Visite nossas Redes Sociais
Curta e siga nossas redes para ter acesso a conteúdos exclusivos, além de manter-se sempre atualizado sobre novos artigos no site.

Prévia – Boston Celtics (25-15) x Charlotte Hornets (20-20)

De moral elevada pela vitória dramática sobre o Atlanta Hawks em plena Philips Arena e de fôlego renovado após dois dias de descanso, o Boston Celtics inicia, na noite desta segunda-feira (16), mais uma série de três compromissos consecutivos como mandante na temporada 2016/2017 da NBA. O primeiro adversário dessa sequência será o Charlotte Hornets, que perdeu os dois jogos que disputou contra o Alviverde nesta edição da liga. O encontro entre Celtics e Hornets, que será no TD Garden, começa às 22h30 (horário de Brasília).

A traumática derrota para o Toronto Raptors na última terça-feira (10), em confronto direto pela vice-liderança da Conferência Leste, já é passado no Boston Celtics. Com vitórias expressivas sobre Washington Wizards e Atlanta Hawks, o time de Massachusetts manteve a boa fase na competição, se consolidou no terceiro lugar e permanece como principal rival do Raptors na classificação. Agora, o Celtics quer aproveitar os três jogos seguidos no TD Garden para manter o ritmo forte e pressionar ainda mais os canadenses.

Para o jogo contra o Charlotte Hornets, o técnico Brad Stevens terá dois desfalques na montagem da rotação do Celtics: o ala-armador James Young ainda se recupera de uma entorse no tornozelo direito, e o pivô Tyler Zeller está tratando uma sinusite. Com dores no tendão de Aquiles, o ala-armador Avery Bradley ainda não teve a sua presença confirmada nesta partida. Caso não possa contar com o camisa 0, Stevens deve manter Marcus Smart no quinteto titular.

Sempre presente entre as melhores campanhas da Conferência Leste nesta edição da liga, o Charlotte Hornets iniciou, há 11 dias, uma sequência de cinco partidas como visitante, que será encerrada justamente contra o Celtics, e o desempenho da franquia da Carolina do Norte longe do Spectrum Center é desastroso: com quatro derrotas nesses duelos fora de casa, o Hornets despencou para a nona colocação do Leste, fora da zona de classificação para os playoffs. Para tentar diminuir o prejuízo e voltar para o G-8, Charlotte precisa derrotar o Celtics, mesmo com o momento e o histórico recente jogando contra.

Apesar da péssima fase, o Charlotte Hornets terá, em Boston, todos os seus titulares à disposição, com destaque para o armador Kemba Walker e para o ala-armador francês Nicolas Batum. O único desfalque da equipe da Carolina do Norte está na rotação: com uma inflamação no metatarso, o ala-armador Jeremy Lamb não foi relacionado pelo técnico Steve Clifford e está à disposição do Departamento Médico.

FICHA TÉCNICA

Local: TD Garden (Boston, MA)

Horário (de Brasília): 22h30

Transmissão: NBA League Pass

BOSTON CELTICS: Isaiah Thomas, Avery Bradley (Marcus Smart), Jae Crowder, Amir Johnson e Al Horford. T: Brad Stevens

CHARLOTTE HORNETS: Kemba Walker, Nicolas Batum, Michael Kidd-Gilchrist, Marvin Williams e Cody Zeller. T: Steve Clifford

Author avatar
Gustavo Arruda
Gustavo, 28 anos, é maranhense de São Luís, jornalista formado pela UFMA e repórter do Imirante.com. Fanático por esportes, principalmente futebol e basquete, é torcedor celta desde 2003, quando ouviu pela primeira vez o TD Garden lotado entoando "Let's go, Celtics!", e escreve no Celtics Brasil desde julho de 2011, com mais de 1.700 textos publicados. Nas horas vagas, é goleiro, armador, tio do João Gabriel e da Alice, e também dá seus pitacos sobre o maior campeão da NBA no Twitter: @gustavoarruda01.

17 comentários

  1. Espero que o Bradley possa retornar no jogo de hoje.

    Celtics 112 x 100 Hornets

  2. Ricardo Martini

    Celtics 116 ×107 Hornets

  3. Francisco Machado

    Celtics 112 vs 103 Hornets

  4. Fernando C Silva

    Celtics 113 x Charlotte 98

  5. Fernando C Silva

    Alguém sabe de detalhes da lesão do AB?

    Tendão é bem delicado. Uma ruptura e perdemos AB por um ano.

    Preocupante mas creio que o dep. médico da equipe não arriscaria a presença de AB nos offs.

    Não temos necessidade de exigir a volta de AB se não estiver 100% saudável.

  6. Renato

    Celtics 109 X 96 Hornets

  7. Jefferson Pires

    Hornets 102 x 111 Celtics

  8. Willian Stanley

    Celtics 107 x 98 Hornets

  9. Lucas Oliveira

    Hoje é a partida do Brown hein! Tomara que o Stevens deixe o menino jogar.

  10. Lucas Oliveira

    Primeira metade.
    Bradley bem fora de ritmo no ataque, mas sua defesa continua excelente.
    Smart parece meio avoado, meio fora do seu estilo de jogo agressivo o que preocupa.
    IT marcando o Kemba é um pouco preocupante.
    Ótimo inicio para Brown e Olynyk vindo do banco.

  11. Gustavo Miglioretti

    Já pode colocar o Isaiah no top 3 da corrida pro MVP, ESPN

  12. drakes

    Apesar de ter achado ontem a defesa meio que falha nos dois primeiros quartos, a vitória veio sem sustos, com chegada a metade da temporada dá para ver alguns números da melhora do time, o mais fácil é comparar as campanhas:
    Atual – 26v 15d – projetando 52v
    Passada -22v 19d – projetava 44v – ganhou 48.

    • Mauricio Green

      Minha projeção antes do início da temporada era 52/53 w ( isso é um ótimo número), ou seja estamos dentro do esperado.
      Mas como todos os anos do Brad a segunda parte da temporada foi melhor q a primeira pode se atingir 55/56. O q seria expetacular e nos colocaria na briga pelo segundo lugar do Leste.

  13. Diego Gondim

    O futuro parece promissor em Boston, mas o Ainge precisa tomar uma decisão quanto aos contratos do AB e Thomas até o fim da temporada. $120/5 anos para o Thomas e $90/5 anos para AB parece justo. Será preciso fazer algum movimento para fazer desse time um contender… Pensar em troca envolvendo a pick dos Nets, faz com que a base do time seja mantida, acho que Crowder, Rozier, Jhonson e Zeller tem grandes chances de serem envolvidos em uma possível troca, independente do jogador que vir. Se não utilizar a pick perdemos a base do time. A primeira opção parece fazer mais sentido. Uma troca envolvendo o Whiteside nos colocaria de igual para igual com o Cavs, mas gosto da ideia de trazer o Carmelo e oferecer umas umas balas juquinha pelo Monroe, mas acho que nos custaria o Brown. Perdermos na defesa, mas teríamos um gatilho tão bom quanto dos Warriors. Eu gosto do jogo do Leonard do Blazers, ele está encostado no banco… Esse exercício de trocas é uma onda rsrs.

Postar comentários

O seu endereço de e-mail não será publicado.