Primeiro Round do Leste – Indiana Pacers (0-3) x Boston Celtics (3-0)

Embalado por três vitórias consecutivas, o Boston Celtics pode garantir, na tarde deste domingo (21), a classificação para as semifinais da Conferência Leste. Para isso, o time verde e branco terá que emplacar mais uma vitória sobre o Indiana Pacers, em partida válida pelo primeiro round do Leste e que começa às 14h (horário de Brasília), com transmissão da ESPN para todo o Brasil. Enquanto o Celtics luta para avançar à próxima fase, onde enfrentará o vencedor da série entre Milwaukee Bucks e Detroit Pistons, o Pacers quer adiar a eliminação e garantir mais um confronto em Boston.

Relembre os duelos anteriores da série entre Celtics e Pacers:

Assim como em toda a temporada regular, o Boston Celtics passa longe de ser um time extremamente dominante no primeiro round dos playoffs, mas está colecionando resultados expressivos com uma defesa insana, que não sofreu mais de 100 pontos do Indiana Pacers em nenhum jogo da série, e contando com a experiência de Kyrie Irving e Al Horford, seus principais atletas. No quarto duelo em Indianapolis, o recado é curto e grosso: vencer, garantir a varrida e aumentar o tempo de preparação para as semifinais do Leste.

Satisfeito com o desempenho recente do Boston Celtics, o técnico Brad Stevens deve manter o quinteto titular das últimas partidas, com Jaylen Brown no perímetro e Aron Baynes no garrafão. Na rotação, as principais peças celtas são o ala Gordon Hayward e o armador Terry Rozier. A única baixa é o armador Marcus Smart, que ainda se recupera de uma lesão no músculo oblíquo.

Além de lidar com a confiança do Boston Celtics, a equipe do Indiana Pacers tenta exorcizar os seus próprios fantasmas, já pensando em evitar a varrida na série. Para voltar a ser competitiva, a franquia de Indianapolis aposta em uma melhoria ofensiva: nos três primeiros jogos contra Boston, o Pacers sofreu “apagões” na quadra de ataque, que comprometeram qualquer chance de vitória. Para evitar o 4-0 na série, Indiana terá que ser mais consistente.

Apesar das três derrotas consecutivas e da pressão por uma possível eliminação em casa, o técnico Nate McMillan não cogitou mudanças no quinteto titular e na rotação do Indiana Pacers. Mais uma vez, a franquia de Indianapolis confia na artilharia de Bojan Bogdanovic e no talento de seus principais reservas, que são o ala-armador Tyreke Evans e o pivô Domantas Sabonis.

FICHA TÉCNICA

Local: Bankers Life Fieldhouse (Indianapolis, IN)

Horário (de Brasília): 14h

Transmissão: ESPN e NBA League Pass

INDIANA PACERS: Darren Collison, Wesley Matthews, Bojan Bogdanovic, Thaddeus Young e Myles Turner. Treinador: Nate McMillan

BOSTON CELTICS: Kyrie Irving, Jaylen Brown, Jayson Tatum, Al Horford e Aron Baynes. Treinador: Brad Stevens

Publicidade

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 27 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

23 Comentários

  1. Publicidade

  2. Fernando Silva disse:

    Na minha opinião, melhor focarmos em mais uma vitória.

    Teremos que jogar duro do início ao final.

    Sem distrações.

    Precisamos de recuperação para a sequência? Sim.

    Mas esta série não terminou!!!

    Vamos firmes e o jogo deve ser similar ao anterior.

    Indiana sabe que falta o talento de Oladipo. Vão recorrer ao Bojan, ao Evans, sim, mas principalmente à defesa!

    Isso nos obrigará a ter fibra, concentração e disciplina.

    Jogo truncado, defesas intensas, pontuação baixa e contemos com o talento de KI, Tatum e AH (e mais algum atleta inspirado para pontuarmos – Morris no jogo 1, GH ajudou no 2, Brown no 3 e assim vamos).

    Indiana deve concentrar a defesa no KI, ou seja, deve sobrar espaço para alguém chutar (em regra eles abrem mais espaço para o Baynes que não tem bom arremesso).

    1

    0
  3. Michael disse:

    Ótimo começo de jogo, estou chutando um placar de 103 x 95 para o Celtics

    0

    0
  4. Fernando Silva disse:

    Até agora 68×64.

    Alguns lances de arbitragem caseira. Nítido mas normal.

    Usamos bastante a rotação.

    Final do Q3 para o Q4.

    O Indiana resolveu atacar nosso garrafão neste jogo.

    Jogo físico e duro como esperado.

    Se acertarmos a marcação na área pintada, levamos.

    KI deve passar quando enfrentar dobra ou tripla marcação.

