Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Raptors 88 X 94 Celtics

Depois de sofrer 4 derrotas consecutivas, a equipe Celta viajou até Toronto no Canadá para enfrentar o Raptors e obter sua vitória de número 30 na temporada.

http://www.youtube.com/watch?v=NE0DwYCPC-8

 O destaque da partida foi o ala-armador Celta Ray Allen. “Ray Ray” marcou 36 pontos, sendo 24 pontos convertidos com cestas de três pontos (foram 8 em 10 tentativas, com um aproveitamento de 80%, duas a menos de seu recorde pessoal, quando ainda atuava pelo Sonics, no dia 14 de abril de 2002, contra o Wolves, onde Allen acertou 10 arremessos de três pontos), pegou 3 rebotes e deu 2 assistências. O armador Rajon Rondo anotou um Duplo-Duplo (dois digitos em dois fundamentos) com 14 pontos e 11 assistências. Rondo também pegou 6 rebotes. Kevin Garnett também fez um Double-Double com 10 pontos e 11 rebotes. Paul Pierce marcou 11 pontos, pegou 6 rebotes e distribuiu 6 assistências. O destaque vindo do banco de reservas foi Glen Davis que terminou a partida com 6 pontos e 11 rebotes.

Pelo Raptors o destaque foi Andrea Bargnani com 17 pontos, 3 assistências e 9 rebotes. Chis Bosh marcou 15 pontos e pegou 11 rebotes. Jamario Moon terminou a partida com 15 pontos e 7 rebotes.

A equipe Celta não teve um bom início de partida, com apenas 3 minutos jogados já perdia por 12 X 6, mas Ray Allen anotou 4 cestas de três nos 8 minutos restantes, onde o Celtics respondeu com uma sequência de 16 pontos, enquanto o Raptors não conseguia pontuar, isso possibilitou ao time Green abrir uma vantagem de 10 pontos (22 X 12). No fim do 1° quarto Allen anotou mais um arremesso de três pontos e a equipe Celta venceu o período por 32 X 20.

 O segundo quarto foi mais disputado e marcado por uma forte defesa em ambas as equipes. A equipe Celta venceu o período por 21 X 20 e foi para o intervalo com 54 X 41.

No terceiro período a equipe Celta teve uma belíssima atuação do ataque, que pontuava bastante e da defesa que impedia o Raptors de converter muitas cestas. O quarto terminou 21 X 14 para o Celtics.

O Boston Celtics começou o último e decisivo quarto vencendo por 75 X 55 (20 pontos de vantagem), mas a equipe Celta permitiu uma reação do Raptors, que uma sequência de 17 pontos, enquanto o time Green anotou apenas 5. Com 5:52 para o fim da partida a difrença no placar caiu para 8 pontos, com o Celtics vencendo por 80 X 72. O time Celta conseguia segurar a diferença até Bargnani converter uma cesta de três pontos, assim o Raptors encostou no placar que marcava 88 X 83 para o time Green com 1:36 para o fim da partida. Paul Pierce converteu uma cesta decisiva com apenas 0:40 para o fim da partida, na jogada seguinte o jogador do Raptors Jamario Moon errou uma cesta de 3 e devolveu a posse de bola par a equipe Celta, acabando com a possibilidade de uma reação do time canadense, já que o Celtics aquela altura venci apor uma diferença de 8 pontos. No apito final vemos no placar Celtics 94 X 88 Raptors, e o fim de uma sequência de 4 derrotas consecutivas para a equipe Celta.

O time Green contou com 2 desfalques para a partida, Tony Allen com um alesão no tornozelo direito e Kendrick Perkins, que contundiu o ombro esquerdo no último jogo contra o Cavaliers no dia 09/01. No lugar do titular Perkins Doc Rivers escalou Brian Scalabrine que terminou a partida com 7 pontos e 2 rebotes.

O Raptors também estava desfalcado, Jermaine O´Neal , que já não atuou por 7 jogos consecutivos está com uma lesão no tornezelo direito. Jose Calderon perdeu os últimos 4 jogos de sua equipe por conta de uma contusão, na partida contra o Celtics o espanhol começou como titular, mas sentiu a lesão e não deve viajar para Boston, onde esses dois times se enfrentaram novamente.

Por: Flávio Di Donato Catandi

Author avatar
Flávio Catandi
Jornalista e Radialista apaixonado por basquete. Participa do Celtics Brasil desde 2008. Já foi redator, colunista e hoje é editor do site. Nas horas vagas gosta de escrever roteiros e gravar curtas e documentários. Pode ser encontrado na cidade de São Paulo com uma camiseta Celta.

5 comentários

  1. norival

    Vamos lá Celtics. Grande trabalho Flávio.

  2. ecinho :)

    boa Celtics! vamos lá :@
    vamos virar essa queda!

  3. Não pude acompanhar o jogo todo, mas deu pra ver o Walker uns minutos em quadra.
    Este devia estar no elenco desde o começo da temporada.
    Mandem o Scal pra Liga de Desenvolvimento, plis

  4. Diego

    Concordo Daniel,tenho acompanhado o Walker e o garoto jogA mt…agora,sobre o Scal,digo a msm coisa…rsrsrs

  5. Jorge

    Tava vendo a fotinho do Walker ali do lado.
    Rondo é branco perto dele…hehehe

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.