Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Pacers 102 x 109 Celtics

Quando o Boston Celtics iniciou, no último domingo (18), uma sequência de três jogos como visitante pela temporada 2016/2017 da NBA, poucos acreditavam em resultados expressivos, já que o time celta ainda não tinha engrenado na competição, teria duelos difíceis pela frente e estava sem muita confiança, já que vinha de quatro tropeços em cinco partidas. Tudo conspirava contra, mas a camisa do maior campeão da história da liga pesou e calou os pessimistas: com a vitória por 109 a 102 diante do Indiana Pacers, na noite desta quinta-feira (22), no Bankers Life Fieldhouse, o Alviverde encerrou a turnê como visitante com 100% de aproveitamento, já que bateu Miami Heat e Memphis Grizzlies nos jogos anteriores.

Em Indianapolis, o Celtics começou bem, mas perdeu fôlego no final do primeiro quarto e permitiu que o Indiana Pacers abrisse nove pontos de liderança no placar. Entretanto, no período seguinte, a rotação celta entrou muito bem, garantiu a vitória no quarto por 29 a 9 e deixaram o time verde e branco com uma vantagem de 11 pontos no intervalo. Depois de abrir 17 pontos de vantagem em um terceiro quarto equilibrado, o Celtics sofreu com a pontaria precisa do Indiana Pacers na reta final de jogo e assustou a torcida. O pânico, porém, não durou muito: com o armador Isaiah Thomas inspirado e um excelente aproveitamento nos lances livres, a franquia de Massachusetts garantiu mais uma vitória fora de casa.

Depois de estabelecer a melhor marca da carreira contra o Memphis Grizzlies, Isaiah Thomas fez mais uma grande atuação em Indianapolis: além de cestinha celta, com 28 pontos, o camisa 4 ficou a uma assistência do duplo-duplo e não cometeu turnovers. Os principais auxiliares de Thomas foram o ala-armador Avery Bradley e o ala Jae Crowder, com 15 pontos cada. Entre os reservas, o cestinha foi o armador Marcus Smart, com 12 pontos. Também merecem destaque os jogadores de garrafão: enquanto Al Horford fez oito pontos e pegou 11 rebotes, os alas-pivôs Amir Johnson e Kelly Olynyk anotaram 11 pontos cada um.

Pelo lado do Indiana Pacers, o melhor jogador em quadra foi o armador Jeff Teague, que foi o cestinha da partida, com 31 pontos, e ainda distribuiu oito assistências. O ala Paul George e o ala-armador reserva C. J. Miles também foram bem, com 19 pontos cada. O ala-pivô Thaddeus Young registrou um duplo-duplo, com 15 pontos e 12 rebotes.

Com a vitória em Indianapolis, o Boston Celtics atingiu a sua maior série invicta nesta temporada: já são quatro jogos sem tropeços. Com 17 triunfos em 29 jogos e 58,6% de aproveitamento, o Alviverde permanece na terceira posição da Conferência Leste e abriu vantagem de uma vitória para o quarto colocado Charlotte Hornets. O Indiana Pacers, com 16 derrotas em 31 compromissos, tem aproveitamento de 48,4% e está na sétima colocação do Leste.

Após três vitórias fora de casa, o Celtics terá pouco tempo para festejar os bons resultados e descansar, pois já terá uma pedreira pela frente nesta sexta-feira (23): o Oklahoma City Thunder. O duelo, que começa às 22h30 (horário de Brasília), será disputado no TD Garden, em Boston. Enquanto isso, o Indiana Pacers terá um bom tempo para repousar, treinar e até mesmo curtir o Natal, já que só volta a jogar nesta segunda-feira (26), contra o Chicago Bulls, no United Center.

Destaques do Pacers

Jeff Teague (31 pontos e oito assistências)

Paul George (19 pontos e oito rebotes)

CJ Miles (19 pontos e dois rebotes)

Thaddeus Young (15 pontos e 12 rebotes / duplo-duplo)

Destaques do Celtics

Isaiah Thomas (28 pontos e nove assistências)

Avery Bradley (15 pontos e seis rebotes)

Jae Crowder (15 pontos e cinco rebotes)

Marcus Smart (12 pontos e quatro rebotes)

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

1 comentário

  1. Al Horford precisa chamar mais a responsabilidade, tá jogando bem mas não o suficiente.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.