Jogo 3 – Pacers 96 x 104 Celtics

Na noite de sexta(19) o Boston Celtics foi até o Bankers Life Fieldhouse enfrentar o Indiana Pacers, pelo terceiro jogo da primeira rodada dos playoffs. E saiu com uma vitória de grande importância, que deixa a vaga para a próxima fase dos playoffs muito encaminhada. Agora no domingo(21) a equipe tem a chance de fazer quatro a zero e encerrar o confronto.

O primeiro período de jogo foi quase perfeito para a equipe do Celtics. Com um ataque muito eficiente e uma forte defesa a equipe se impôs diante do adversário e abriu uma boa vantagem. A defesa do Pacers parece ter focado tanto sua atenção em Kyrie Irving que esqueceu da qualidade de outros jogadores de nosso elenco. Jaylen Brown começou a se destacar com um ótimo aproveitamento no ataque. O Celtics terminou o período com uma boa vantagem. Placar do período 28 x 41.

O segundo período mudou completamente o jogo. O Celtics passou a ter muitos desperdícios da posse de bola, a equipe do Pacers se aproveitando desses erros cresceu no jogo. Com boas infiltrações e arremessos para três pontos, a equipe da casa foi cortando a vantagem. A defesa que no primeiro período não estava dando conta do ataque celta, melhorou e passou a criar muito mais dificuldades para o Celtics, que não teve resposta para essas dificuldades no terceiro período. Em determinado momento do período a equipe do Pacers chegou a fazer doze a zero. Mesmo assim, devido ao ótimo primeiro período que fez, o Celtics saiu em pequena desvantagem para o intervalo. Placar do intervalo 61 x 59.

O terceiro período começou com vários erros ofensivos de ambos os lados. E apesar de boa parte desses erros persistir durante o período, o Celtics conseguiu ser melhor ofensivamente para recuperar sua liderança no placar, a defesa também melhorou e passou a incomodar mais o ataque do Pacers. Jayson Tatum apareceu bem no período como uma boa opção ofensiva para a equipe celta. Placar do período 73 x 80.

O ultimo período do jogo foi marcado por equilíbrio, porém a vantagem que a equipe do Celtics trouxe do terceiro período fez diferença. Kyrie Irving foi nosso líder, não apenas pontuando, mas distribuindo muito bem a bola entre seus companheiros. A equipe celta conseguiu manter o bom ritmo de jogo e vencer mais uma partida, ficando perto da próxima fase dos playoffs. Placar final 96 x 104.

A equipe do Boston Celtics mostrou um bom basquete durante quase todo o jogo. Com exceção do segundo período na qual a equipe errou demais, o resto do jogo foi bem equilibrado e com boas participações de vários jogadores. Jaylen Brown foi nosso cestinha com vinte e três pontos, aproveitando muito bem as oportunidades ofensivas que teve na partida. Kyrie Irving teve dezenove pontos e dez assistências, garantindo um duplo-duplo.

Pelo lado do Pacers o cestinha foi Tyreke Evans com dezenove pontos, seguido de Bogdanovic com quinze pontos. As equipes voltam a se enfrentar domingo(21) às 14h horário de Brasília novamente no Bankers Life FieldHouse. Com uma vitória o Celtics passa para a próxima fase dos playoffs.

Destaques do Pacers

Tyreke Evans (19 pontos)

Bojan Bogdanovic (15 pontos e 5 rebotes)

Thaddeus Young (11 pontos e 9 rebotes)

Myles Turner (13 pontos e 7 rebotes)

Wesley Matthews (11 pontos)

Destaques do Celtics

Kyrie Irving (19 pontos e 10 assistências)

Al Horford (16 pontos e 8 rebotes)

Jaylen Brown (23 pontos e 7 rebotes)

Jayson Tatum (18 pontos e 7 rebotes)

Marcus Morris (11 pontos e 7 rebotes)

Melhores Momentos

 

Publicidade

Henrique Correia
Henrique Correia
Paulista, morador de Bauru no interior do estado de São Paulo, analista de suporte e corredor de rua nas horas vagas. Apaixonado por basquete, descobriu no jornalismo um hobby e quem sabe futuramente pode encontrar uma profissão. Acompanha a NBA desde 2010, torcedor fiel do Celtics, aguarda ansiosamente pra ver seu primeiro titulo.

6 Comentários

  1. Publicidade

  2. Eric disse:

    Camisa pesa

    0

    0
  3. Erondi Nunes disse:

    É engraçado como tem gente q diz q os Pacers são fracos e não são teste para o Boston, mas o Pistons é teste para o Bucks, e o Orlando para Toronto.

    O Indiana e Brooklyn (decepção no jogo 3) são os mais difíceis para os 4 favoritos ao meu ver.

    Celtics pode vencer qualquer um no leste.

    Rozier tá jogando bem, principalmente na defesa, o q mais me preocupa é a oscilação de Hayward e Morris.

    5

    1
    • Netto Santos disse:

      Vamos ser sinceros, não fizemos nenhum grande jogo nesse primeiro round, de longe essa é a série mais feia de ser ver no leste. Os Pacers sem Oladipo são extremamente fracos e limitados no ataque, ou você acha que um time que tem como principal pontuador num jogo o Tyreke Evans tem um ataque de respeito? Mas mesmo assim tivemos grande dificuldades em alguns jogos, no jogo 2 fomos salvos pela partida espetacular do Irving e pelo Tatum Clutch. Detroit e Pacers são os times mais frágeis desses playoffs no leste, se continuarmos jogando assim não passaremos do grego e sua turma. Como você disse “Celtics pode vencer qualquer um no leste”, mas tbm pode perder pra qualquer um.

      0

      2
  4. Edivaldo disse:

    O adversário é uma equipe apenas “boa”. Sem Oladipo ela torna-se “média pra boa”.

    Portanto os empolgados devem se conter.

    O mata-mata vai começar, de verdade, contra a equipe do grego.

    Em um mundo perfeito o Celtics conseguiriam Davis mantendo Tatum. Obrigatoriamente Horford teria que sair por questões de teto de gastos com salário.

    Os Celtics cederiam para os Pelicans: Horford, GH, Brown, Rozier e escolhas no Draft.

    Mas isso seria no perfeito.

    1

    6
  5. Fernando Silva disse:

    AH, GH, Brown, Rozier e picks por AD?

    Eu não ofereceria tal pacote e se me pedissem eu negaria.

    9

    0
  6. Celso Cachali Jr disse:

    OS caras nao sabem nem fazer pacotes… falam de teto mas só o GH ja bate o teto com o Davis…. Rozier será free Agent Restrito nem sabemos se ficará… Seja coerente.c

    0

    0

Deixe um comentário