Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Prévia – Golden State Warriors (52-11) x Boston Celtics (40-24)

O Boston Celtics terá, na madrugada de quarta (8) para quinta-feira (9), uma das missões mais difíceis na temporada 2016/2017 da NBA: derrotar o Golden State Warriors, equipe de melhor campanha na competição e atual vice-campeão da liga, em plena ORACLE Arena, onde a franquia de Oakland sofreu apenas três derrotas em 29 compromissos. A partida entre Warriors e Celtics, que começa às 0h30 (horário de Brasília) e terá transmissão da ESPN para todo o Brasil, será a segunda entre as duas equipes nesta edição da NBA: no dia 18 de novembro, em Boston, o Golden State venceu por 104 a 88. Entretanto, no último jogo em Oakland, disputado no dia 1º de abril de 2016, o Celtics bateu o Warriors por 109 a 106 e encerrou uma série invicta de 55 partidas dos donos da casa.

Depois de uma sequência de cinco duelos fora de casa contra equipes da Conferência Leste, onde conquistou três vitórias e sofreu duas derrotas, o Golden State Warriors volta a jogar ao lado de sua torcida justamente contra o Boston Celtics, e precisará, mais do que nunca, do apoio da ORACLE Arena. Afinal de contas, mesmo com uma campanha espetacular e o topo do Oeste, o Warriors sofre com a perseguição do vice-líder San Antonio Spurs e não poderá contar com o ala Kevin Durant, que machucou o joelho esquerdo e só deve voltar a jogar nos playoffs. Para não dar sopa ao azar, o Warriors precisa de uma vitória sem sustos sobre o Celtics, por mais que o jogo prometa muitas dificuldades.

Sem Kevin Durant, o técnico Steve Kerr deve manter o jovem Patrick McCaw no quinteto titular do Golden State Warriors. Ala-armador de origem, McCaw deve revezar na ala com Klay Thompson, um dos destaques da equipe, ao lado do armador Stephen Curry e do ala-pivô Draymond Green. Na rotação, os destaques são o armador Shaun Livingston e o ala Andre Iguodala, MVP das Finais em 2015.

Assim como o Golden State Warriors, a equipe do Boston Celtics busca um pouco de paz nesta reta final de temporada regular. Depois de vitórias sobre Cleveland Cavaliers e Los Angeles Lakers, o Alviverde deu a impressão de que entraria de vez na briga pelo primeiro lugar da Conferência Leste, mas teve que voltar algumas casas depois dos tropeços contra Phoenix Suns e Los Angeles Clippers. Agora, antes de pensar em ultrapassar o Cavaliers, o Celtics precisa se defender do avanço de equipes que estão próximas, como Toronto Raptors e Washington Wizards, e renovar o astral abalado pelas últimas derrotas. Vencer novamente o poderoso Warriors na ORACLE Arena seria um santo remédio para todos esses problemas.

Questionado pelos “experimentos” nos últimos jogos do Boston Celtics, o técnico Brad Stevens deve ganhar dois reforços para o jogaço em Oakland. O pivô titular Al Horford se recupera bem de um problema no cotovelo direito e deve encarar o Warriors, assim como o ala Jonas Jerebko, que está gripado. Quem estiver em melhores condições, deve formar dupla de garrafão com o ala-pivô Amir Johnson. O armador Isaiah Thomas, que fez duras críticas ao desempenho celta nos últimos jogos, é a referência ofensiva e está confirmado como titular.

FICHA TÉCNICA

Local: ORACLE Arena (Oakland, CA)

Horário (de Brasília): 0h30

Transmissão: ESPN e NBA League Pass

GOLDEN STATE WARRIORS: Stephen Curry, Patrick McCaw, Klay Thompson, Draymond Green e Zaza Pachulia. T: Steve Kerr

BOSTON CELTICS: Isaiah Thomas, Avery Bradley, Jae Crowder, Amir Johnson e Al Horford (Jonas Jerebko). T: Brad Stevens

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

19 comentários

  1. SERGIO

    CELTICS 117 X 114 WARRIORS

  2. Fernando C Silva

    Celtics 113 x GSW 111

  3. Renato

    Celtics 114 x 107 Warriors

  4. Maurício Green

    Q noite!!!! Vi o Mengão atropelar ao vivo no Maraca e depois o Celtão segurar o GSW a menos de 90 pontos e vencer fácil, perfeito.

    Há se defendêssemos perto disso toda noite!! Seriam 60 vitórias. Mas também nosso jogo casa muito bem com o deles. O garrafão deles é mais fraco q o nosso, só tem mesmo o Green. Fora q sem KD esse time é mais fraco do que o do ano passado. Por isso foi bem mais fácil q ano passado!!!

    Como IT disse que essa vitória na Oracle arena vire tradição anual!!!

  5. Gustavo Miglioretti

    Pode chamar a Bandwagon arena de salao de festas já ou precisa ganhar mais vezes igual no MSG?

  6. Lucas Oliveira

    Time Robin Hood manteve o Warriors abaixo de 90 pontos!
    Excelente partida defensiva e jogo coletivo, com grande jogo do Olynyk! Espero que ele recupere o ritmo pré all star week pois muito do bom desempenho do time, passar por uma boa partida dele vindo dá segunda unidade.

  7. Barros

    Aleluia Kelly, você acordou meu querido! Pra cima Celtics!

  8. drakes

    Se o Durant não voltar para os playoffs, as chances do GSW são pequenas de passar das semis (só se pegar alguém desfalcado), o time é bem ruim com todos os defeitos que todos conhecemos de um time que não tem garrafão.

    Oly ontem deu umas três ou quatro enterradas, tirando umas das roubadas que costas para bola no segundo quarto que é bem difícil de se ver.

  9. Marcelo Paolielo

    Vitória excelente do Celtics, defesa bem postada KO acordou ontem, time fez um grande jogo, mais temos que considerar que KD não jogou e ele esta para o Golden State assim como IThomas para o Celtics, faz uma grandeeee diferença, mais boa vitória, alias necessária pois Wizards e Raptors estão na nossa cola a duas vitórias e jogos a menos…..temos que correr Let´s Go Celtics

    • David Pessoa

      Se tivéssemos superado os warriors por uma minúscula diferença no placar, eu concordaria, mas limitamos muito um dos melhores ataques da NBA e abrimos uma diferença de mais de 10 pontos. O Durant sem dúvida nenhuma faria muita diferença, mas acho que poderíamos vencer mesmo assim. Enfim, mais uma grande vitória pro time, o que é importante pra recuperar a moral do time depois daquela derrota, na minha opinião humilhante, pro suns.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.