Prévia – Boston Celtics (28-18) x Miami Heat (22-22)

Após conquistar duas vitórias sobre Memphis Grizzlies e Atlanta Hawks em mais um back-to-back pela temporada 2018/2019 da NBA, o Boston Celtics inicia, na noite desta segunda-feira (21), uma série de cinco partidas ao lado de seu torcedor, no TD Garden. O primeiro adversário dessa sequência será o Miami Heat, que ocupa a sétima colocação da Conferência Leste e derrotou o Alviverde no único duelo entre as equipes na temporada, no dia 10 de janeiro. A partida entre Celtics e Heat começa às 21h e será transmitida pelo NBA League Pass.

Onze dias após o primeiro jogo contra o Miami Heat, o Boston Celtics saiu de um momento de crise, agravado por outros dois tropeços como visitante, e recuperou o fôlego após três vitórias consecutivas. Ainda na quinta posição da Conferência Leste, o time verde e branco de Massachusetts quer aproveitar as cinco partidas em casa, onde tem aproveitamento de 78% nesta temporada, para subir na classificação e pressionar o líder Milwaukee Bucks, que tem seis triunfos a mais.

Diante do Miami Heat, o técnico Brad Stevens não terá desfalques por ordem médica ou disciplinar e, portanto, poderá escalar o Boston Celtics com o que tem de melhor. Ameaçado de suspensão após se envolver em uma briga na partida contra o Atlanta Hawks, o combo guard Marcus Smart recebeu apenas uma multa e está disponível. Na rotação, o ala Gordon Hayward reaparece após ser poupado da viagem para Atlanta. A única baixa celta é o ala-armador Jabari Bird, suspenso por tempo indeterminado após agredir e sequestrar a namorada.

Enquanto o Boston Celtics inicia uma série de partidas em casa, o Miami Heat encerra, no TD Garden, uma sequência de quatro jogos como visitante: nos três duelos anteriores, a franquia da Flórida conquistou apenas uma vitória, contra o frágil Chicago Bulls. Apesar de ser um duelo difícil, o Heat está determinado a se recuperar e conquistar um triunfo em Boston, que lhe consolidaria entre as oito melhores campanhas da Conferência Leste.

O técnico Erik Spoelstra terá um desfalque no quinteto titular do Miami Heat: o armador Goran Dragic, que se recupera de uma cirurgia no joelho direito. Sem o esloveno, Spoelstra deve manter o ala Justise Winslow como condutor de bola e criador de jogadas. O ponto forte do Heat continua sendo a rotação, que conta com nomes como Tyler Johnson, Dion Waiters, Bam Adebayo, e é liderada pelo veterano Dwyane Wade.

FICHA TÉCNICA

Local: TD Garden (Boston, MA)

Horário (de Brasília): 21h

Transmissão: NBA League Pass

BOSTON CELTICS: Kyrie Irving, Marcus Smart, Jayson Tatum, Marcus Morris e Al Horford. Treinador: Brad Stevens

MIAMI HEAT: Justise Winslow, Josh Richardson, Rodney McGruder, James Johnson e Hassan Whiteside. Treinador: Erik Spoelstra

Publicidade

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 26 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

5 Comentários

  1. Publicidade

  2. Marcos disse:

    Quarto jogo ganho pelo Irving que “só” teve 8 steals. E tem cara que acha que ele é nosso pior defensor.

    Tatum segue com os 19 ppg de média.

    No critério da moeda jogada para o alto do técnico, não viram 1 minuto de quadra Theis, Wannamker e Williams, mas desfilaram seus talentos:

    Hayward 7 pontos e +/- de -12 e 20 minutos
    Rozier 3 pontos e +/- de -16 e 17 minutos

    Abs verdes,

    8

    1
  3. Lucas Soares disse:

    Quase um TD com Steals, Irving é absurdo demais

    8

    0
  4. Fernando Henrique disse:

    Terceiro quarto foi excente, Irving ditou o ritmo do jogo
    Achei que o Brown e o Hayward teriam rendido mais se não jogassem só com a segunda unidade inteira praticamente, pelo menos no segundo tempo. Kyrie tem envolvido muito bem todos os jogadores no ataque e não seria diferente com esses dois
    Pena que o Rozier ta só o pó da rabiola

    12

    0
  5. L.Gabriel disse:

    Olha, realmente gosto do Hayward e espero que ele ainda melhore… mas ou ele se esperta, ou já enfiam ele alguma troca, não tem mais desculpa de lesão não, tá sempre perdido, não tem explosão, tem medo de jogar… Esperei até o presente momento, Cousins voltou de sua lesão, e podemos considerar bem parecidas, e olha, não voltou tão mal não.
    Quanto ao jogo de ontem, vitória poderia ter sido beeem mais tranquila, mas no Q4, segunda unidade foi vergonhosa, tomaram aprox uns 2x-5, dai Irving entra e faz 6 pontos seguidos e acalma os nervos.
    Ainda tenho esperanças no Playoff… mas falta uma chacoalhada em muito jogador ai, o time não sabe disputar grandes jogos, falta o poder de matar o jogo.
    Abs

    0

    0
  6. eric disse:

    rozier esta pessimo , assim não arruma time ano que vem ,pois a quantidade de bons armadores jovens na liga e impressionante

    1

    1

Deixe um comentário