Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Sem contrato com o Celtics, Datome vai para a Turquia

O torcedor do Boston Celtics disse adeus, nesta terça-feira (14), a mais um atleta que defendeu a franquia na temporada 2014/2015 da NBA. Através do Facebook, o ala italiano Luigi ‘Gigi’ Datome confirmou que não permanecerá no maior campeão da liga e que defenderá o Fenerbahce Ulker na próxima Euroliga. De acordo com o Boston Herald, Datome assinou um contrato de três anos com a equipe turca, que pagará US$ 2 milhões por ano.

Ainda em sua fanpage, Datome disse ter recebido outras propostas para permanecer nos Estados Unidos, mas que optou por voltar ao basquete europeu para poder ter tempo e papel maior em quadra. “Quero agradecer a todos os times da NBA que me ofereceram um lugar em suas equipes, mas eu estava procurando um lugar onde eu poderia ser uma peça importante nas rotações. Estou feliz e animado para começar essa nova experiência”, afirmou o italiano.

A passagem pelo Boston Celtics, é claro, não foi esquecida por Datome. Ao Boston Herald, o ala elogiou dirigentes e comissão técnica do Alviverde, além de agradecer pela oportunidade de jogar na maior liga de basquete do mundo. “Foi a experiência mais positiva da minha carreira. Desejo toda a sorte a Brad Stevens (treinador). Agora que estou fora da NBA, posso dizer que serei um torcedor do Boston Celtics, com certeza”, destacou o ex-camisa 70 celta.

Datome, de 27 anos, jogou por 10 anos na liga italiana até ser contratado em 2013 pelo Detroit Pistons. Na temporada e meia que atuou em Michigan, o italiano jogou em apenas 37 partidas e foi negociado com o Boston Celtics em fevereiro de 2015, como parte da troca que resultou no retorno do ala Tayshaun Prince a Detroit.

Sonho antigo do GM celta Danny Ainge, ‘Gigi’ Datome defendeu o Alviverde em 18 jogos da temporada regular, com médias de 5,2 pontos e 1,4 rebotes em 10,7 minutos. Na partida contra o Milwaukee Bucks, no dia 15 de abril, Luigi anotou 22 pontos, seu recorde na NBA.

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

5 comentários

  1. Como o Celtics não conseguiu pegar o MARIO Hezonja no Draft, o LUIGI resolveu ir embora, comer uns cogumelos na Turquia. 😀

  2. Mas falando sério. Gostei bastante do desempenho dele no pouco tempo em Boston.

    Acho que tinha vaga pro banco de MUITAS equipes da NBA.

    Uma pena ele não ter tido espaço e ter que voltar pra Europa. Jogador muito inteligente.

  3. Luiz eduardo

    Eu gostei da passagem dele por Boston, dava pra ver que ele era dedicado, tem bom chute, QI de basquete, vai voltar a se dar muito bem na europa.

  4. Fernando C S

    Bom jogador. Compõe bem a equipe. Pela forma como saiu, deixou portas abertas.

  5. pessoa

    Foi legal ver o cara jogando contra os Bucks,principalmente.Acho que deve ter sido a primeira vez na qual ele jogou como titular na NBA,mesmo assim foi muito bem. arremessava bem.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.