    4

    0
  5. Guilherme Puskas disse:

    Que venha o Bucks!

    3

    1
  6. Fabrício Destro disse:

    Cadê os corneteiros do Hayward? Uma lição pra gente para de ser tão imediatista

    6

    1
    • Marcos disse:

      Ele tem melhorado.
      Tem até arremessado umas bolas.
      Vamos precisar dele contra os Bucks.

      Torço para melhorar ainda mais na próxima série e que seja usado como PG no lugar do Rozier às vezes, mas ele ainda é um cara de 9ppg em playoff com minutagem alta.
      E tomou uma dunk desmoralizadora na cara, que fez os Pacers voltarem para o jogo no segundo quarto.

      Nada pessoal.
      Quero mesmo que ele seja o Ginóbili de uma possível dinastia celta.
      E eu sou muito fã do Manu.

      Quando o Irving (25+ppg) não está bem ofensivamente, quem chama a responsa é o Tatum (quase 20ppg nos playoffs – aumentando produção da temporada regular).

      []s verdes

      3

      7
  7. Fernando Silva disse:

    GH foi nosso cestinha hoje e bem na série, em geral.

    A tendência é que, contra os Bucks, ele esteja ainda melhor.

    Espero que os Pistons possam ganhar 1 jogo para recuperarmos a equipe, principalmente um descanso ao AH.

    Stevens deve usar Semi para ajudar na marcação do grego.

    Não nos iludamos: na season anterior foi difícil e eles se reforçaram.

    AH será importante pois a marcação não é a principal arma do Lopez.

    Sobre o grego: vamos fechar o garrafão e ele que chute de fora.

    12

    0
    • Vinicius disse:

      A gente se reforçou, bem mais que eles com Kyrie e Hayward. Não acho que será fácil. Mas estamos no modo Playoffs. E pra segurar pai, vai ser difícil. Morris bem hoje, Hayward ótimo, o time fez uma série dura e coesa. Correu riscos, mas playoffs é isso, nada é fácil. Varrida, meu bola agradece. Go Cs.

      6

      0
  8. Edivaldo disse:

    Agora o mata-mata vai começar para o Boston Celtics.

    1

    4
  9. Marcos disse:

    Contra os Bucks não dá para ficar tomando run de 15-0 sem pedir tempo.
    Nem ficar jogando Rozier no lugar do Brown, quando o time precisa marcar.

    Vai ser uma grande série.
    Se conseguirmos passar, acho que iremos às Finais.
    O problema são os 4 jogos em MI.

    Abs verdes

    4

    8
  10. Fernando Silva disse:

    Pensando nos matchups, com exceção ao grego, temos condições de vencer em todas as posições.

    Creio que haverá muito isolation do grego, além do trabalho de infiltração.

    Precisamos limitá-lo.

    Trabalho forte no garrafão, forçar que ele chute de longe.

    Creio em uma ótima série de KI, AH e Tatum.

    A segunda unidade dos Bucks tem qualidade.

    Se vencermos 1 das 2 primeiras partidas, creio em 4×2 Celtics.

    Para tanto ESTÁ NA HORA DE STEVENS FAZER A DIFERENÇA no preparo ofensivo.

    Na defesa creio que Semi ganhará minutos.

    Talvez possamos explorar o grego na defesa com 2 propósitos: 1. Cansá-lo, 2. Obter faltas.

    8

    1
  11. Fernando Silva disse:

    Obs. Torço e muito para que a ESPN nos transmita na próxima fase.

    Olha o trabalho do SporTV:

    “Markieff Morris saiu do banco para dar qualidade na finalização dos Celtics e fazer a diferença no terceiro quarto”.

    😬👎👎👎

    7

    2
  12. Fernando Silva disse:

    Se o SporTV transmitir o melhor é usar a tecla mute.

    4

    1
  13. Sandro disse:

    Não sei pq tem uns caras que se doem tanto quando algum jogador eh criticado, todos aqui acho que torcem pelo Celtics. GH veio como um all star, se machucou, já esta a um bom tempo jogando e com muitos minutos em quadra…da pra contar nos dedos as partidas que ele jogou bem. Pq ele fez um jogo mais ou menos não podemos criticá-lo? Torço para que ele se recupere e acho que todos aqui torcem…pelo bem do Celtics. Agora se qualquer jogador for mal pode ser criticado, sem mi mi mi. Bora pra semi. Lets Go Celtics!!!

