Bogdanovic (12 pontos, dois rebotes e duas roubadas de bola)

Tyreke Evans (Oito pontos e seis rebotes)

Melhores Momentos

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 27 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

4 Comments

  1. Erondi Nunes disse:

    Clippers venceu Warriors tá certo isso kkkkk

    Quantos assim como eu não acreditaram?

    0

    0
  2. Nosso jogo está crescendo na hora certa… agora é só manter a pegada que podemos sim chegar na NBA finals!

    5

    0
  3. Fernando Silva disse:

    Fiquei feliz pelo empenho nos Q3 e Q4.

    No Q1 erramos algumas rotações defensivas. A nossa defesa demorou a encaixar.

    No Q2 alguns turns.

    Mas nos Q3 e 4 gostei bastante.

    2

    0

Deixe um comentário