Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Prévia – Boston Celtics (12-23) x New Orleans Pelicans (18-18)

Depois de três jogos e uma semana distante de sua torcida, com compromissos em Toronto, Indianapolis e Brooklyn, o Boston Celtics inicia, na noite desta segunda-feira (12), uma série de três partidas seguidas no TD Garden, que antecedem a ‘Marcha para o Oeste’. Curiosamente, o primeiro adversário da sequência será uma franquia dessa conferência: o New Orleans Pelicans.

Após duas derrotas seguidas, o Alviverde poderia aproveitar o fator quadra para bater o Pelicans, ultrapassar o Detroit Pistons e manter as chances de conquistar uma vaga nos playoffs da Conferência Leste, mas o ‘tank mode’ foi oficialmente ligado na franquia de Massachusetts após a negociação do ala titular Jeff Green. Dono da sétima pior campanha da liga, o Celtics deve cair ainda mais de produção nos próximos jogos, já que o pensamento está no NBA Draft de 2015 e no mercado de agentes livres. Ou seja: dar um passo atrás agora, para tentar avançar dois passos depois.

O treinador Brad Stevens deve manter, em Boston, a escalação titular que foi utilizada contra o Toronto Raptors, com Evan Turner improvisado na armação e Jae Crowder na posição 3. Ainda sem contar com o experiente Tayshaun Prince, que veio do Memphis Grizzlies na negociação de Green, Stevens deve dar alguns minutos ao calouro James Young, que encantou a torcida na partida diante do Charlotte Hornets.

Sem saber o que é ir para os playoffs desde 2010/2011, quando ainda atendia por New Orleans Hornets, o Pelicans quer voltar a disputar uma pós-temporada, desta vez com o novo nome. Entretanto, a franquia sofre com a irregularidade: apesar da temporada sensacional do jovem Anthony Davis, o NOP está fora da zona de classificação da Conferência Oeste, com 50% de aproveitamento.

Para tentar subir na tabela e aproveitar a fragilidade do Celtics, a aposta de Monty Williams é mesmo o garrafão, que conta com a explosão de Davis e a força do turco Omer Asik, que chegou a ser cotado pelo Celtics na pré-temporada. O armador Jrue Holiday é outro destaque dos pelicanos.

Ficha Técnica

Local: TD Garden (Boston, MA)

Horário: 22h30 (horário de Brasília)

Boston Celtics: Evan Turner, Avery Bradley, Jae Crowder, Jared Sullinger e Tyler Zeller. T: Brad Stevens

New Orleans Pelicans: Jrue Holiday, Eric Gordon, Dante Cunningham, Anthony Davis e Omer Asik. T: Monty Williams

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

7 comentários

  1. Carambola

    Jay Crowder!!! Que partidaça do garoto. Pra não deixar ninguém sentir saudades do Jeff Green.

  2. Renato

    Ainda tem gente que critica o Ainge. Logico que todos nos queremos um contender para ontem, mas ele ta fazendo tudo certinho ate agora.

    Esse Crowder e mais um exemplo de medida acertada, o garoto parece ter um potencial enorme, talvez venha ser um jogador de banco perfeito para 20 minutos na posicao 3.

    Ta ai tiramos a velharada toda, angariamos mais ativos, e a equipe continua competitiva, o que significa que estamos no caminho certo.

  3. Danilo Jeolás

    Os jogadores claramente jogam para vencer e isso deve estar irritando o Ainge.

  4. drakes

    Até o sixers vence…isso não tem nada com o gm deles. Os jogadores desde ano passado jogam para vencer em Boston, o Ainge faz uma força para que não ocorra com as trocas desequilibrando o time, ano passado ainda teve caso pitoresco do Danny Ferry ser categórico em uma entrevista, só que foi antes dele começar a xepa; foi obrigado a desistir.

    E o Jae Crowder já teve partidaças pelo dallas, esse ano que perdeu minutos com a chegada do Parsons; ele já era considerado um bom reserva na NBA. E já deu para ver, se alguém oferecer uma segundo rodada, ele sai, acho que ninguém aqui dúvida disso.

  5. Renato TD

    Esse Jae Crowder foi um achado ! Jogou muito ontem !

  6. Oberdan Gonzalez

    O Crowder tem que ficar no rebuild.

    SE LIGA AINGE !!!

  7. Marcos

    Galera,

    Um jogo só, pega leve aí com o Crowder pq de overpaid já temos que aturar o horroroso do AB que faz (para minha insatisfação) parte desse rebuild.

    Bom jogo do Crowder, acho até que podíamos tentar contratá-lo, mas sem fazer nenhuma besteira acima de 1,5m.

    Alguém sabe se o contrato do Turner pode ser rescindido no final do ano?

    Ainge hora de trocar o Neelson com algum louco por uma 2nd.

    []s verdes
    P.S.: Devíamos ter perdido ontem, mas fazer o quê…

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.