    6

    8
    • Fabrício Destro disse:

      A questão não é se doer. O cara ganha uma grana violenta, e não esteve bem em muitos jogos, então tem que ser cobrado mesmo. Só que o próprio Celtics Brasil fez uma matéria detalhando as possíveis consequências da lesão do GH: o tempo de recuperação da lesão em si e de recuperação da massa muscular, os possíveis efeitos colaterais psicológicos, entre outros pontos, e sugerindo que talvez devêssemos ter um pouco de paciência nesse processo de recuperação. A lesão foi séria, muito séria, temos que concordar. O problema é quando ele vira bode expiatório pra toda derrota do time, sendo que muitos fatores nessa temporada contribuíram para a inesperada queda de rendimento.

      Pq não analisamos os números do GH então?
      %FG entre outubro e dezembro = 37 – 41%
      %FG em janeiro = 46,5%
      %FG em fevereiro = 51,2%
      %FG em abril = 55,6%

      Acho que é evidente que ele está retomando a confiança, principalmente para ir em direção à cesta. Ninguém aqui sabe a extensão exata da lesão em termos psicológicos, além dele próprio. Minha bronca não é com relação a ficar puto com as críticas a este ou aquele jogador, ainda mais quando são merecidas. Meu ponto é o seguinte: não é demérito nenhum admitir que estava errado quando ficavam jogando amendoim no “filho do Brad Stevens” quando o cara está claramente jogando bem melhor e contribuindo com o time.

      19

      1
  14. Fernando Silva disse:

    Fato: independente das razões (e são diversas) GH não começou bem.

    Mas hoje é importante e acredito que ele esteja voando na próxima temporada.

    Morris fez o caminho inverso, em parte. Começou muito bem e foi caindo. Mas nos offs tem ajudado.

    No geral, gostei do time.

    Alguma oscilação, mas MUITO menos do que estávamos assistindo.

    Em resumo: estamos crescendo na hora certa e assim continuaremos.

    8

    0
  15. Marcos Pastich disse:

    Discussão besta essas sobre os quem critica e quem apóia o time! Acredito que todos aqui torcem pelo Celtão. Alguns são mais otimistas outros pessimistas e pronto! Não tem necessidade de ficar cobrando que o outro tenha a mesma postura que você! Se um cara fez alguma crítica ao jogador e você não concorda é só clicar naquele ícone com o dedinho virado pra baixo e pronto! Já mostrou que não concorda com o comentário e resolveu a parada! Sem estresse! Hehehe. Eu sou um dos otimistas… Vejo uma boa evolução do time no modo Playoffs e estou esperançoso. Ainda acredito que o Bucks é favorito a levar a série e isso particularmente é uma coisa boa (pelo menos na minha opinião). Quando jogamos como favoritos, às Vezes (isso não aconteceu com o Pacers), jogamos de forma relapsa. Quando colocamos o favoritismo neles o jogo é de superação e esse é o melhor clima para um time que está acostumado a crescer na adversidade. Simbora pra cima deles! Acho que é ser 4×3 pra nóis! Abraço galera!

    8

    0
  16. Rodrigo Ribeiro disse:

    Bucks perde hoje, já estão abalados psicologicamente sabendo que irão nos enfrentar…

    1

    0
  17. Fernando Silva disse:

    Falando nos Bucks,.estou assistindo ao jogo deles.

    Tem algumas dificuldades na tábua defensiva, algumas nos lances livres.

    É um time montado para o grego, está claro.

    Mas estou certo que Stevens tem um plano de jogo bem direcionado que vai nos ajudar.

    Coloco todas as minhas fichas nos matchups do KI e do AH.

    Tatum deve ter mais dificuldades, mas acredito no nosso prodígio.

    Uma pitada sobre o sr. Doc Rivers, nosso antigo técnico, campeão: LAC perde mas não larga o osso. Em termos de motivação, ele consegue ligar o time.

    7

    0
    • Marcos disse:

      Cara, vi aqui também o quarto jogo deles.
      Acho que o lance é estourar Semi de faltas e jogar o Al Horford pra cima do grego quando importar.

      Ele não tem tiro de fora e o lance livre é igual ao do Jaylen: fraco.

      O matchup mais favorável é George Hill vs Irving, mas Jaylen vs Bledsoe tb é aceitável para nossa vantagem.
      Tatum e Middleton é aquele vc finge que eu marco e eu tb finjo.

      O segredo vai ser a tábua.
      Lopez vs Baynes.
      Tudo pode acontecer aí.

      Abs verdes,

      5

      0
      • Diego Gondim disse:

        Concordo plenamente. O Semi não tem impacto ofensivo para o time. Qualquer bolinha dele é bônus.

        2

        0
      • Lucas Soares disse:

        O Tatum pra próxima temporada na minha opinião tem que focar no desenvolvimento da defesa, ele ainda se perde em muitas trocas, da algumas dormidas e no 1 contra 1, perde quase todas. Tem potencial físico e QI de basquete suficiente pra ser um defensor muito melhor do que é.

        0

        0

Deixe um comentário