Celtics 110 x 99 Raptors

Publicidade

De volta ao TD Garden após quatro partidas consecutivas como visitante contra equipes da Conferência Oeste, o Boston Celtics conquistou, na noite de sábado (31), mais um grande resultado na temporada 2017/2018 da NBA. Ainda sofrendo com vários desfalques, o time verde e branco de Massachusetts recebeu o Toronto Raptors, em confronto direto pela liderança da Conferência Leste, e mostrou a força da camisa mais pesada da liga: com uma atuação consistente durante toda a partida e uma defesa sólida no último quarto, o Celtics bateu a franquia canadense por 110 a 99 e voltou com tudo para a briga pelo primeiro lugar.

Recuperado de uma entorse no tornozelo direito, o ala-pivô Marcus Morris foi o destaque da vitória do Boston Celtics. Saindo do banco de reservas, Morris foi o cestinha celta, com 25 pontos, e ainda ficou perto de um duplo-duplo, após pegar nove rebotes. Responsável por liderar o quinteto titular do Celtics na quadra de ataque, o ala Jayson Tatum contribuiu com 24 pontos, enquanto o armador Terry Rozier, substituto do lesionado Kyrie Irving, anotou 21 pontos e distribuiu sete assistências.

Em grande fase, o ala-armador DeMar DeRozan carregou o Toronto Raptors nas costas em Boston. Além de cestinha da franquia canadense, com 32 pontos, DeRozan pegou sete rebotes e distribuiu sete assistências. Os principais auxiliares de DeRozan foram os homens de garrafão do Raptors, que anotaram um duplo-duplo cada: enquanto o ala-pivô Serge Ibaka fez 15 pontos e pegou 10 rebotes, o pivô lituano Jonas Valanciunas deixou a quadra com 13 pontos e 11 rebotes.

Invicto há seis partidas, o Boston Celtics cortou o prejuízo para o Toronto Raptors com a vitória no TD Garden. Vice-líder do Leste, o Alviverde venceu 53 dos 76 jogos que disputou e tem 69,7% de aproveitamento, enquanto a franquia canadense tem duas vitórias a mais. No confronto direto, o Celtics leva vantagem: duas vitórias em três duelos contra o Raptors.

Boston Celtics e Toronto Raptors voltam a se enfrentar nesta quarta-feira (4), em partida que será disputada no Air Canada Centre. Antes disso, entretanto, os celtas e os canadenses terão outros compromissos nesta terça-feira (3): enquanto o Alviverde visita o Milwaukee Bucks, em duelo que começa às 21h (horário de Brasília) e será disputado no BMO Harris Bradley Center, o Raptors enfrenta o Cleveland Cavaliers na Quicken Loans Arena.

Destaques do Celtics

Marcus Morris (25 pontos e nove rebotes)

Jayson Tatum (24 pontos e seis rebotes)

Terry Rozier (21 pontos e sete assistências)

Destaques do Raptors

DeMar DeRozan (32 pontos, sete rebotes e sete assistências)

Serge Ibaka (15 pontos e 10 rebotes / duplo-duplo)

Jonas Valanciunas (13 pontos e 11 rebotes / duplo-duplo)

Boxscore

Melhores Momentos

Gustavo Arruda
Gustavo Arruda
Gustavo, 26 anos, é maranhense de São Luís, estudante de Jornalismo e repórter esportivo do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011. Nas horas vagas, é goleiro, armador, consumidor de danone, tio do João Gabriel e dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

9 Comentários

  1. Publicidade

  2. Marco Ferreira disse:

    Analisando as possibilidades e mais um jogo do trio Morris, Tatum e Rozier… Vamos imaginar a volta do Kyrie e do Hayward, temos nossos pontuadores da segunda unidade, mais uma vez os 3 foram os maiores pontuadores do time, passaram de 20 pontos.

    Volto com a minha loucura, acho muito difícil o Ainge fazer grandes mudanças nesse nosso elenco para a temporada que vem, só se for um negócio muito bom para o time, desfazer de Tatum ou Brown por Antoni Davis acho muito arriscado para o futuro da franquia e para um time que vem surpreendendo muito no seu primeiro ano de NBA. Acredito que a única mudança possível é com a saída do Smart (eu lamento muito essa saída, mas parece inevitável), trazer alguém para suprir essa necessidade, mesmo assim ainda acho que o Stevens está treinando o Semi Ojeleye para ser esse jogador defensor e do Stevens eu não duvido nada.

    Let’s Go Celtics…

    4

    0
  3. Celso Cachali Jr disse:

    Brown tem que ser mais consistente, não pode fazer um jogo bom e um apagado… Muito se espera dele… Tatum está chamando a responsabilidade como gente grande e Brown está vendo isso é aceitando.

    Morris é é monstro de mais, posso dizer até que ele é superior ao Bradley. Que troca sensacional para nós uma pena ele ter contrato apenas para este ano e o próximo pq neste nível que ele está jogando com certeza vai ganhar salários de 18 milhas.

    Rozier também vai pedir salários de 16 milhas.

    Brad Stevens e o melhor técnico que já vi treinar ele fez, Thomas ser MVP, Crowder Jogar e ser sm jogador util na liga, bradleB ser um marcador insano. Ele tira o melhor de todo mundo.

    O único que ele não conseguiu extrair ainda todo seu potencial foi o Irving

    2

    0
    • Marco Ferreira disse:

      Eu acredito muito no Irving ainda, mas as vezes devemos mudar a pergunta…

      Será que o Stevens não está conseguindo extrair tudo do Irving ou será que o Irving já da tudo o que tem e foi criado uma expectativa acima da realidade dele?

      Eu ainda acho que o Stevens vai tornar o Irving um jogador completo, mas precisa de mais tempo, não vai ser do dia para a noite, mas será que vai ter mais tempo para isso acontecer? Contrato dele se encerra na temporada que vem!

      Let’s Go Celtics…

      4

      0
      • ethan disse:

        o bradley sempre foi um pitbull,em que planeta você vive??

        5

        0
        • Marco Ferreira disse:

          Ethan, eu não falei nada do Bradley, sempre achei ele um grande marcador e a evolução que vi nele foi na parte ofensiva!
          Alias por falar em parte ofensiva, o que foi aqueles dois arremessos de 3 do Baynes? Stevens coloca os caras para treinarem mesmo!

          Let’s Go Celtics…

          1

          1
  4. Daniel disse:

    Bom jogo e mais uma vez , Tatum , Rozier , Monroe e Morris , jogando demais , Tatum é o futuro da franquia , mas infelizmente Horford , passou do tempo , lento na marcação e com pessimas decisões , mas foi um jogaço e que venha os playoffs

    6

    1
  5. Fernando Silva disse:

    Se os Cavs ganharem dos Raptors, se nós ganharmos dos Bucks, quarta teremos uma amostra dos offs.

    4

    0
  6. Chiovato disse:

    MINHA dúvida é, será que Rozier pode ser melhor do que pensamos em 2 temporadas? e daí termos um cara com um contrato bom e longo? evolução é isso, surpresas acontecem…. o que o Rozier faz ultimamente não dá pra descartar nada!

    6

    0

Deixe um comentário